Home / Animais / Ouriço Do Mar Curiosidades E Fatos Interessantes

Ouriço Do Mar Curiosidades E Fatos Interessantes

Quem vê um ouriço do mar, já percebe que ele, por si, já é um animal bem curioso e interessante. Mas, e que tal saber um pouco mais de fatos inusitados relacionados e esse invertebrado?

É o que vamos ver no texto a seguir, apresentando alguns fatos curiosos a respeito desse animal tão comum em nossas praias.

Encontro Mortal

Nem todas as espécies de ouriços são venenosas, mas, algumas possuem substâncias que podem ser prejudiciais às pessoas. E, esses acidentes são muito fáceis de ocorrer, já que os ouriços focam na costa de praias, no chão, e facilmente alguém pode pisar neles.

A mais perigosa das espécies de ouriços do mar, inclusive, encontra-se no Japão. O chamado ouriço-da-flor (de nome científico Toxopneustes Pileolus) se encontra no Pacífico Indo-Ocidental, e a toxina de seu veneno é bastante forte. A dor ao pisar nele é tão intensa, que muitas das mortes atribuídas a esse animal é por afogamento.

O veneno desse ouriço, na verdade, é uma neurotoxina que causa, entre outras reações, estado de choque e dificuldades em respirar. E, é por isso que um encontro com esse animal pode resultar facilmente em um afogamento.

Um Verdadeiro Ancião

É verdade que a maioria das espécies de ouriços tem uma expectativa de vida bem alta (alguns chegando à marca dos 100 anos facilmente). Mas, o exemplar da espécie ouriço vermelho (de nome científico Strongylocentrotus franciscanus) exagera na dose.

Sendo um animal bastante comum em áreas do Oceano Pacífico, especialmente, na costa leste norte-americana, ele vive a uma profundidade de cerca de 90 m, onde existem poucas ondas. Porém, o que impressiona mesmo é a longevidade: muitos exemplares podem chegar aos 200 anos de vida, facilmente.

Strongylocentrotus Franciscanus
Strongylocentrotus Franciscanus

Ah. É bom ressaltar que a grande maioria dos ouriços do mar vive somente até os 30 anos de idade, sendo esses espécimes que vivem 100 anos ou mais, uma exceção das grandes.

Sem Olhos, Ouvidos, Nem Nariz

Todos os ouriços do mar possuem uma anatomia muito semelhante: corpo quase esférico, coberto por espinhos de consistência dura, mas, móveis. Entre os espinhos, há pequenos prolongamentos, e nas extremidades desses prolongamentos, encontramos pinças que o animal usa para recolher pequenos animais que focam presos ao seu corpo.

Porém, o mais interessante é que eles não possuem olhos, ouvidos ou mesmo nariz. Mesmo assim, já foi comprovado que eles têm os genes que nós, humanos, temos para os sentidos da visão, do olfato e da audição.

É bom salientar que eles possuem boca, que é virada para baixo. Nas espécies herbívoras, sua boca possui um sistema de dentição chamado de lanterna de Aristóteles, composto por cinco dentes. Estes são muito úteis para raspar algas, sendo usados também para cortar pedaços dessas algas, e levá-los à boca.

Primeiro Animal Do Mundo a Ser Clonado

Ao contrário do que muita pensa, o primeiro animal clonado no mundo não foi a famosa ovelha Dolly.

Intencionalmente, o primeiro ser vivo a passar por esse processo foi justamente um ouriço do mar. Por volta de 1885, o biólogo Hans Driesch pegou um embrião desse bicho com apenas duas células.

Após chacoalhar esse embrião em um béquer contendo água do mar, ele conseguiu com que as células se separassem. O resultado? Cada uma delas se desenvolveu de maneira separada e independente, dando origem a dois ouriços. E, estava feito o primeiro clone animal feito pelo homem.

Sem Descanso Com Os Predadores

Mesmo que possuam espinhos por todo o seu corpo, e que, em algumas espécies, esses espinhos sejam venenosos, ainda assim, o ouriço do mar possui uma quantidade razoável de predadores, como, por exemplo, lontras, aves marinhas, peixes e caranguejos.

Porém, o maior predador dos ouriços do mar continua sendo o homem, que, com a degradação do meio ambiente e com a caça predatória, está fazendo muitas populações desses animais desaparecerem. Afinal, o interesse pelo ouriço para consumo humano vem crescendo consideravelmente ao longo dos anos.

Não é à toa que, recentemente, esses animais já se encontram na lista de seres ameaçados de extinção.

Outra Utilidade Para Os Espinhos

Espinho do Ouriço do Mar
Espinho do Ouriço do Mar

Além de serem ótimas armas de defesa, apesar do grande número de predadores, os espinhos também servem para outro intuito: navegação. É bom lembrar que os ouriços do mar não possuem olhos, e, por isso, eles precisam confiar na sensibilidade à luz que a sua pele possui.

Essa questão dificulta bastante a locomoção do animal, mas um facilitador é justamente os seus espinhos, que podem ser apontados na direção da luz, e orientar melhor o ouriço. Por sinal, quanto mais longos os espinhos, melhor a navegação para ele, já que ele terá um alcance maior de sua “visão alternativa”, digamos assim.

Indicador de Mudanças Climáticas

Se tem um animal que pode indicar bem como está a questão do aquecimento global, este é o ouriço do mar. Isso porque, com relativa facilidade, ele reage de maneira bem visível a mudanças no clima, o que está sendo visto por cientistas do mundo todo nesses últimos anos.

Ouriço do Mar Dentro da Água
Ouriço do Mar Dentro da Água

É o que recentemente constatou um trabalho acadêmico, que analisou duas espécies desse animal, o ouriço do mar verde e o pindá. Constatou-se que o mecanismo de defesa deles teve uma leve modificação, especialmente para combater infecções devido ao clima mais quente.

Pouca coisa está conclusiva quanto a essa questão, mas, certamente, esses indicativos podem ser muito valiosos num futuro próximo.

Incrível Absorção De Carbono

Outra descoberta científica bem interessante é que o ouriço do mar tem a capacidade de transformar dióxido de carbono (CO²) em conchas através do níquel. Constatou-se que o seu exoesqueleto possui nanopartículas de níquel (um metal bastante pesado), o que facilita bastante esse processo. É algo muito semelhante ao que as ostras fazem, por exemplo.

CO²
CO²

A questão é que a técnica atual para o sequestro e a absorção de carbono é muito sujeita a riscos de vazamento, fazendo com que esse seja um processo ainda muito perigoso. Com essa descoberta envolvendo os ouriços do mar, novas e mais seguras técnicas podem ser desenvolvidas. Afinal, e é bom lembrar, o níquel afeta negativamente a saúde humana de maneira considerável.

Veja também

Lista de Raças de Galinhas Gigantes Com Nome e Fotos

Se referir a galinhas gigantes relativiza muito a interpretação. Há raças que são tão fofas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *