Home / Animais / Pode Cortar a Unha da Galinha?

Pode Cortar a Unha da Galinha?

Esta ave, a espécie Gallus gallus domesticus, é uma fêmea que apresenta um discreto bico pequeno, com a crista destacadamente carnuda. Com pernas escamosas e suas penas são de formato largo e curto.

A galinha é um animal tão importante para alimentação do ser humano que não conseguimos imaginar o mundo semas mesmas. E, além disso, é a proteína animal mais barata que existe. Isso porque além de nos alimentar-nos da sua carne, a galinha também fornece seus ovos.

Sua plumagem ou penas também são usadas na área industrial e segundo pesquisas realizadas em 2003, a estatística mundial mostra que existem 24 bilhões dessas aves. E curiosamente, 90% dos lares africanos, certamente criam galinhas.

É muito criada em cativeiro, os famosos galinheiros e muitas vezes como animais de estimação e não para o abate,

Assim, quem cria galinhas em casa tem algumas dúvidas de como cuidar dessas aves, como “Pode cortar a unha da galinha? Saiba agora mesmo se você pode cortar as unhas das suas aves e como fazer isso – alem de outras curiosidades!

Fique por aqui e não perca!

Posso Cortar a Unha da Minha Galinha?

Sim. Essas aves quando vivem em cativeiro podem ter a necessidade de cortar suas unhas. No entanto, isso deve ser feito de maneira adequada e da forma correta, não prejudicando a saúde do animal.

Como Cortar de Forma Correta a Unha da Galinha

O corte das unhas do animal só deve ser realizado no caso de estarem exageradamente grandes, quando inicialmente estiverem enrolando. Para fazer o procedimento é preciso ter jeito e saber como fazer isso. Se acaso não souber, o indicado é chamar um profissional para cortar.

1 – Primeiramente, é preciso pegar a galinha de forma segura, impedindo que ela escape

2 – Visualize as unhas da ave em um local bem iluminado para ver o tanto que precisará ser cortado e em qual nível. Isso é importante para não ferir a galinha como também a pessoa que estiver realizando o corte.

3 – Lembre que existe uma veia pequena dentro da unha do animal.

4 – Procure localizar esta veia e corte a unha de 2 a 3 mm abaixo da mesma.

Unha da Galinha
Unha da Galinha

5 – Tenha extremo cuidado com as veias. Se acaso o corte for feito de qualquer forma, isso pode infeccionar e até provocar a morte da galinha por hemorragia.

6 – Se acabar tendo o corte de alguma veia, cauterize imediatamente o local com um palito de fósforo ou uma faca quente ou também pode colocar um líquido cicatrizante.

Saiba que podem ser feitos poleiros para as galinhas, utilizando lixa de unha, isso vai fazer com que as unhas da ave demorem mais para crescer mas existe um problema: esse acessório pode machucar o animal, por isso antes de qualquer coisa, peça opinião de um profissional.

Curiosidades Sobre a Galinha

1 – Esta ave tem o nome nobre de Gallus gallus, mas o que pegou mesmo foi seu apelido, galinha.

2 –  A galinha está entre os animais mais domesticados em todo o mundo. Ela é muito antiga e cogita-se que sua domesticação começou cerca de 4 mil anos atrás na Ásia, ali na Índia.

3 – O ovo da galinha é conhecida por ser um super alimento, fornecendo para o homem uma rica fonte de proteínas, vitaminas B, E e B12, como também ferro.

4 – No momento em que a ave se alimente, normalmente ela costuma a consumir juntamente com o alimento pedrinhas e terra, o que ajuda na absorção e ingestão alimentar. As pequenas pedras ajudam o órgão chamado moela existente na galinha, a triturar melhor os alimentos.

5 – Ao passar do tempo, a galinha não precisou mais do instinto selvagem de fugir de predadores, podendo viver tranquilamente no chão. Essa evolução fez com que esses animais perdessem a habilidade de voar. Apesar disso, o animal percorre curtas distâncias, batendo suas asas, conseguindo alcançar até 10 metros de altura.

6 – Uma curiosidade interessante é que o maior osso existente nas aves é a tíbia e nos mamíferos seria o fêmur.

7 – Saiba que a galinha demora 24 horas para formar um ovo

8 – A raça da ave é determinada conforme a cor do ovo que ela bota. Este é o motivo de existirem ovos de diversas cores como por exemplo, bege escuro, branco e bege.

9 – O galo tem alguns motivos a mais para cantar, além de acordar todos a sua volta:

  • Para mostrar que continua vivo
  • Para assustar qualquer inimigo
  • Para proteger galinhas e seus pintinhos

10 – Surpreendentemente, 60% dos genes existentes na galinha, são iguais ao dos seres humanos, isso quer dizer que num passado remoto, tivemos um ancestral em comum.

Raças de Galinhas Nativas do Brasil

  1. Galinha caipira: talvez, a mais popular do Brasil, está presente em todo o país. Destaca-se pela abundância de carne, poedeira de ovos e dócil.
    Galinha Caipira
    Galinha Caipira
  2. Barbuda do catolé: é nativa da região Nordeste do Brasil (mais precisamente do estado da Bahia. Tem tamanho médio e se destaca pela grande quantidade de ovos que coloca.
  3. Canela Preta: galinha que se destaca por apresentar uma cor escura na parte inferior das pernas – próximo das patas. Tem porte médio.
  4. Cabeluda do catolé: seu porte é maior do que a Barbuda do catolé, mas também se destaca pela abundância dos ovos que põe.
  5. Índia gigante: é uma galinha de porte grande – como já sugeri o seu nome popular. É considerada uma das maiores do mundo (ultrapassando os 7 kg).
  6. Peloca: é uma galinha com perfil mais doméstico. Tem pouca carne e também não produz muitos ovos. É usada para proteger territórios e arar a terra.
    Peloca
    Peloca
  7. Galinha paraíso: é descendente da Galinha caipira. Tem porte um pouco maior, bastante carne e é uma boa poedeira de ovos.
  8. Galinha D’angola: apesar de não ser nativa do Brasil, é muito criada no país. É uma galinha com porto ovalado, penas pintadas e cabeça bem pequena. Os seus ovos consumidos, mas a carne nem tanto. É mais criada como animal doméstico e suas penas são usadas para ornamentos.

Classificação Científica da Galinha

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Aves
  • Ordem: Galliformes
  • Família: Phasianidae
  • Gênero: Gallus
  • Espécie: G.gallus
  • Subespécie:G. g. domesticus
  • Nome trinomial: Gallus gallus domesticus

Veja também

Alimentação do Castor: O que Eles Comem?

Os castores são mamíferos, roedores, de hábitos semi-aquáticos, conhecidos pela curiosa habilidade para construção, inclusive …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *