Home / Animais / Periquito Jandaia Alimentação: o que Eles Comem?

Periquito Jandaia Alimentação: o que Eles Comem?

Certamente você já ouviu aquela velha expressão que diz “você come que nem um passarinho”, não é mesmo? Mas, olhando por outro aspecto, será que pássaros pequenos realmente comem pouco? E, na realidade, o que comem? É o caso do periquito jandaia, uma ave muito conhecida por aí, e que descobriremos, afinal, como é a alimentação deste simpático passarinho.

Afinal, depois de descobrir o que esses animais, de fato, comem, você descobrirá se come que nem um passarinho ou não.

Periquito Jandaia: Características Básicas

Pertencente à mesma a família das araras e dos papagaios (que é a psittacidae), o periquito jandaia é encontrado em vários países, especialmente nas Américas, com o Brasil incluso. Aqui mesmo esse animal tem uma extensa distribuição de território, podendo ser encontrado desde a região Norte (no Amazonas) até a região Sul (no Paraná).

Os habitats mais comuns onde essa ave se encontra são em florestas subtropicais e tropicais úmidas de baixa altitude, além de savanas áridas, campos de gramíneas, e florestas secundárias. São aves vistas em bandos com bastante frequência, deslocando-se no ar com muita velocidade.

Seu tamanho é de aproximadamente uns 30 cm, e o peso gira em torno de 130 gramas. Já a plumagem é, na maior parte do corpo, verde, com certas partes, como atesta, por exemplo, apresentando outras colorações, como o amarelo na cabeça, e o azul na ponta das asas. São animais, em geral, que não apresentam dimorfismo sexual, ou seja, machos e fêmeas são bastante semelhantes entre si, com algumas poucas diferenças.

Em geral, emitem vocalizações bem peculiares no começo da manhã e no final da tarde, já que esse é o período do dia de maior agitação para essas aves, especialmente para a busca de alimnto e quando estão em vias de acasalamento.

Alimentação do Periquito Jandaia

Assim como vários animais dessa família (e mais especificamente as jandais), esse tipo de periquito se alimenta basicamente das sementes encontradas nas frutas, mais especificamente em suas polpas. Para comê-las a ave usa seus pés para segurar a fruta, fazendo uma pequena incisão nela com o seu bico. Comumente, a alimentação é à base de mangas, jabuticabas, goiabas, laranjas, mamões e cajus. O cardápio do periquito jandaia também pode englobar flores e cupins alados.

Já em cativeiro essas aves têm uma boia aceitação para outros tipos de alimentos que não sejam sementes, como alpiste, aveia ou milho verde cru. Isso porque são tipos de alimentos que garantem um melhor balanceamento para um organismo mais saudável desse animal. De forma, a probabilidade dela crescer saudável é bem alta.

Alimentação do Periquito Jandaia

Ainda em cativeiro, certos legumes e fritas em geral também são alimentos recomendados, como, por exemplo, maçã, uva, figo, pêssego, etc. Inclusive, a maçã é uma fruta bem importante para a lubrificação do trato intestinal do periquito jandaia.

Rações extrusadas e mistura de sementes específicas podem se encontradas facilmente em lojas especializadas, e devem ser dadas com moderação para essas aves, pois essa comida em exceção pode desregular partes do seu sistema digestivo, como e intestino, por exemplo.

Cuidados em Cativeiro (Inclusive, com a Alimentação)

Essa, assim como tantas outras espécies, precisam de muita interação com os seus respectivos criadores, e se tornam muito dóceis caso sejam manejados diariamente, e com certa regularidade. São aves bem ativas, sociáveis e, evidentemente, bem inteligentes (uma característica bem marcante da família desses pássaros). E, se uma ave dessas fica muito tempo sozinha em casa (ou em cativeiro), e está sujeita a ruídos estranhos, e sem distração, ela será um animal de estimação bem triste.

Em suma, em cativeiro, o periquito jandaia precisa de muita companhia, algo que pode ser potencializado a partir do momento em que se der a comida dele. São animais que querem, no final das contas, atenção e melhores condições de bem-estar. Isso evita que fiquem estressados, pois se esses animais ficarem em estado de estresse constante, podem chegar a arrancar as próprias penas e unhas, e que são casos bem difíceis de solucionar.

Não somente uma interação diária com comida, mas com brinquedos, também se faz necessário ao longo de sua criação. É bom ainda deixar claro que em caso da ave ficar exposta ao vento e à friagem, isso se torna bem prejudicial à saúde dela. Por isso, viveiros cobertos e devidamente protegidos são os mais recomendáveis. É preciso que esses lugares também tenham espaço para o periquito jandaia gastar energia, preferencialmente, com telas galvanizadas e fios arredondados. Já a água nesses viveiros precisa ser constantemente trocada e bem limpa, já que essa ave adora tomar banho.

Com os devidos cuidados, esse animal pode chegar a 30 anos em cativeiro com relativa facilidade e (melhor ainda) com saúde.

Não Confunda Jandaia Verdadeira com Jandaia Amarela: Diferenças Básicas

Muitas espécies de animais, por pertencerem a uma mesma família, podem ser confundidas umas com as outras, o que é absolutamente normal. Especialmente, quando estamos falando de aves como as que pertencem ao grupo das psittacidae, que são realmente bem parecidas entre si. Duas espécies específicas merecem destaque nesse sentido, que são a jandaia verdadeira e a amarela.

A primeira diferença entre ambas é com relação à coloração. Enquanto que a verdadeira tem, um tom predominantemente esverdeado, a amarela (como o próprio nome já indica) tem mais amarelo em suas penas, apesar de algumas poucas partes que são em verde e laranja

Por sinal, são as cores que determinam mais diferenças entre esses dois tipos de aves. Por exemplo: a jandaia verdadeira tem uma barriga cuja cor é laranja vibrante, quase vermelho. Já na jandiá amarela, não somente a barriga é um tanto alaranjada, como também a testa , as laterais da cabeça, e a parte inferior das costas possuem essa coloração.

Outra característica que as diferencia é que a jandaia verdadeira é bastante barulhenta, e emite guinchos bem altos. Pode, inclusive, aprender algumas palavras, e até mesmo músicas. Costuma também fazer muito barulho no início da manhã, e no final da tarde. Já a jandaia amarela é mais “tímida”, digamos assim. Gostam de brinca e de roer objetos.

Veja também

Barata Australiana: Características, Nome Científico e Fotos

As baratas muitas vezes causam espanto, isso é fato. Pois andam pelos lugares mais inóspitos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *