Home / Animais / Nome Cientifico do Leão e Classificações Inferiores

Nome Cientifico do Leão e Classificações Inferiores

Muitos pensam que só existe um tipo de leão, e pronto. Mas, não é bem assim. Existem alguns tipos diferentes bem interessantes desse felino, e que merecem ser conhecidos (e, claro, preservados).

Vamos conhecer, então, quais as principais subespécies, além de saber mais alguns detalhes desse incrível animal?

Leão: Nome Científico e Outras Descrições

Panthera leo é o nome científico dado ao leão, e cuja espécie pode ser encontrada tanto em partes do continente africano, quanto em todo o continente asiático. Neste último caso, as populações de leões são formadas por indivíduos remanescentes que vivem no Parque Nacional da Floresta de Gir, no estado Gujarat, localizado na Índia. Já na África no Norte, os leões foram completamente extintos, bem, como no Sudoeste Asiático.

Até cerca de 10 mil anos atrás, no entanto, esses felinos eram os mamíferos terrestres mais difundidos de nosso planeta, só perdendo, claro, para os seres humanos. Nesse tempo, era encontrado praticamente em toda a África, em muitas localidades da Eurásia, na Europa Ocidental, na Índia e até mesmo no ponto das Américas (mais precisamente Yukon, no México).

Atualmente, o leão está entre os 4 grandes mamíferos da Terra, só perdendo em termos de tamanho para o tigre. A pelagem, em geral, só possui uma única cor, que é o castanho, e os machos possuem uma juba que é bem característica desse tipo de animal. Outra peculiaridade a respeito dos leões é que eles possuem um tufo de pelos na ponta de suas caudas, além de uma espora escondida em meio a esses tufos.

O habitat desses animais são as savanas e as pastagens abertas, mas é o tipo de mamífero que também pode ser encontrado em regiões de arbustos. Trata-se de um animal bastante sociável, que vive em grupos formados basicamente pelas leoas e suas crias, o macho dominante e mais alguns machos que são jovens e que ainda não alcançaram a maturidade sexual. A expectativa de vida deles é de 14 anos na natureza e 30 em caso de estarem em cativeiro.

E, quais as classificações inferiores de leões existentes?

Como acontece com muitas espécies de felinos, o leão possui muitas subespécies, as quais podemos dizer que e tratam de “classificações inferiores”, cada um com uma característica distinta. A seguir, vamos falar de cada uma delas.

Leão-Asiático, Leão-Indiano ou Leão-Persa

Subespécie ameaçada de extinção, o leão-asiático é um dos grandes felinos pertencentes a esse continente, ao lado do tigre de bengala, do leopardo das neves, do leopardo nebuloso e do leopardo indiano. Um pouco menores do que os leões africanos, eles podem pesar, no máximo, 190 kg (no caso dos machos) e a medir um pouco mais de 2,80 m de comprimento. Seu nome científico é Panthera leo leo.

Panthera Leo Leo
Panthera Leo Leo

Leão-do-Nordeste-do-Congo

Felino que vive no leste africano, o leão-do-noroeste-do-congo é descrito como o mais alto predador das savanas. A sua exata distribuição geográfica abrange desde a floresta de Uganda até o nordeste da República Democrática do Congo. Importante salientar que a subespécie é amplamente protegida em áreas de conservação, já que ela é uma dentre várias que também se encontra em risco de extinção. Seu nome científico é Panthera leo azandica.

Leão-do-Nordeste-do-Congo
Leão-do-Nordeste-do-Congo

Leão-do-Katanga, Leão-do-Sudoeste-Africano ou Leão-Angolano

Essa subespécie do felino pode ser encontrada na Namíbia (mais precisamente no Parque Nacional Etosha), em Angola, no Zaire, no oeste da Zâmbia, no oeste de Zimbabwe e no norte do Botswana. Seu cardápio é composto de animais de grande porte, como zebras, gnus e búfalos. Ao contrário de outras subespécies, a juba dos machos é única, o que confere um ar ainda mais peculiar a esse tipo de leão. Seu tamanho gira em torno de 2,70 m e seu nome científico é Panthera leo bleyenberghi.

Leão-do-Katanga
Leão-do-Katanga

Leão-do-Transvaal ou Leão-do-Sudeste-Africano

Habitando o Transvaal e a Namíbia, essa subespécie de leão é, atualmente, a maior subespécie existente desse felino, podendo chegar a 250 kg de peso. O seu habitat são as savanas, as pradarias e as regiões semi-áridas dos países onde vivem. Como curiosidade, existe uma mutação genética nesse tipo de leão, chamada de leucismo, o que faz com que alguns exemplares nasçam totalmente brancos, como se fossem albinos. Seu nome científico é Panthera leo krugeri.

Leão-do-Transvaal
Leão-do-Transvaal

Leão-do-Senegal ou Leão-da-África-Ocidental

Subespécie de leão bastante ameaçada de extinção, ela tem uma população bem isolada, de apenas algumas dezenas de indivíduos. Nos últimos anos, tem havido esforços dos mais diversos tipos para preservar esse animal.

Leão-do-Senegal
Leão-do-Senegal

Subespécies já Extintas

Além dos tipos de leões que conseguiram sobreviver até os dias de hoje, existem aquelas subespécies que, até não muito tempo atrás, habitavam regiões da África e da Ásia, mas, que foram recentemente extintas.

Uma dessas subespécies é o leão-do-atlas, extinto já no século XX. Ele era encontrado numa extensão que ia do Egito até Marrocos, o os machos possuíam uma característica juba preta, que diferenciava bem essa subespécie das demais. Viviam em áreas montanhosas e florestadas.

Outro que foi extinto há certo tempo atrás foi o leão-do-cabo, que habitava o sul da África do Sul. Registros indicam que ele teria sido completamente extinto em 1865. Era o maior leão que viviam nas regiões sul-africanas, chegando a pesar 320 kg, e a medir mais de 3,30 m de comprimento. Ao contrário da maioria dos leões, vivia uma vida solitária, de predadores oportunistas. A juba dos machos era negra, que ia até o seu ventre.

Algumas Curiosidades sobre os Leões

Pra quem não sabe, são as leoas que fazem todo o trabalho duro do grupo. São elas, por exemplo, as responsáveis pela caça, pela vigia noturna e pela liderança do bando. Apesar disso, são os machos que comem primeiro na hora das refeições. Somente depois de se sentir satisfeito, que ele cede lugar para as fêmeas e os filhotes comerem a caça.

Os pequenos leões já são ensinados a caçar com onze meses de vida, apesar de, nesses primeiros momentos, receberem toda a proteção possível de suas mães, até mesmo por conta de predadores como chacais e leopardos. Somente com dois anos de idade os leões estão aptos a se tornarem independentes.

E, sabe o famoso rugido do leão? Pois bem, ele é tão potente que pode ser ouvido a cerca de 8 quilômetros de distância.

Veja também

Chimpanzé Bonobo: Características, Nome Científico e Fotos

O bonobo é uma espécie de chimpanzé que possui o nome científico de Paniscus. Podem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *