Home / Animais / Nome Científico da Girafa e Classificações Inferiores

Nome Científico da Girafa e Classificações Inferiores

Desde crianças temos um desejo de ver animais exóticos para nós. Os populares são normalmente encontrados no continente Africano, como os leões e as girafas! As girafas são muito conhecidas mundialmente, e são um atrativo turista gigantesco para determinados países da África.

Entretanto, o turismo desse animal nem sempre é bom, pois pode chamar a atenção e resultar em caças ilegais e tráfico de animais. De qualquer forma, a peculiaridade desse animal é encontrada em seu pescoço, considerado o maior pescoço de todos os animais do mundo. E, é claro, de seu comportamento que também é muito interessante. E é sobre esse esplêndido animal que iremos falar no post de hoje. Iremos mostrar o nome científico das girafas e suas classificações, além de seus características.

Características Físicas das Girafas

O que mais chama a atenção de cara nesses animais são suas características físicas. Eles são mamíferos, e considerados os animais mais altos do mundo. Isso devido seu longo pescoço e suas gigantescas pernas. É fácil olharmos somente para os pescoços desses animais, porém suas pernas também são incríveis.

Para ter noção, a perna de uma girafa adulta pode chegar a ter 1,80 metros de comprimento. E apesar de serem muito grandes, ainda conseguem uma boa velocidade. Quando precisam ir de vez para fugir de algum predador, chegam aos 56 km/h. Já quando estão percorrendo distâncias maiores, em busca de alimento, por exemplo, ficam em torno de 16 km/h.

Seu pescoço não está ali só para deixar o animal mais extravagante e chamativo. Ele possui uma função. Como as girafas são animais herbívoros, elas se alimentam somente de plantas. Nesse caso, o pescoço longo serve para alcançar as folhas altas, pois há uma teoria de que quanto mais alta a folha está, melhor ela é.

Outro fator que ajuda em sua alimentação é a língua desses animais. Suas línguas possuem um tamanho enorme também, podendo passar dos 50 centímetros de comprimento. Sua cauda também pode chegar a medir 1 metro, e o peso varia entre 500 quilogramas e 2 toneladas. Essa variação de peso é de acordo com a espécie e região de cada girafa.

A coloração da girafa é clássica. Pelagem amarelada escuro (podendo levemente variar de espécie para espécie), com manchas escuras amarronzadas por todo o seu corpo. O formato da mancha também é algo que varia, especialmente diferencia as girafas do sul e do norte da África. Em seu ventre, a coloração do pelo é branco. Essa cor de pelo é ideal, pois ajuda na camuflagem.

Nome científico das Girafas

  • Girafa-reticulada – Giraffa reticulada.
Giraffa Reticulada
Giraffa Reticulada
  • Girafa-do-kilimanjaro – Giraffa tippelskirchi.
Giraffa Tippelskirchi
Giraffa Tippelskirchi
  • Girafa-núbia – Giraffa camelopardalis.

  • Girafa-sul-africana – Giraffa giraffa
Girafa Sul Africana
Girafa Sul Africana

Habitat das Girafas

O habitat de um animal ou planta é basicamente onde ele pode ser encontrado, onde ele habita. No caso das girafas, naturalmente, elas ficam localizadas somente no continente Africano. É possível encontra-las, é claro, em outros lugares do mundo, porém foram trazidas e normalmente ficam em zoológicos ou lugares com acompanhamento científico.

Seu lugar preferido é o Deserto do Saara. Entretanto, você as encontra divididas em dois grupos: as girafas do sul, e as girafas do norte. As do norte são tricornes, com a pelagem sendo reticulada, ou seja, tem linhas e nervuras. Enquanto que as do sul, não possuem corno nasal, e sua pelagem possui manchas irregulares.

Podem se adaptar em qualquer lugar basicamente, como na savana africana. Mas preferem campos e matas mais abertas, onde possuem uma maior possibilidade de alimentos. Existe uma espécie de girafa, a da Angola, que pode ser encontrada em locais desérticos também. Essa adaptação é ideal para sua localização.

Nicho Ecológico e Comportamento das Girafas

O nicho ecológico corresponde ao conjunto de hábitos e feitos durante todo o dia por um determinado ser vivo, planta ou animal. As girafas possuem um nicho ecológico bem interessante e diferente. O primeiro de todos, é que das 24 horas do dia, 20 elas passam se alimentando, 2 dormindo e as outras 2 que sobram fazendo qualquer outra coisa.

Isso porque a girafa se alimenta de folhas, que não possuem um valor nutritivo muito alto. Sendo assim, precisam estar se alimentando o tempo todo para conseguir suprir a necessidade nutritiva de seu corpo. Quando vão dormir, costumam dormir em pé, pois é mais fácil de fugir caso algum predador acabe aparecendo do nada. Somente quando se sentem extremamente seguras que elas se deitam para dormir. Nas savanas, raramente isso ocorre. Como falamos, seu sono não é muito. Na realidade, conseguem sobreviver dormindo um total de apenas 20 minutos por dia. E esse cochilo pode ser feito com pausas. Tudo para se manter em alerta de predadores. Parece até louco, certo?

Elas andam em grupos de normalmente seis girafas, raramente mais que isso, e são completamente silenciosas, mesmo com todo seu tamanho. Em sua lista principal de inimigos consta: leões, hienas, crocodilos e o homem (principalmente pela caça ilegal e a destruição de seu habitat). Um fato interessante desse animal, é em relação à sua pelagem. Assim como as nossas digitais, e as listras das zebras, cada pelagem de uma girafa é única. Ou seja, não existe nenhuma girafa igual a outra.

Classificação da Girafa

A girafa possui quatro espécies, como falamos anteriormente. Cada uma delas possui o nome científico diferente, pois são espécies diferentes. Porém, todas possuem classificações anteriores iguais. Veja a seguir exatamente a classificação das girafas:

  • Reino: Animalia (animal)
  • Filo: Chordata (cordados)
  • Classe: Mammalia (mamíferos)
  • Ordem: Artidactyla
  • Família: Giraffidae
  • Gênero: Giraffa
  • Exemplo de espécie: Giraffa camelopardilis (a que acreditavam ser a única até 2016)

Esperamos que o post tenha te ajudado a aprender e entender um pouco mais sobre as girafas, seu nome científico e classificação. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você pode ler mais sobre girafas e outros assuntos de biologia aqui no site!

 

Veja também

Arara Fala ou Não? Quais Espécies? Como Ensinar?

Muitas pessoas confundem arara com papagaio. Este último, inclusive, consegue imitar, à perfeição, a voz …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *