Home / Animais / Marimbondo Surrão: Características, Nome Cientifico e Fotos

Marimbondo Surrão: Características, Nome Cientifico e Fotos

O marimbondo surrão, que também é conhecido como marimbondo chumbinho, pertence à espécie Polybia paulista, uma vespa comum no Brasil, nos estados de Minas Gerais e de São Paulo. Essa espécie de vespa foi descrita por Hermann Von Ihering, no ano de 1896.

Se você ficou curioso e gostaria de saber mais sobre o marimbondo surrão, características, nome científico, e muito mais, continue lendo e descubra tudo aqui.

Classificação Científica do Marimbondo Surrão

Confira abaixo como fica a classificação científica da vespa da espécie Polybia paulista:

Reino: Animalia

Filo: Arthropoda

Classe: Insecta

Ordem: Hymenoptera

Família: Vespidae

Gênero: Polybia

Espécie: P. paulista

Características do Marimbondo Surrão

Polybia Paulista
Polybia Paulista

O marimbondo surrão, ou chumbinho, é um tipo de vespa considerada como muito agressiva. E que é responsável por muitos acidentes ao redor do país. Em especial nas áreas onde esses insetos são mais comuns.

Depois que pesquisadores descobriram a toxina MP1 no veneno do marimbondo Polybia, ele ganhou destaque internacional. A toxina descoberta tem um poder de destruição das células cancerígenas muito alto. E o melhor é que a MP1 só ataca as células cancerígenas, e não as células saudáveis.

A expectativa dos cientistas é que um estudo mais aprofundado sobre essa toxina, tenha uma contribuição revolucionária no tratamento contra o câncer.

No entanto, ainda que esse marimbondo seja tão importante, faltam estudos a seu respeito.

Durante o seu desenvolvimento, a larva dessa espécie de vespa passa por 5 estágios diferentes. Da mesma forma que acontece com outras vespas, o seu desenvolvimento também acontece no interior das células hexagonais, nos ninhos que são feitos de papelão.

Como Manter Marimbondos Bem Longe

Se você ainda não foi picado por um marimbondo, saiba que é muito dolorida a sua ferroada. Por isso, para te ajudar a manter esses insetos o mais longe possível, nós separamos algumas dicas bem legais, que podem te ajudar quando os marimbondos estiverem por perto.

Mas, antes de começarmos, é importante frisar que esses insetos tão temidos também têm a sua utilidade na natureza. Os marimbondos são predadores de vários insetos nocivos, como é o caso de lagartas, cupins, gafanhotos, formigas e mosquitos, inclusive o transmissor da dengue Aedes aegypti.

Dessa forma, é muito importante preservar os marimbondos. No entanto, em situações extremas, pode ser preciso eliminá-los, principalmente se estiverem representando perigo para as pessoas, ou se a sua população aumentar de uma forma exagerada.

Após picar uma pessoa, o marimbondo não deixa o ferrão no local, como acontece com as abelhas. O veneno do marimbondo apresenta efeito, tanto local quanto sistêmico, parecido com o veneno das abelhas. No entanto, eles não são tão intensos. Mas, ainda assim, podem precisar dos mesmos esquemas terapêuticos.

O que costuma atrair os marimbondos são sucos de frutas, peixes, xarope de gengibre e carne. Por isso, são usadas iscas juntamente com inseticidas que possuem ação lenta. Outra forma de eliminar os marimbondos é dissolver um pouco de inseticida caseiro em óleo e borrifa-lo no ninho.

Nesse caso em especial, é preciso tomar bastante cuidado, e algumas medidas preventivas, conforme abaixo:

  • Quando for borrifar o inseticida, o ideal é fazê-lo à noite, pois é quando as vespas estão dentro dos casulos.
  • Algumas espécies de marimbondos costumam espirrar veneno de longe. Por isso, ao se aproximar do ninho, use óculos e vestimenta de um apicultor, ou uma roupa bem grossa.

Os marimbondos possuem o feromônio, que é um hormônio que atua como uma espécie de atrativo para os indivíduos da mesma espécie. E os insetos secretam essa substância quando estão construindo o seu ninho. É por isso que eles conseguem voltar para o mesmo local, ainda que o ninho tenha sido destruído.

Marimbondos
Marimbondos

Portanto, para dificultar para esses insetos se instalarem novamente no local, uma dica é usar algo que tenha ação repelente, e um cheiro bem forte, como o óleo de eucalipto ou de citronela, por exemplo.

Como Proceder Depois de Uma Picada de Marimbondo?

  • Se for preciso ir ao médico depois da picada de um marimbondo, é importante levar o inseto que o picou ou o identificar bem.
  • Até mesmo quem não tem alergia à picada de insetos pode sentir muito desconforto. Por isso, para ajudar a aliviar a dor e o inchaço, é recomendado fazer compressa com água fria ou gelo.
  • Se surgir alguma bolha no local, não a fure. O ideal mesmo é lavar as bolhas com água e sabão, para não causar nenhum tipo de infecção.
  • Caso o indivíduo sinta muita coceira no local da picada, ainda que não tenha alergia, é importante procurar um médico, para que ele possa prescrever uma medicação apropriada para diminuir o inchaço.
  • Se i inchaço, ao invés de diminuir, aumentar, procure por um médico o mais rápido possível.
  • A coceira e a inflação após a picada do marimbondo podem ser controladas com o uso de anti-histamínico e creme corticosteroide.
  • No caso de pessoas alérgicas, o médico pode recomendar que o indivíduo se previna e evite o contato com marimbondos. E também que tenha medicamentos sempre por perto, que servem para tratar reações anafiláticas de forma imediata.
  • Como medidas de prevenção, recomenda-se usar meias, sapatos fechados, luvas e repelentes em locais onde o perigo de exposição ao marimbondo for maior.

Pesquisa Revela Que as Pessoas Amam as Abelhas e Detestam os Marimbondos

De acordo com o resultado de um estudo, as abelhas são insetos amados pela população, enquanto que os marimbondos são odiados. Porém, de acordo com os pesquisadores, a péssima fama dos marimbondos é algo muito injusto, uma vez que eles são muito importantes para a natureza, assim como acontece com as abelhas.

Os marimbondos também atuam na natureza matando as pragas e transportando grão de pólen de flores. Apesar disso, quase não existem pesquisas sobre os benefícios do marimbondo para a natureza, sobre o papel fundamental que ele exerce.

Abelhas
Abelhas

Como não há estudos suficientes sobre esses insetos, tem se tornado mais difícil criar estratégias para a conservação dos marimbondos. Inclusive, o número dessas vespas tem reduzido bastante nos últimos tempos, por causa das mudanças climáticas e também da perda do seu habitat.

Veja também

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco pompom (crested duck) é uma ave ornamental considerada uma variação genética do marreco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *