Home / Animais / Pode dar Tapioca Para o Cachorro?

Pode dar Tapioca Para o Cachorro?

A dieta alimentar dos pés, mais especificamente os cachorros, tem se deliciado com um cardápio diferenciado e de certa forma saudável: é a alimentação natural. Porém, ainda desperta dúvidas em muitas pessoas que são donos dessas fofuras. Será que pode dar ou não para seu cão?

Definitivamente não. Este alimento passa pelo processo de fritura na frigideira, tornando-se uma espécie de goma de mandioca. Quando essa farinha é aquecida formam um disco de massa muito seca e com uma textura elástica, que é percebida logo que é mordida ou cortada.

A tapioca pode prejudicar a saúde do seu cão por causar desconforto estomacal por se tratar de uma goma, retém gases – como também esses grumos formados na massa tornam a digestão do alimento mais difícil.

Mas a Tapioca Não é Feita de Mandioca?

Seria meio termo. Isso porque a mandioca é feita de farinha de mandioca, que logo após o cozimento rápido se torna uma goma, é feita de vários ingredientes e principalmente de açúcar, algo não apropriado para seu cachorro consumir.

Outro problema é que a textura da tapioca causa problemas estomacais como, por exemplo, a indigestão.

Desde que sob a supervisão de um médico veterinário, pode ser oferecido para seu cão. Saiba que a mandioca não é um alimento expressamente proibido para os cães, porém, deve ter uma quantidade e forma de preparo específica.

Deve ser observado que os cachorros necessitam diariamente, de uma boa quantidade de proteína.

As rações do tipo “Premium” são compostas de 25% de substâncias proteicas e por mais que os cães, ao longo da evolução da sua espécie, tenham se tornado onívoros, a carne continua sendo a principal fonte de proteína para suprir suas necessidades.

Mandioca Para o Cachorro

Os carboidratos também podem ser incluídos na dieta alimentar do seu pet, mas com moderação. Isso porque essa substância quando consumida em excesso com toda certeza vai causar problemas digestivos que podem ser retenção de gases, vômitos como também diarreia.

A mandioca é um alimento com calorias, ou seja, pode causar futuramente, obesidade nos cães. Por isso, é imprescindível consultar um veterinário para saber qual a quantidade e com que frequência seu pet pode consumir, baseando-se na idade, tamanho e peso do seu cachorro.

Inclusive ele pode indicar uma dieta alimentar adequada e nutritiva para atender a necessidades do seu bichinho.

Mandioca Cozida ou Crua Para o Meu Cachorro?

A forma correta de preparar a mandioca para seu cão se alimentar seria cozida somente em água e sal e jamais in natura, ou seja, crua. Dessa forma a digestão é difícil e também, a raiz possui uma substância chamada cianogênico – tóxica tanto para os animais como para os humanos.

O cianogênico é neutralizado quando a mandioca é bem cozida e uma boa opção para oferecer ao seu cachorro seria um purê de mandioca ou inventar uma espécie de escondidinho, acrescentando carne bovina ou de frango. Não coloque sal ou temperos industrializados em qualquer alimento.

Evite oferecer frituras, doces ou salgadinhos, todas essas guloseimas podem prejudicar seriamente a saúde do seu cão, principalmente em seu aparelho digestivo.

Outros Alimentos Não Indicados Para os Cachorros

Além da Tapioca – que já sabemos que pode prejudicar a saúde do seu cão – outros alimentos são proibidos, embora muita gente ofereça aos pets…

  • Abacate – este nutritivo alimento, para os seres humanos, é prejudicial para os cães. Isso porque contém a substância persina que pode causar desarranjo intestinal;
  • Uvas (incluindo uva passa) – a uva faz tão mal para os cães, que apenas 6 unidades podem causar insuficiência renal aguda;
  • Oleaginosas – as oleaginosas como, por exemplo, nozes, macadâmia e outras podem conter toxinas que prejudicam os músculos, nervos e aparelho digestivo dos cães. Há casos de animais que sofreram paralisia por terem consumido oleaginosas;.
  • Cebola e alho – esses temperinhos básicos são um veneno para os nossos cães. O alho causa irritação no aparelho digestivo que seria o estômago e intestino como também danos nas células vermelhas do sangue. Já a cebola, tem uma substância tóxica chamada de tiossulfato que pode provocar anemia nos cães, faz mal sendo oferecida ao pet tanto crua, desidratada como também cozida;
  • Massas – os cães também não podem consumir bolos e qualquer tipo de massa, pois o fermento presente nesses alimentos tende a expandir o estômago do cachorro, causando cólicas intestinais e gases além de causar ruptura no intestino em casos mais sérios;
  • Leite – a lactose é uma substância abundante no leite e também em seus derivados e o organismo dos cães, não consegue absorver, ou melhor, digerir esta substância, podendo causar problemas no aparelho digestivo;
  • Carne crua e ovo – os alimentos crus fazem muito mal aos cães, mas um dos problemas mais recorrentes é a bactéria salmonela e a bactéria E. coli que pode intoxicar o animal e em alguns casos pode levar a morte. Os ovos possuem uma enzina que pode interferir na absorção de vitaminas do complexo B pelo organismo do cão, provocando problemas de pele como também nos pelos do animal;
  • Frutas ácidas – por mais que sejam alimentos naturais, as frutas também podem prejudicar a saúde do seu pet. O problema está nas sementes que podem provocar inflamações e em casos mais graves, obstrução do intestino delgado;
  • Café – o café é rico em uma substância chamada de xantina que pode causar danos graves no sistema nervoso dos cães. Outro problema é a circulação sanguínea do coração que tende a ficar mais agitada como também provocar problemas de trato urinário;
  • Milho – o milho é outro vilão que pode prejudicar a saúde dos pets apesar de ter virado febre na internet onde lindos pets aparecem comendo muita pipoca. Eles não conseguem digerir esse alimento e se o cão engolir a espiga de milho em pedaços grandes, então, pode provocar uma obstrução no intestino;
  • Feijão – é um alimento muito dado aos cães por pessoas que dão restos de comida. Isso não é nada bom, pois o feijão causa gases e irritação no aparelho digestório do cão.
Alimentos Não Indicados Para os Cachorros

 Alguns Alimentos Permitidos

Já outros alimentos podem ser oferecidos aos cães e muitos até são benéficos. No entanto, lembre-se de que tais alimentos devem ser dados apenas com a autorização do médico veterinário – respeitando também as quantidades e formas indicadas pelo profissional. Não coloque a saúde do seu cãozinho em risco!

  • Mandioca cozida;
  • Batata doce cozida;
  • Banana;
  • Maça;
  • Melão;
  • Pera;
  • Chuchu cozido;
  • Cenoura cozida;
  • Peito de frango cozido sem temperos;
  • Manga.

 

Veja também

Cachorro Passando a Pata no Rosto e no Focinho: o Que Fazer?

Você é capaz de analisar como seu cachorro está se comportando? Algumas condutas podem indicar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *