Home / Animais / Maitaca-Roxa: Características, Fotos e Nome Cientifico

Maitaca-Roxa: Características, Fotos e Nome Cientifico

No post de hoje mostraremos um pouco mais sobre a maitaca roxa, suas características, nome científico e muito mais. Tudo isso com fotos! Continue lendo para aprender mais sobre essas magníficas aves.

Características Gerais da Maitaca Roxa

A maitaca roxa, com seu nome científico sendo Pionus fuscus, é uma espécie de ave bastante conhecida na América do Sul e na América Central. Ela está presente principalmente no Brasil, assim como outros países como Colômbia, Guiana Francesa, Venezuela e Suriname. Seu habitat natural é em florestas subtropicais ou tropicais úmidas, de baixa altitude. Não são vistas em florestas localizadas em altitudes muito acima do mar. O nome maitaca vem do tupi, e significa coisa barulhenta. Veja a seguir a classificação cientifica desse animal:

Maritaca Roza Comendo
Foto de Maitaca-Roxa Comendo
  • Reino: Animalia (animal);
  • Filo: Chordata (cordados);
  • Classe: Aves;
  • Ordem: Psittaciformes;
  • Família: Psittacidae;
  • Gênero: Pionus;
  • Espécie: Pionus fuscus (significa ave gorda e escura, vindo do latim e do grego).

Ela não está em nenhuma categoria de ameaça, entretanto, a perca do seu habitat está afetando seriamente sua população. A maitaca roxa mede entre 24 e 26 centímetros, sendo os machos levemente maiores que as fêmeas. Seu peso não passa de 220 gramas. Sua coloração é de um azul violeta, por isso o nome popular, com mancha vermelha ao redor de sua narina. O pescoço também tem algumas manchas brancas.

Sua dieta é frugívora, ou seja, se alimenta de frutos. Ela costuma colher os frutos se agarrando a eles em voos curtos, mas também podem colhe-los ao pousar em galhos com frutos. Nessa mesma árvore os pássaros nidificam nos buracos. Normalmente preferem as árvores mais velhas. A nidificação começa no segundo trimestre do ano. Saem de 3 a 4 filhotes por acasalamento.

São espécies solitárias, e na maioria das vezes voam sozinho, juntando-se com o parceiro na época de reprodução somente. Algumas vivem em grupos pequenos sobre o dossel da floresta. Apesar de não estar em risco de ameaçada, ela é uma espécie descrita como rara.

Cientistas informam que essa espécie já deve ter perdido mais de 1,1% de seu habitat nos últimos 20 anos. E acredita-se que sua população deve cair em 25% ou mais em três gerações.

Quem tiver uma maitaca roxa em casa, vai notar como o animal é inteligente, bastante curioso e bem barulhento, por isso seu nome. São bem brincalhões com os donos, e só se tornaram populares depois de 1970. Sua expectativa de vida é boa, em torno de 25 anos. Na natureza, também podem se tornar bastante sociais. Quando estão em um grupo maior, é porque há uma maior quantidade de comida disponível, podendo ultrapassar até 50 indivíduos.

Ela é uma espécie de ave monogâmica, ou seja, só tem um parceiro, que normalmente dura por toda a sua vida. O sexo da maitaca não é algo visível, e é preciso fazer um exame de laparoscopia para descobrir. No período entre agosto e janeiro, dependendo da área em que elas se encontram, começa o acasalamento. Elas preferem os meses mais quentes para isso.

Casal de Maritaca Roxa
Casal de Maritaca Roxa

O ninho é forrado com madeira e as penas da própria fêmea, que costumam cair de forma natural nesse período. Suas árvores preferidas para fazer ninho são as palmeiras, aproveitando suas aberturas de formações. Depois de colocar os ovos, o casal compartilha a tarefa de cuidar e proteger do ninho, de forma em que é revezado. Qualquer que seja um sinal de perigo, eles já colocam a cabeça para fora do ninho e fazem uma ronda visual em busca do perigo.

Depois que a maitaca nasce, ela precisa de cuidados diários, desde alimentação até para permanecer lá. Se você está cuidando delas, devem ser alimentadas com a chamada pasta de bucho de louro. Essa pasta deve ser diluída em água morna, mas só servida depois que estiver em temperatura ambiente. Ela contém nutrientes essenciais para o desenvolvimento saudável do filhote, incluindo probióticos e enzimas que os protegem de qualquer tipo de problema. Para esta alimentação, pode ser utilizada uma mamadeira, uma seringa sem agulha ou um frasco adaptado. Recomenda-se a observação individual do filhote, oferecendo a alimentação conforme sua necessidade particular. Administre cuidadosa e lentamente o alimento. A quantidade administrada deve ser a suficiente para encher e não inchar o papo do animal.

Antes de administrar nova refeição, verifique se o papo do filhote está completamente vazio, para isso, apalpe-o cuidadosamente. Quando ela está com resto de comida no papo, acaba azedando e desenvolvendo fungos. Nos primeiros dias são necessárias 6 a 8 intervenções, que vão diminuindo até 4 refeiçoes ao dia. Estes cuidados devem permanecer até os 60 dias de vida da maritaca, pelo menos. Quando começar a surgir penas, pode-se variar sua dieta. A refeição deve ser servida sempre fresca. Não devem ser conservadas em geladeira e nem requentada, para não comprometer suas propriedades. A partir dos 60 dias, gradativamente, introduza frutas, verduras e sementes. A maritaca pode então, começar a comer ração junto com estes outros alimentos. Não se esqueça de sempre deixar um bebedouro com água na gaiola. Recomenda-se que este período de adaptação não exceda os 30 dias.

Fotos da Maitaca Roxa

Veja a seguir algumas fotos das maitacas roxas em seu ambiente natural, para que você seja capaz de identificar uma caso veja.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender e aprender um pouco mais sobre as maitacas roxas, suas características, nome científico e outros. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você poder ler mais sobre maitacas e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Alimentação do Ofiuro: O Que Elas Comem?

Os animais do mar são pouco conhecidos pelas pessoas em geral, o que levanta muitas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *