Home / Animais / Morcego-de-Bigodes: Características, Fotos e Nome Científico

Morcego-de-Bigodes: Características, Fotos e Nome Científico

O morcego-de-bigodes é uma espécie extremamente rara e recentemente catalogada. Seu nome científico é Myotis mystacinus e ele é um dos representantes das inúmeras espécies de morcegos europeus. Apesar de ser uma espécie reconhecidamente européia esse morcego também é encontrado desde a Irlanda, Norte da Península Ibérica e Marrocos até à Coréia e Japão e também ocorre nos Himalaias Ocidentais e Sul da China. O habitat exato desses animais ainda não foi definido com absoluta certeza pois existem poucas pesquisas sobre essa espécie de morcego e inúmeras outras espécies semelhantes que acabam por ser confundidas com o Myotis mystacinus .

Principais Características Do Myotis Mystacinus

O morcego-de-bigode é um mamífero de pequeno porte e sua envergadura tem entre 190 a 225 mm. O pelo dessa espécie de morcego é bastante escuro e crespo e esse animal tem um comportamento tipicamente agitado.

Os morcegos-de-bigode podem ser encontrados distribuídos em uma gama bastante grande de habitats, eles podem ser vistos em áreas urbanas, em montanhas ou em locais agrícolas e florestas, além de que, durante o verão a característica de seu comportamento agitado se sobressai e o Myotis mystacinus agita-se em fendas de rochas, em edifícios ou em buracos de árvores.

Nos períodos mais frios essa espécie faz a hibernação. Nessa época os morcegos preferem locais subterrâneos para se abrigar.

Essa espécie é frequentemente encontrada próxima aos seres humanos, e principalmente, nos arredores de locais que contem água.

Uma característica muito importante do morcego-de-bigodes diz respeito a sua ecolocalização. As frequências usadas pelo M. mystacinus para a ecolocalização são de aproximadamente 34-102 kHz, e tais freqüências possuem energia de 53 kHz e têm uma duração média de 3,0 m/s.

Hábitos Alimentares do Morcego-de-Bigodes

Morcego-de-Bigode Mostrando os Dentes
Morcego-de-Bigode Mostrando os Dentes

O morcego-de-bigodes caça nos entornos de margens de vegetações, em campos abertos ou sobre corpos d’água. Sua dieta é bastante diversificada, e assim como a maioria dos morcegos, ele se alimenta de insetos.

O M. mystacinus se alimenta de mosquitos, libélulas, escaravelhos e borboletas noturnas. Eles capturam suas presas com vôos rasantes rápidos e ágeis nas proximidades da superfície onde se encontra o inseto.

Apenas um morcego pode consumir centenas de mosquitos e outros insetos em uma única noite.

Reprodução dos Morcegos-de-Bigodes

A fase de reprodução do M. mystacinus varia se o espécime é macho ou fêmea. Um morcego macho somente atinge maturidade sexual por volta de seus doze meses de vida. Por outro lado, os morcegos fêmea somente atingem a idade de reprodução quando completam entre 2 e 3 anos de idade.

A espécie M. mystacinus apresenta pouco dimorfismo sexual, ou seja, não existem características físicas muito diferentes entre indivíduos machos e indivíduos fêmea, e se compararmos superficialmente dois morcegos dessa espécie de sexos diferentes, eles parecerão iguais.

Reprodução dos Morcegos-de-Bigodes
Reprodução dos Morcegos-de-Bigodes

O acasalamento dos morcegos-de-bigode acontece entre o final do outono e inicio do inverno europeu. Ao final de aproximados dois meses a fêmea dá a luz a um filhote, e em casos muito raros podem nascer dois.

Os filhotes de M. mystacinus voam com a mãe, pendurados em suas mamas, até o fim do período de aleitamento.

Quando os filhotes desses morcegos completam cerca de 5 semanas de vida começam a voar sozinhos. Ao decorrer da metade da estação de verão europeu é que os filhotes finalmente se tornarão independentes.

Ameaças para a Espécie de Morcego-de-Bigodes

O morcego-de-bigodes não é considerado atualmente como uma espécie que está correndo risco de ser extinta. Porém, existem alguns fatores que podem por em risco a existência dessa espécie rara, fatores esses que já estão sendo analisados como um risco eminente pelos especialistas.

A primeira causa de ameaça para os M. mystacinus são as perturbações dos abrigos por parte da ação humana. Além disso, o desmatamento desenfreado e as queimadas territoriais destroem as florestas virgens que são umas das principais áreas de habitats desses animais.

Contudo, o fator de ameaça mais preocupante para os especialistas são os usos generalizados e desenfreados de pesticidas que diminuem a diversidade de insetos, fonte principal da alimentação dos morcegos, e também contamina e pode matar esses animais pela ingestão de insetos contaminados.

Características Gerais dos Morcegos

Os morcegos são animais mamíferos da ordem Chiroptera. Os integrantes dessa ordem possuem uma membrana fina de pele entre seus dedos, sendo que essa membrana se estende até as patas se conectando com as laterais do corpo do animal, formando assim uma asa.

Esses mamíferos possuem extrema distinção com as aves, e dentre um dos motivos é que não possuem penas suportadas por seus ossos.

Os morcegos são os únicos da classe dos mamíferos que possuem a capacidade de voar.

Esses animais representam no ecossistema pelo menos um quarto de todas as espécies já catalogadas do mundo. Existem cerca de 1116 espécies descobertas e essas possuem um enorme diferença de formatos e tamanhos entre elas. Alguns morcegos podem ter envergadura de 5 centímetros e outros envergadura de incríveis 2 metros.

Além disso, esses mamíferos possuem sem dúvida alguma uma grande capacidade de adaptação e estão presentes em quase todos os locais do mundo, somente não sendo encontrados nos pólos do planeta.

Características Gerais dos Morcegos
Características Gerais dos Morcegos

A alimentação dos morcegos é a mais variada entre as espécies de mamíferos. Eles podem se alimentar de frutas, sementes, folhas, néctar, pólen, insetos, pequenos vertebrados, de peixes ou de sangue. A maioria dos morcegos, cerca de 70%, consome insetos e são chamados de insetívoros. Boa parte das outras espécies é frutívora, ou seja, alimenta-se de frutas e elementos pertencentes à flora. Apenas 3 espécies são hematófagas, também conhecidas como vampiros, pois se alimentam de sangue.

Vale destacar também, que os morcegos são de grande importância para toda a estrutura e dinâmica dos ecossistemas uma vez que atuam na polinização das plantas, atuam como dispersores de sementes, como predadores naturais de insetos, principalmente pragas agrícolas, e são mantenedores de nutrientes em ambientes de cavernas.

Além de todas essas características impressionantes, os morcegos ainda possuem o chamado sentido de ecolocalização (conhecido também como biossonar ou orientação via eco) que eles utilizam para se orientarem na escuridão da noite, para buscar alimentos e para se comunicarem uns com os outros.

Veja também

Canguru-Cinza-Ocidental

Cangurus São Violentos? Eles São Perigosos Para Humanos?

Para quem não conhece a vida fora do próprio país, conhecer lugares do outro lado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *