Home / Animais / O Que Passar no Chão Para o Cachorro Não Urinar?

O Que Passar no Chão Para o Cachorro Não Urinar?

Existem situações inevitáveis e imprevisíveis, onde os cachorros, por acidente, podem defecar e fazer xixi dentro de casa. Provocando um mal cheiro e trazendo muito constrangimento.

Além de o cachorro se acostumar a fazer isso, pode ocorrer também desse fato se tornar atraente para outros cachorros da vizinhança ou cachorros de rua.

Que também podem adquirir o hábito de fazerem suas necessidades no portão da sua casa ou jardim, provocando mal cheiro e deixando os animais de estimação bem nervosos, pois eles podem se sentir afrontados dentro do seu território.

Portanto, diante dessa situação, é recomendado o uso de repelentes para cachorros. Porém, é preciso, antes de mais nada, que você utilize somente produtos naturais, que não prejudique a saúde do animal.

Sendo assim, iremos mostrar aqui o que você pode passar no chã para o cachorro não fazer xixi, mas sem causar qualquer problema para a saúde do seu animal de estimação.

Repelente Caseiro Para Cachorros: Medidas Preventivas

É de suma importância que, antes de começar a aplicação do repelente, seja feita uma higienização completa no local que o fez xixi ou defecou. Para isso, utilize instrumentos de proteção apropriados, como luvas, máscara, evitar o uso de produtos de limpeza, como é o caso da água sanitária, por exemplo, ou que contenha produto amoníaco.

Pois esses produtos incentivam o animal a voltar fazer suas necessidades nas mesmas áreas. Afinal de contas, a urina dos cachorros contém amoníaco. Sendo assim, escolha produtos enzimáticos. Pois eles, além de mais eficazes, são também mais sustentáveis.

É preciso utilizar os produtos corretos para a limpeza da urina. Também é recomendado que sejam utilizadas toalhas absorventes, pelo menos até que a maioria do líquido seja retirado.

Outra dica seria evitar esfregar a toalha em tapetes, cortinas ou carpetes onde o cachorro fez xixi. Pois isso pode fazer o mal cheiro ficar impregnado um tempo maior nos tecidos de maior profundidade.

Repelente Caseiro Para Cachorros

Após a secagem da urina, é preciso desinfetar a área com produtos enzimáticos, ou molhe a toalha em uma mistura de sabão neutro com água.

No caso de o cachorro ter defecado, é indicado que seja utilizado papel ou toalha absorvente, e que se desfaça dos mesmos, colocando-os em embalagem apropriada.

Depois, você pode desinfetar a região utilizando os mesmos produtos de limpeza, aqueles que contém substâncias enzimáticas, ou uma toalha com sabão e água, até retirar as fezes totalmente.

Após a higienização, pode aplicar o repelente caseiro, para impedir que o animal venha a fazer suas necessidades na mesma área novamente.

Sobre os Repelentes Naturais

Quando se trata de repelentes naturais para cachorros, é muito importante avaliar os que possuem em sua composição os produtos que exalam mal cheiro, que sejam ruins para os cães. Enfim, o segredo para um ótimo resultado é esse.

Só assim eles vão se manter afastados de dentro de casa ou mesmo em áreas externas, onde que a sua presença não seja conveniente.

Devemos lembrar, que para manter os cachorros distantes, para que eles não urinem ou defequem dentro de casa, temos que fazer de um jeito que a convivência não fique insuportável, chata ou perigosa.

Por isso, é bom optar pelos repelentes que tenham em sua composição substâncias eficientes, mas que não sejam agressivas a ponto de provocarem reações alérgicas, irritação, ou até mesmo que possa oferecer risco de morte aos animais.

Repelentes Mais Recomendados Para Cachorros

O famoso limão, tão utilizado como ingrediente em diversas receitas, também pode ser utilizado como repelente para cachorros, pois eles se sentem incomodados.

Mas você sabe o que causa esse incômodo? Isso se deve ao fato de os cachorros sentirem aromas cerca de quarenta vezes mais que os humanos, pois seu nariz possui cerca de 300 milhões de células olfativas. Com isso, o cheiro forte do limão se torna insuportável para eles.

Mas, para ter o efeito desejado, o limão deve ser utilizado como repelente para o cachorro não urinar nem defecar em casa. Para isso, ele deve ser usado na sua forma natural, sem acrescentar produtos químicos.

O preparo do repelente de limão deve ser feito com 100 ml de suco de limão, misturado a 50 ml de água, e uma colher de sopa de bicarbonato de sódio. Em seguida coloque todo o liquido em um borrifador para melhor aproveitamento do repelente.

Após a higienização, pulverize nos locais e deixe agir por cerca de 30 minutos. Você pode repetir o procedimento sempre que for preciso.

Repelente Para Cachorro Com Álcool Antisséptico

Utilizado normalmente para desinfetar feridas, o álcool antisséptico possui poderosas propriedades antibactericidas. Até mesmo para os humanos, seu cheiro é forte, sendo ainda mais forte para os cachorros.

Por isso, ele traz grande incômodo para esses animais. É imprescindível que o cachorro seja mantido longe do local onde será aplicado esse produto. Pois, se o animal lamber ou tiver contato com o produto, pode ter problemas digestivos futuramente.

Se área que deseja manter os cachorros afastados é o jardim, deve-se misturar o álcool em um pouco de água, borrifar o álcool fora do vaso das plantas, mas nunca diretamente nelas.

Repelentes Caseiros Não Recomendados Para Cachorros

Ao escolher o tipo de repelente que irá ser utilizado para afastar os animais, com o objetivo de impedir que eles urinem ou defequem em casa, observações importantes devem ser feitas.

Os métodos usados não devem ser prejudiciais à saúde do cachorro, ou outros possíveis animais que rodeiam sua casa. Nunca devem ser utilizados esses produtos em sua composição:

  • Pimenta picante;
Pimenta picante;
  • Produtos com amoníaco;
Produtos com amoníaco
  • Naftalina,
Naftalina
  • Cloro.
Cloro

A pimenta possui uma substância chamada capsaicinoides que, por ser picante, irrita as mucosas, o que só vai criar um ambiente hostil para o seu cachorro ou outro animal. A naftalina é altamente tóxica para os cachorros.

O consumo, mesmo que acidental, pode levar à morte do animal. Os produtos que contém amônia ou cloro, são substâncias tóxicas para os cachorros. Além do perigo que representa para o seu animal, muita das vezes o efeito desejado acaba não acontecendo.

Pelo contrário, o cheiro que essas substâncias exalam é bem parecido com a urina dos cães, o que pode atrai-los ao invés de afastá-los da área desejada. Pois cria nos cães a falsa ideia de que, possivelmente, outro cachorro invadiu seu território, reforçando assim sua atitude de rivalidade, em querer marcar território.

Mas, independente do repelente utilizado, o adestramento deve ocorrer desde o primeiro contato do cachorro em sua casa. É muito importante que ele seja educado, tenha a percepção, desde pequeno, que sua casa tem regras e fora dela também. Para evitar desconforto com a vizinhança.

No caso dos machos, a castração diminui, em média, em torno de 40% esse tipo de comportamento.

Veja também

Comportamento do Vombate, Hábitos e Modo de Vida do Animal

Você já ouviu falar do vombate? Caso não, pode ficar tranquilo. Este animal não é …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *