Home / Animais / Maior Morcego do Brasil: Qual é a Espécie e Seu Tamanho?

Maior Morcego do Brasil: Qual é a Espécie e Seu Tamanho?

Que os morcegos podem variar, em várias características, não é nenhuma novidade. No entanto, raras são as vezes em que conseguimos ler e entender a diferença entre todas essas espécies.

Mas essa dificuldade que todos possuem de saber as diferenças tem uma boa explicação. OS morcegos são um dos mamíferos com mais variações na sua espécie. Até hoje, é conhecido cerca de 1116 espécies diferentes de morcegos.

No mundo inteiro os morcegos podem ser encontrados, seja por sua facilidade em arrumar abrigo, seja por sua facilidade em se alimenta, a verdade é que todo mundo já deve ter visto, ou irá ver, um morcego na vida, não importa onde esteja. A não ser que alguém esteja nos polos, lugares com um frio intenso demais até para os morcegos.

Então, com tantos morcegos diferentes por aí, fica realmente muito difícil saber identificar qual morcego é qual.

Para isto, hoje iremos explicar sobre o maior morcego do Brasil. Além de saber qual é, você também irá aprender onde ele vive, qual o seu tamanho, do que se alimenta, entre outros fatos interessantes.

Aprendendo um pouco de cada vez, é possível ser um especialista nas variedades dos morcegos e passar esse conhecimento adiante.

Espécie Vampyrum Spectrum

Conhecido também como morcego-espectral ou carcaráda-da-amazônia, e entre os nativos como andirá-guaçu, o Vampyrum spectrum é uma espécie de morcego com hábitos alimentares carnívoros.

No Brasil, foi chamado muitas vezes, pela imprensa e moradores locais, por morcego-fantasma-gigante. Ele é considerado o maior morcego de toda a América, ou seja, do Brasil também.

Em 2009, no estado do Mato Grosso, o Vampyrum spectrum foi capturado em uma fazendo, chamada Nhumirim, que pertence a Embrapa Pantanal. No mesmo local, foram encontrados ainda outros 145 morcegos de 20 espécies, o que indica que a floresta local é um ótimo habitat para os morcegos.

Vampyrum Spectrum Especie

O morcego gigante que foi capturado nessa fazend era do gênero feminino, pesava cerca de 230 gramas, e sua envergadura chegou a 1 metro.

É considerada uma espécie muito rara na América do Sul, e também no Brasil, por isso existe pouco conhecimento sobre ele. Algumas reportagens também indicam a presença do Vampyrum spectrum em regiões diversas do continente.

A distribuição desta espécie vai desde em alguns locais do México, Equador, Bolívia, Peru, Venezuela, Guiana e Colômbia.

A maioria dos registros do Vampyrum spectrum no Brasil foi feita nas florestas da Amazônia, do Pará, do Mato Grosso, Acre, Rondônia, Roraima e Tocantins. Na maioria desses casos, o morcego se encontrava em locais com pantanal.

Tamanho

Os morcegos podem variar muito em tamanho, peso e envergadura. Tudo isso vai depender da região onde mora, do que se alimenta, e quais suas necessidades físicas e biológicas.

O Vampyrum spectrum tem um peso que pode variar de 135 gramas até 230 gramas. O tamanho das suas asas varia entre 88 mm até 115 mm, com uma envergadura que pode chegar a 1 metro.

Isso faz do Vampyrum spectrum o maior da América inteira. Por ser muito grande, ele precisa se abrigar em locais com aberturas maiores, ou então galhos de árvores mais altos e mais fortes.

Apesar do tamanho, o que pode fazer surgir um sentimento de medo nas pessoas, o Vampyrum spectrum não é conhecido por atacar seres humanos, nem se alimentarem do seu sangue. Então, nesse caso, você pode ficar tranquilo em relação a essa espécie.

Alimentação

Os morcegos é uma das espécies que possuem a maior variedade de dietas. Eles podem comer desde frutas, até animais, até sementes ou folhas.

Existem três grandes grupos para separar esses hábitos alimentares, são eles: animalívoros, fitófagos e onívoros.

O Vampyrum spectrum se encontra na categoria dos animalívoros. Ele se alimenta apenas de outros animais, no entanto, não é considerado uma espécie vampiro, apesar de seu nome. A diferença reside no fato de que os morcegos vampiros são hematófagos, ou seja, se alimentam do sangue. No caso do Vampyrum spectrum, ele realmente se alimenta da carne.

Nas regiões brasileiras onde foi encontrado, foi possível descobrir que ele se alimenta principalmente de pequenos vertebrados, mas não apenas. Roedores, como ratos, pássaros, e até outros pequenos morcegos também podem fazer parte da alimentação.

Em um número menor e bem raro, alguns morcegos desta espécie chegam a se alimentar também de pequenas frutas e insetos.

Por se abrigar muito em locais com grande quantidade de alimentos, como florestas. Durante a noite, pode sair para caçar e se alimentar.

Em locais onde as florestas estão sendo substituídas por casas, cidades ou pastos, é um pouco perigoso para os animais. Dependendo do tipo de animal criado, pode ser que o Vampyrum spectrum saia para caçar e acabe comendo algum animal de fazendas.

Cuidados com a Espécie

Assim como os outros morcegos, o Vampyrum spectrum precisa principalmente de florestas para se abrigar e para se alimentar.

No entanto, com uma quantidade cada vez maior de florestas sendo desmatadas e substituídas por cidades, alguns morcegos sofrem mais do que outros.

O Vampyrum spectrum é uma espécie com distribuição grande, porém em pouca quantidade. Ou seja, há poucos indivíduos da espécie em cada lugar que ele foi encontrado. Desta forma, a ocorrência de extinção total em algumas regiões está cada vez mais próxima.

Os morcegos precisam das florestas, assim como as florestes precisam dos morcegos. Essa espécie, por exemplo, é responsável por manter uma ordem na cadeia alimentar dos locais onde ela se encontra.

Outro fator muito comum que ocorre é o fato de agrotóxicos estarem sendo distribuídos em grande escala em vários locais.

É necessário um estudo maior, com mais informações a respeito desta espécie para que se possa traçar um plano eficiente de acordo com os números obtidos de quantos morcegos ainda existem, onde estão distribuídos, como se reproduzem, entre outros.

No geral, o importante é que as pessoas, empresas e construtores tenham consciência e uma maior preocupação com o meio ambiente. Os morcegos são essenciais para manter um equilíbrio ecológico bom.

Agora você já sabe tudo sobre o maior morcego do Brasil, e também das Américas. Que tal deixar seu comentário a respeito dessa espécie tão fascinante?

Veja também

É Verdade que a Orca é um Golfinho? Quais as Suas Diferenças?

Se você foi criança ou jovem nos anos noventa, ou mesmo se gosta de assistir …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *