Home / Animais / Onde Fica o Chihuahua? Qual o Local de Origem da Raça?

Onde Fica o Chihuahua? Qual o Local de Origem da Raça?

Chihuahua (Estado)

Chihuahua é o maior dos mais de trinta estados do México. Sua capital também leva esse nome (cidade de Chihuahua) e tem mais de oitocentos mil habitantes, assim como sua maior cidade, a Cidade de Juarez.

O estado de Chihuahua foi fundado pelos anos setenta e sofreu algumas mudanças de nome, chegando ao nome oficial em 1824.

Tem um clima bem árido por conta de seus desertos, porém sua paisagem também é composta por reservas naturais, com uma grande quantidade de flores, árvores e animais. É bem próximo dos Estados Unidos, cerca de quatro horas de carro, por isso apesar de ser no país mexicano, é um estado com bastante influência americana.

Em meio a natureza também se encontra um dos maiores locais para geração de energia solar, sendo proporcional ao tamanho de mais de dois mil campos de futebol, com mais de 2 milhões de painéis solares, foi inaugurada em 2018 e sua energia pode suprir a demanda de mais de um milhão de casas.

Pontos Turísticos do Estado de Chihuahua:

  • Museo del Desierto
  • Barrancas del Cobre
  • Museo de los Menonitas
  • La Sierra Tarahumara
  • Lo Chepe
  • Gruta Del Nombre de Dios
  • Passeio em Troile pela cidade para conhecer o centro histórico
  • Cañon de Pergus
  • Paquime
  • Majalca
  • Desierto de Chihuahua
  • Grutas de Coyame

Chihuahua – Descendente da Raça Techichi

Raça Techichi
Raça Techichi

O cão Chihuahua tem esse nome por conta de uma cidade do país mexicano, que também fica em um estado que tem o nome de Chihuahua. Essa cidade faz divisa com a cidade do Texas e do Novo México, pode-se dizer que foi uma das primeiras raças a serem encontradas no continente americano, senão a mais antiga. Os estudiosos da área acreditam que a raça Chihuahua evolui a partir de uma linhagem de cão selvagem, chamado Techichi.

Certos historiadores afirmam que o Chihuahua que conhecemos atualmente se descendeu a partir de uma mistura entre as raças Techichi e a raça de um cão sem muita pelagem, que veio da China para a América do Norte através do Estreito de Bering a partir dos anos setenta.

A parte folclórica do animal é cheia de surpresas e até mesmo fatos tristes. A população Tolteca cuidava desses cães Techichi próximos de suas casas, pois os animais eram usados para sacrifícios, da seguinte maneira, sempre que um membro daquela família falecia, o Techichi era cremado junto a ele pois era conhecido como um animal que guiava as almas pelo submundo.

Raça Techichi na Grama
Raça Techichi na Grama

Após uma guerra, os Astecas dominaram e extinguiram a população Tolteca, e utilizaram os Techichi para alimentação, e também se aproveitaram de sua pele para criação de roupas, além de acreditar que os cães teriam poderes de cura e também de saber sobre o futuro.

Os Techichi não foram mais vistos a partir dos anos cinquenta, quando os espanhóis chegaram a América. Porém existem desenhos e até mesmo esculturas desse cão que é de extrema semelhança ao Chihuahua que conhecemos hoje em dia.

Características do Cachorro Chihuahua

Os primeiros animais da raça Chihuahua foram encontrados pelos anos oitenta, no México, onde os comerciantes aproveitavam de sua fácil captura devido ao seu tamanho e os vendiam para turistas americanos. Eles se popularizaram nos Estados Unidos e nos anos noventa os Chihuahuas foram registrados no American Kennel Club (AKC), um dos grandes clubes de registro de gerações de cachorro com raça pura do país.

Dizem que a história dos Chihuahua em si se deu pelos anos setenta, quando os espanhóis vieram da China com cães de raças menores e cruzaram com cães nativos mexicanos, como vimos acima, os Techichi. Após a extinção dos Techichi, só foram encontrados os Chihuahua no estado que originou seu nome.

Os primeiros Chihuahuas não tinham pelos compridos, essa outra característica de novos Chihuahuas se deu após os primeiros cães terem sido exportados e vendidos para os Estados Unidos e cruzados com a raça de Spitz alemães e outros cães de pelagem mais cumprida.

Apesar de ser um cão toy, e também conhecido como o menor cachorro do mundo, o Chihuahua é da família terrier, um cão mais bravo que não se dá muito bem com estranhos e por isso são excelentes guardiões e protetores.

Costuma se apegar a uma das pessoas da casa e não é aconselhado para crianças menores de oito anos de idade apesar de terem muita energia e serem bem brincalhões, e por essa característica chamarem a atenção dos pais na hora da escolha de um cachorro para o lar, se tornam ariscos quando invadem seu espaço ou com pessoas que tenham um comportamento “irritante” como é o caso de crianças menores.

Também não é aconselhável outro animal de estimação junto ao Chihuahua quando ele é o cachorro mais antigo da casa, pois pode ter ciúmes de compartilhar seu dono e ser bastante agressivo. Porém quando inserido junto a outro animal mais antigo, e esse também goste de ter seu próprio espaço, eles podem ter uma habituação mais tranquila e não trazer tantos problemas em relação a sua personalidade.

É conhecido popularmente como um cão bem difícil de ser treinado, precisando de exercícios suaves e muita paciência de seu tutor, além de ter cuidado quando treiná-lo em ambientes que tenham outros cães ao redor, pois o Chihuahua não se aflige em relação ao seu tamanho e avança em outros animais sem pensar nas consequências. Pode-se dizer que essas características foram herdadas do Techichi como vimos acima, pois se tratava de um cão selvagem.

Treinando Chihuahua
Treinando Chihuahua

Apesar dos defeitos vindos de seu temperamento difícil, é um excelente cão para famílias pequenas, como um casal que more em apartamento, pois o Chihuahua não precisa de muito espaço para se entreter e nem muita atividade física, é muito carinhoso quando confia em seus donos com o decorrer do tempo, não necessita de muita comida, gosta de lugares mais quentes como nos continentes americanos e vive por muito tempo, sendo suscetível a poucas doenças.

As doenças que podem atingir os Chihuahuas são um pouco diferentes que dos outros cães, sendo a mais comum a hipoglicemia, mas que pode ser tratada de maneira muito simples quando descoberta em estágio inicial, e também cuidados em relação a sua moleira, para evitar que acidentes ocorram na região ou objetos caiam e atinjam a cabeça do animal.

Veja também

Araçari-de-Pescoço-Preto: Características, Nome Cientifico e Fotos

As aves são essenciais para todo o mundo, já que a partir das aves as …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *