Home / Animais / Peixe Acará: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Peixe Acará: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Quando estamos aprendendo sobre os animais, é comum que conheçamos a maioria dos mamíferos, animais com o que temos contatos, alguns animais terrestres etc. Realmente, existem outros animais que nem chegamos a conhecer durante toda a vida. Os peixes normalmente são enquadrados em uma só categoria, os animais aquáticos. Normalmente, são menos explorados do que os animais que vemos e que temos contato. Por exemplo, é comum que você conheça mais de um tipo de passarinho, porque os vemos e conseguimos distinguir. Porém, isso não acontece com as diferentes espécies de peixes. O Brasil é um país riquíssimo na fauna aquática. Possuímos rios enormes que contém diversos tipos diferentes de peixes e muitos que são só encontrados nas águas brasileiras. Nossas águas possuem propriedades que abrigam diversas espécies exóticas. Ou acará é um deles. Vamos conhecer mais sobre as características, comportamentos e vida dessa espécie nativa brasileira.

Peixe Acará Jóia
Peixe Acará Jóia

Acará: Características e Fatos Sobre O Animal

Você sabia que as cores e desenvolvimento de um peixe pode variar de acordo com sua nutrição e clima? Pois é, o acará é um peixe que se desenvolve muito melhor quando a alimentação, o clima e as propriedades da água onde ele vive, proporcionam circunstâncias favoráveis. Sua cor são um misto de vermelho, azul escuro, amarelo, prateado, enfim. Existem diversas outras cores que variam de acordo com a espécie. Normalmente eles possuem uma pinta preta, Barbatanas que variam entre tons de castanho, e possui também algumas manchas claras por todo o corpo.

É considerado um peixe de tamanho pequeno, a maior subespécie chega ao máximo 25 centímetros de comprimento.

Acará se trata de uma espécie em geral que contém subespécies, portanto esse tamanho pode ser variado assim como suas cores, formatos e até alguns padrões. É considerado um peixe muito lindo pois suas cores reluzem. Eles possuem um corpo achatado, e em forma triangular os machos são basicamente do mesmo tamanho das fêmeas.

Alimentação Do Acará

Esses peixes tem um costume alimentar carnívoro, porém eles aceitam tantos alimentos diversos que podem ser considerados onívoros. Quando estão em seu habitat natural e caçando por si só, eles se alimentam de pequenos seres como insetos, plâncton, algumas plantas, crustáceos, peixes menores, entre outros. Como se pode notar, sua dieta é bem abrangente, por isso são considerados muitas vezes onívoros.

Existem muitas pessoas que gostam de criar esses peixes, quando estão em criadouros e cativeiros eles podem ser alimentados com ações prontas para eles. Apesar da ração ser bem completa e nutritiva, alguns preferem ser alimentados com comida orgânica e alimentos vivos como larvas, insetos, e até alguns vegetais. Apesar de tantas opções, quando são pequenos e estão em formação deve-se priorizar o alimento orgânico e vivo. Aos poucos poderá ser acrescentado a ração em pó até que o peixe esteja maduro para se alimentar de ração comum.

Reprodução e Vida do Acará

Os Acarás podem atingir a maturidade sexual a partir dos sete meses de vida. A formação de casais acontece através de uma espécie de corte. Esse cortejo pode ser muito agressivo considerando que eles são muito territoriais. As fêmeas normalmente optam pelo os machos mais fortes, mais agressivos e mais experientes.

Depois do cortejo e da escolha da fêmea, os dois são responsávei por achar um local seguro para por os ovos. Normalmente os locais escolhidos são grandes folhas, pois ali há possibilidade de ter mais oxigênio. Depois que o local é escolhido acontece a desova que, se o casal for experiente, pode chegar a mais de 800 ovos!

Peixe Acará Platina
Peixe Acará Platina

Depois que os ovos são colocados, o macho fica responsável pela fertilização dos ovos. No caso desses peixes, diferente de outras espécies, os dois protegem e cuidam dos ovos. Depois de três dias os ovos eclodem e nascem os filhotes, que no caso ainda são larvas.

Macho e fêmea sabem muito bem o que seu filhote precisa e instintivamente alimentam eles com uma espécie de larva dos crustáceos. Nessa hora, a força e experiência do macho é muito importante pois ele consegue proteger seus filhotes de possíveis predadores. Durante 21 dias esse cuidado é a maior prioridade desse casal de adultos, depois disso cada um pode procurar um novo parceiro. Não são uma espécie monogâmica e raramente voltarão a ser um casal, apesar de ser uma espécie que se reproduz bastante.

Fatos e Curiosidades Sobre o Acará

Os acarás foram as primeiras espécies a serem muito valiosas no mundo da aquarofilia. Eles são uma das espécies mais populares de peixes ornamentais.

A presença de um casal de acarás pode afastar qualquer outros peixes que estejam por perto pois eles são muito territoriais.

Lembra que citamos sobre as subespécies? Existem no total três espécies de Acarás: o Acará-bandeira, o Acará-Orinoco e o Acará-Anão.

Peixe Acará Bandeira
Peixe Acará Bandeira

Eles não são animais que correm risco de extinção, sua reprodução é muito alta, mas assim como todos os outros animais, eles sofrem com as mudanças climáticas e degradação do seu habitat.
Eles são uma espécie considerada tranquila de ser criada. Muito indicada para aquarofilistas inexperientes, pois o manejo é muito simples. São peixes muito tranquilos e muito resistentes.

Os criadores sempre recomendam que se compre peixes já adultos e comece uma reprodução. Isso porque, caso sejam criados ainda pequenos, há grandes chances de serem parentes e reproduzirem filhotes doentes.

Habitat Dos Acarás

Eles são facilmente encontrados na América do Sul. No rios Amazonas, Solimões, rios do Amapá, rios da Guiana Francesa, entre outros. Nos países Brasil, Guiana, Peru e Colômbia eles são nativos e naturais. Foram também introduzidos em alguns outros países como Suriname. Não são peixes de águas correntes ou violentas. Preferem águas lentas de temperatura até 30° graus. O nome bandeira vem do balançar das suas barbatanas enquanto eles nadam.

A presença deles em rios e lagos diz muito sobre a água que eles preferem. Basicamente eles sempre estão onde há muita vegetação aquática isso significa que eles preferem locais com mais oxigênio e movimento, mas calmos e lentos. Eles são extremamente comuns e populares sendo muito exportados para outros países e para admiradores aquaristas.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *