Home / Animais / Mini Furão À Venda: Onde Encontrar? É Legalizado?

Mini Furão À Venda: Onde Encontrar? É Legalizado?

A importação de furões no Brasil não é proibida, desde que atenda os regulamentos como vacinação, documentação e identificação da espécie. Os furões hoje são resultado de domesticação e diversas transformações para oferecer diversidade de cores e mesmo tamanhos.

Porém, aproveitaremos este tema principalmente para alertar. Muitas vezes, na ânsia de obter um animal exótico, pessoas desinformadas não parecem estar atentas ou talvez não se importem mesmo com o que é feito a esses animais a fim de suprir a demanda desgovernada do mercado.

Mini Furão a Venda: Onde Encontrar? É Legalizado?

É até possível que exista sim furões com uma características física de menor dimensão que o padrão comumente conhecido. E, se existir, talvez consiga ofertas destes do mesmo modo que consegue dos furões de um modo geral. Hoje a internet tem facilitado muito a aquisição de espécimes.

Quantos as questões de legalização, sempre incentivamos aqueles que desejam adquirir que sejam criteriosos em sua pesquisa de ofertas, analisando detalhes imprescindíveis como saúde do animal, condições de criação, informações de origem e tudo o mais que for necessário para garantir o bem estar do animal e de sua família, quem conviverão com o bichinho de estimação.

Como já dissemos no início, existem regras e regulamentos que devem ser aplicados, mas infelizmente a ilegalidade é muito comum e, com efeito, muitos furões sofrem maus tratos por todos os lados, quando não acabam abandonados. Citaremos agora duas situações graves que infelizmente ocorrem no mercado mundial como um todo.

Concorrência Desleal Que Só Vitimiza O Animal

Certamente, essa é uma condição que ocorre tanto com furões como com muitos outros animais em cativeiros a espera de novos donos. Quando se vê furões em oferta, nota-se que os preços divergem. E sempre se vê ofertas bem abaixo do preço usual para a espécie. Com efeito, aqueles considerados caros demoram a serem adquiridos.

Porém, embora não seja uma regra, é sempre importante lembrar que algo vendido barato demais merece desconfiança. No caso de furões, especialistas alertam para a questão sanitária em que estes ‘furões mais baratos’ são submetidos à espera de adoção. Muitos animais são vendidos por pessoas sem escrúpulos que só visam o lucro.

Com efeito, esses animais são capturados e jogados em ambientes insalubres e alimentados de forma inadequada até serem vendidos. Preocupações importantes como vacinação em geral é ignorada e, quando acontece de não serem vendidos, são jogados como lixo ou largados nas portas de associações para que não tenham de continuar cuidando e alimentando animais que não são vendidos rapidamente.

A tendência em muitos casos é baixar a oferta a preços bem abaixo do mercado pra que saiam logo. E quem compra os animais dessa forma também contribuem pra que esse tipo de mercado inescrupuloso continue ativo. Portanto, pense duas vezes antes de se sentir atraído por um furão em oferta muito barata.

Entenda que um criador sério e responsável escolhe passar 5 ou mais horas por dia cuidando de seus furões, mantendo seus filhotes o tempo que for necessário, curando e vacinando, e oferece uma genealogia de acompanhamento. Tudo isso custa dinheiro como adquirente, mas também é garantia de uma certa ética e respeito pelo animal.

Mini Furão Ou Filhotes Desmamados Cedo Demais?

Há casos lamentáveis de furões em oferta como mini, mas que na verdade são filhotes. Embora seja usual que um furão seja vendido enquanto jovem pra melhor adaptação a seu novo lar e dono, existe critérios para o desmame. Um furão assim invariavelmente ainda é um animal não vacinado, não seguido por um veterinário, e que não terá recebido vermífugo antes de deixar sua gaiola de cativeiro inadequada.

É claro que um animal vendido assim provavelmente não terá identificação, genealogia, rastreabilidade, e o furão em questão pode nascer de uma união consanguínea ou de pais com defeitos genéticos que afetarão sua saúde futura. Então, ao adquirir um furão assim, na maioria das vezes você está pagando para pessoas que só querem ganhar dinheiro fácil sem ter que gastar cuidando dos pais, muito menos dos filhotes. Arrisca-se a adquirir um bebê desmamado, inapto ou infestado de parasitas.

Antes de visar apenas o barato que pode sair caro depois, pense em fazer perguntas sobre os pais do furão, sua genealogia, seu desmame, o cuidado que ele recebeu desde o nascimento. Procura ver sua mãe, o resto de sua família, bem como as condições em que ele cresceu. Em suma, tenha cuidado para não ser lesado.

Mini Furão Ou Outra Espécie Ameaçada?

Outro grave problema que tem ocorrido no comércio ilegal de animais de estimação refere-se a animais que tem sido vendidos como furões menores mas que na verdade são de uma outra espécie de mustelídeo, o furão texugo de Java (melogale orientalis). Poucas pessoas já ouviram falar do furão texugo javanês, mas isso não impediu que este animal pouco conhecido até mesmo para cientistas fosse vendido ilegalmente como já ocorre.

Sabe-se muito pouco sobre esta espécie; um dos pequenos carnívoros menos conhecidos da Ásia. É endêmica na ilha de Java, onde ocorre em florestas altas, embora possa ser um pouco adaptável a habitats alterados pelo homem. Chega a ser notável que a espécie esteja sendo vendida dessa forma, uma vez que raramente é documentada mesmo na natureza. Como muitos animais na Indonésia, o texugo furão javanês é comercializado como um animal de estimação novidade.

O mais grave e sério problema nesse tipo de prática sem o controle e a devida pesquisa é que ainda se sabe quase nada sobre as necessidades alimentares do animal ou história natural, tornando qualquer situação cativa problemática. Além disso, embora o texugo furão javanês não seja uma espécie estritamente protegida na Indonésia, é ilegal tirá-los da natureza.

A organização não governamental conhecida como TRAFFIC, que combate o crime contra a vida silvestre, explicou que “atualmente, o furão texugo javanês é fornecido com alguma proteção, já que não há cota para sua captura na natureza, e, portanto, nenhum espécime deveria acabar nos mercados”. Porém, esta regra encontra-se apenas no papel. Com demasiada frequência, as espécies na Indonésia recebem proteção legal, mas o comércio continua abertamente nos mercados. Basta visitar os grandes mercados de Jacarta para ver o comércio ilegal de animais silvestres: gatos leopardos, águias e muitos outros; todos oferecidos abertamente à venda.

Veja também

Família da Ariranha e Parentes mais Próximos do Animal

Quem vê uma ariranha, pode até pensar que não existem outros animais parecidos com eles. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *