Home / Animais / Pica-Pau-do-Campo: Características, Nome Científico e Fotos

Pica-Pau-do-Campo: Características, Nome Científico e Fotos

Os pássaros possuem funções centrais no ciclo da natureza, já que são responsáveis, entre outras coisas, por fazer com que as culturas vegetais possam chegar a novos ambientes. Dessa forma, esse tipo de animal ajuda muito quando se trata de reflorestamento, assim como também pode deixar os ambientes mais belos e ajudar a fazer andar a teia alimentar.

Dentro desse universo, um dos pássaros mais populares de todo o mundo é o pica-pau. Muito famoso em todo o planeta, o pica-pau possui diversas espécies e pode ser bastante diferenciado, a depender do local no qual está inserido e de mais alguns detalhes. Em todo caso, é sempre interessante analisar um a um, espécie por espécie, para saber mais a respeito. Um belo exemplo é o chamado pica-pau-do-campo, pássaro muito comum na América do Sul e bastante popular em grande parte do Brasil.

A ave não guarda os principais traços de um pica-pau típico, mas pode ser reconhecida por quem possui familiaridade com o tema. Para saber mais sobre o pica-pau-do-campo, veja as principais informações sobre esse animal logo abaixo, com todos os detalhes físicos e comportamentais, além do seu nome científico.

Nome Científico e Reprodução do Pica-Pau-do-Campo

O pica-pau-do-campo é conhecido assim por todo o Brasil, pois esse é o seu nome popular. Porém, no âmbito científico essa ave atende pelo nome de Colaptes campestris. O animal, como o nome já indica, gosta de ficar em campos abertos e, por esse motivo, acaba por não se manter tão distante dos grandes centros urbanos.

Por isso pode ser fácil achar exemplares do pica-pau-do-campo em algumas cidades do Brasil, sobretudo um pouco mais para o interior. Ademais, quanto o seu processo de reprodução, vale destacar alguns detalhes. Antes de tudo, o pica-pau-do-campo possui ninhos muito bonitos, que são feitos a cada novo período de reprodução. Dessa maneira, o animal tende a fazer sua casa de acordo com a chegada dos novos filhotes.

Colaptes Campestris

Nesse sentido, o pica-pau-do-campo prefere fazer o ninho em árvores, pois elas ajudam muito quando se trata de proteção. Uma vez que os ovos estejam presentes, macho e fêmea alternam a incubação, algo que nem sempre acontece com outras aves. Isso porque, muitas vezes, o macho até mesmo não fica com a fêmea após a reprodução. Uma fêmea coloca de 4 a 5 ovos por vez, sendo que nem todos chegam às fases mais agudas e sobrevivem.

Características do Pica-Pau-do-Campo

O pica-pau-do-campo é um pássaro que possui, em geral, cerca de 30 centímetros de comprimento. Portanto, é possível notar que essa ave tem um porte médio, sendo fácil de identificar em razão da tonalidade da sua plumagem. O pica-pau-do-campo tem o pescoço e parte da cabeça na cor amarela, além do preto sobre a cabeça que também chama a atenção.

Esse ser vivo costuma apresentar uma voz muito forte, mas que varia de tons de acordo com o desejo do animal. Logo, ao fazer essas mudanças de tons, o pica-pau-do-campo consegue oferecer uma melodia ainda melhor às pessoas. A voz do animal serve para atrair a fêmea nas fases de reprodução, algo importante, pois a fêmea costuma se reproduzir com o pica-pau-do-campo de melhor voz.

Além disso, o canto da espécie é usado como uma maneira de marcar o território e impedir que os outros animais do tipo possam se aproximar muito. O pica-pau-do-campo é um ser solitário e não costuma viver em comunidade – durante a reprodução pode se colocar em casal, mas nada além disso. O voo dessa ave pode ser muito bonito, ainda mais quando a luz do sol incide sobre a plumagem e dá ainda mais cor e vivacidade ao pica-pau-do-campo.

Distribuição Geográfica do Pica-Pau-do-Campo

O pica-pau-do-campo é um ser que está presente em grande parte do Brasil. Assim, esse pássaro pode ser visto em estados como São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Goiás, Bahia e Pernambuco.

Em todo caso, a maior concentração do pica-pau-do-campo se dá entre o Centro-Oeste, o Sudeste e o Sul. Portanto, a ave não costuma ser tão comum no Nordeste e no Norte, onde o clima desfavorece o seu desenvolvimento pleno e torna tudo mais complicado para o pica-pau.

Já em um cenário mais amplo, o pica-pau-do-campo pode ser encontrado também em outros países da América do Sul. Paraguai e Peru, por exemplo, contam com populações do pica-pau-do-campo, ainda que não tão grandes quanto as brasileiras. Suriname, Argentina e Bolívia também têm os seus exemplares desse tipo de pica-pau, mas em menor número quando comparados aos brasileiros.

O detalhe é que o pica-pau-do-campo está em bom estado de conservação em todos esses países, pois o animal sabe se adaptar bem aos diferentes ambientes e consegue tirar o melhor possível desses locais, ainda que sejam distintos entre si. Assim, a população mundial de pica-pau-do-campo apenas cresce com o tempo.

Alimentação e Habitat do Pica-Pau-do-Campo

A alimentação é uma parte fundamental da rotina de qualquer animal, então não poderia ser muito diferente com o pica-pau-do-campo. No caso dessa espécie de ave, o mais tradicional é que o pica-pau consuma insetos pequenos, como formigas e cupins. A depender do tamanho do pica-pau-do-campo em questão, ainda é possível comer insetos um pouco maiores, como vespas.

Mas tudo depende do tamanho do animal, algo essencial para uma boa alimentação. Em todo caso, de uma forma geral a digestão do pica-pau-do-campo é muito bem feita. Já quanto seu seu habitat, algo também chave na vida de qualquer ser vivo, o pica-pau-do-campo costuma viver perto de campos e áreas abertas. O pássaro gosta de locais em que possa voar sem ser atrapalhado pelas árvores, algo que os campos mais abertos podem oferecer.

Todavia, o pica-pau-do-campo pode sobreviver mesmo quando colocado em cenários mais extremos, como é o caso de alguns exemplares existentes na caatinga do Nordeste brasileiro. Ademais, há exemplares do pica-pau-do-campo que são capazes de sobreviver no topo de serras de todo o Brasil, mesmo com o clima mais frio nesses ambientes. No fim das contas, portanto, o pica-pau-do-campo se mostra um pássaro muito eficiente em termos de adaptação.

Veja também

Cachorro Passando a Pata no Rosto e no Focinho: o Que Fazer?

Você é capaz de analisar como seu cachorro está se comportando? Algumas condutas podem indicar …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *