Home / Animais / Ostra: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Ostra: Curiosidades e Fatos Interessantes Sobre o Animal

Ostras: O Que São

Moluscos de águas marinhas, as ostras nascem e se desenvolvem geralmente em mares abertos onde a água costuma ser salgada. Suas conchas são produzidas com cálcio e ficam fechadas pois possuem um músculo adutor. Na parte mole de seu corpo  geralmente a área que as pessoas comem já que é muito rica em nutrientes  ficam seus órgãos sexuais, boca, estomago, coração, intestino, rins, anus e manto  camada protetora assim como a nossa pele.

Um dos maiores destaques sobre esse animal é pela capacidade de produzir as pérolas, as pedras preciosas. Sua coloração envolvem o ambiente em que a ostra está inserida por conta disso que as pérolas com cor mais creme ou branca são mais valiosas, pois são mais difíceis de serem produzidas graças a ações ambientais em que as águas estão cada vez mais poluídas.

O formato oval também nem sempre é lei. Em alguns casos as pedras preciosas podem ter formato mais achatado, quadrado ou qualquer outra outro de acordo com o corpo do objeto invasor. Sim, as pérolas nada mais que são que organismos que invadiram o corpo das ostras e como mecanismo de defesa foram calcificados.

Abordaremos mais abaixo sobre seu brilho, cores, ambientes em que vivem e muitas outras curiosidades sobre o universo em que as ostras vivem há milhares de anos. Ficou curioso para saber mais? Então, vamos lá!

Ostras: Onde Vivem

As ostras vivem e se adaptam em qualquer local desde que a água não seja fria e nem poluída. A expansão da indústria e a poluição fizeram com que esses animais diminuíssem bem em sua quantidade, além de ser pescados para serem inseridos na culinária gourmet, além da produção de pedras preciosas para joias para pessoas de alta sociedade e renome, já que seu valor é bem caro e expressivo.

A Europa está à frente em peso quando pensamos em produção, países como Inglaterra, França, Portugal e Itália são os principais responsáveis pela comercialização desse molusco principalmente para seus restaurantes que acabam tendo pratos bem expressivos por conta da presença da ostra em seu cardápio.

No Pacífico Sul, existe uma ostra gigante que chega a 500 quilos. Seu nome é Tridacna e possuem uma relação com algas onde a ostra produz elementos essenciais para seu crescimento e sobrevivência e depois se alimenta delas.

Ostras: Como as Pérolas São Feitas

Uma curiosidade que poucas pessoas sabem sobre esse universo é que são somente as ostras produzem pérolas, os mexilhões — animais da mesma categoria  também podem fazer esse processo embora ocorra mais raramente.

A pérola ocorre de uma maneira despretensiosa, quando um organismo que não é bem-vindo invade o corpo das ostras e ela produz uma resina muito conhecida pelo seu nome de madrepérola que envolve em várias camadas conforme os anos o agende invasor. O predador pode ser líquido, mole ou duro, essa substância consegue combater qualquer uma delas.

Quanto maior o tempo de calcificação com a madrepérola, maior o preço da pérola, já que estamos nos referindo sobre um tamanho maior e mais atraente para os vendedores. As que formatos esféricos que são as queridinhas para produção de joias entre outros objetos de valor são feitos pelas ostras aladas.

Ostras: Alimentação

Falar sobre cor das pérolas, envolve falar também de sua alimentação já que são assuntos interligados e que poucas pessoas sabem. O habitat também é algo que deve ser sempre avaliado e pesquisado caso tenha interesse em ingerir ou revender as pérolas desses animais.

As ostras possuem uma capacidade muito grande de sucção, ou seja, elas trazem para dentro de seu interior a algo com os nutrientes como plânctons, algas entre outros que possam ficar boiando em mar profundo. Dentro dela, ela faz a limpeza da água  uma espécie de filtro  e fica em sua boca somente o que ela utilizará para ingestão.

O que ela ingerir que será o principal responsável pela cor de suas pérolas, ou seja, algas de coloração mais escura pode dar pérolas azuis ou verdes, plânctons são responsáveis pela cor mais branca e quanto menor a “filtragem” mais clara a cor de pérola. Isso traz uma dupla responsabilidade de preservação já que esse animal para produzir as pérolas em valor mais acessível precisa de mares mais limpos, além de precisar de um ambiente adequado para sobreviver e consequentemente cumprir seu papel na limpeza de mares e oceanos.

Ostras: Outras Curiosidades

Esse animal por si só já é muito curioso já que algumas pessoas esquecem até mesmo que se trata de um animal muitas vezes. Porém, algumas outras informações são relevantes e interessantes sobre seu universo e merecem ser compartilhadas. Veja abaixo algumas delas.

Ostras Para Comer
Ostras Para Comer
  • Embora sejam animais de tamanho menor perto de grandes espécies como tubarões, baleias, entre outros, as ostras conseguem filtrar mais de 180 litros de água diariamente.
  • Essa filtragem elimina algumas substancias que fazem mal aos oceanos e aumenta significativamente a quantidade de algas entre outras ervas “daninhas” como o nitrogênio. Porém inserir venenos, entre outros elementos que são jogados aos oceanos são fatais para sua saúde.
  • As ostras são hermafroditas que alternam entre os sexos. Ou seja, ela nasce macho e depois na idade adulta 3 anos de idade geralmente  ela pode virar fêmea e colocar muitas ovos e larvas.
  • Uma ostra pequena de 10 centímetros consegue produzir cerca de um milhão de larvas em um único evento de reprodução que geralmente acontece entre as temporadas de primavera e verão, sendo a produção de ovos no inverno que ficam armazenados e protegidos em seu interior da baixa temperatura.
  • Por conta da sua facilidade de reprodução as ostras conseguem formar recifes com diversas espécies que aproveitam de suas calcificações para se protegerem e abrigarem como conchas, cavalos marinhos, estrelas do mar, e até mesmo alguns tipos de peixes quando pequenos.
  • Algumas espécies de ostras são produzem pérolas, por isso as que fazem são chamadas de ostras verdadeiras.
  • As ostras são excelentes alimentos e são utilizadas desde a idade média ou até mesmo antes pelos nossos antepassados, principalmente por conterem zinco que ajudam na produção de testosterona e auxiliam em tratamentos para problemas de origem sexual.

Para saber mais sobre ostras e demais espécies marinhas, continue no Mundo Ecologia.

Veja também

Habitat do Pato: Onde Eles Vivem?

O pato é um animal curioso e cheio de particularidades. Ele está presente na família …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *