Home / Animais / Macaco-Cauda-de-Leão: Características, Nome Científico e Fotos

Macaco-Cauda-de-Leão: Características, Nome Científico e Fotos

O Macaco-cauda-de-leão é considerado uma espécie de primatas que faz parte dos “Macacos do Velho Mundo”, por terem registros antigos de sua existência e habitarem terras seculares. São animais nativos de selvas e montanhas dos Ghats ocidentais, região que se localiza na porção sudoeste da Índia.

Pertence ao gênero M. silenus. É um macaco raro e que está em risco de extinção. Ainda, se trata de um dos mais habilidosos escaladores entre os primatas.

Quer saber mais informações interessantes sobre esse primata? Então confira, a seguir, tudo sobre o Macaco-cauda-de-leão: características, nome científico e fotos!

Características do Macaco-Cauda-de-Leão

Não podemos deixar de mencionar a principal característica desse primata, que lhe diferencia dos demais de sua espécie e lhe dá o nome popular: a juba. Uma grande quantidade de pelos envolve a cabeça do Macaco-cauda-de-, aparentando um felino macho.

Essa peculiaridade da espécie, em geral, apresenta pelos na coloração acinzeantada e prateada. Já a face não apresenta pelos e tem tonalidades escuras.

O Macaco-cauda-de-leão tem, normalmente, o seu corpo coberto por pelos pretos.

Um Macaco-cauda-de-leão adulto pode atingir o comprimento de até 62 cm, sendo considerado, portanto, um primata de porte médio. Pode pesar de 2 a 10k, aproximadamente.

Macaco Cauda de Leão Características

Tem uma cauda comprida, que chega até 25 cm e também se assemelha a dos leões. Essa é mais uma característica que aproxima o Macaco-cauda-de-leão do grande rei da selva. Destaque para a calda dos machos, que são mais grossas e apresentam tufos na extremidade.

Já em relação a gestação do Macaco-cauda-de-leão, as fêmeas levam até 6 meses aproximadamente para darem à luz. Como boa parte dos primatas, a fêmea do Macaco-cauda-de-leão tem 1 ou 2 filhotes por gravidez;

Os filhotes de Macaco-cauda-de-leão são bastante dependentes da mãe e ficam sob os seus cuidados e vigilância até cerca de 1 ano de idade.

Um Macaco-cauda-de-leão chega a sua vida fértil a partir dos 4 anos (no caso das fêmeas) e aos 6 anos (machos).

Não há uma fase específica para a reprodução, como ocorre com muitos outros tipos de primata. Em geral, o cio é percebido por esses macacos por um inchaço que atinge a região genital das fêmeas e pelos sons que elas emitem. Com isso, os machos se aproximam para a copulação ocorrer.

Outra característica desse macaco é sua ata expectativa de vida. Em geral, o Macaco-cauda-de-leão vive até 20 na natureza e até 30 anos em cativeiro.

Mais uma característica desse primara é que a alimentação dele tem como fase frutos. Curiosamente, o ritual de se alimentar faz o Macaco-cauda-de-leão se distancie de qualquer outro animal enquanto se alimenta.

Além de frutos, o Macaco-cauda-de-leão pode se alimentar de sementes ervas e até pequenos insetos e animais invertebrados.

Comportamento Macaco-Cauda-de-Leão

O Macaco-cauda-de-leão é um dos melhores escaladores entre os primatas. Esses macacos passam a maior parte do dia nas copas de árvores.

É um animal que não aprecia o contato com os seres humanos. Além disso, tem hábitos diurnos.

Outra característica do Macaco-cauda-de-leão é que ele vive em bandos com até 20 animais, de diversas idades. Nesses núcleos há uma hierarquia bastante definida e cada membro tem funções específicas.

Esses grupos, em geral, são compostos por mais fêmeas do que machos. A defesa do território se dá, em geral, pela emissão de sons.

São primatas poligâmicos, ou seja, não vivem em casal. No entanto, há uma peculiaridade curiosa do Macaco-cauda-de-leão, onde as fêmeas tendem a ser monogâmicas.

O Macaco-cauda-de-leão pode escalar alturas que ultrapassam os 1.500 m.

Macaco-Cauda-de-Leão: Classificação Científica

A classificação científica oficial do Macaco-cauda-de-leão foi elaborada pelo zoólogo e botânico sueco, Carl Nilsson Linnaeus, por volta do ano de 1740. Veja a seguir:

  • Reino: Animalia
  • Filo: Chordata
  • Classe: Mammalia
  • Ordem: Primates
  • Família: Cercopithecidae
  • Gênero: Macaca
  • Espécie: M. silenus

Situação Atual do Macaco-Cauda-de-Leão

Uma pesquisa da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN) – que é sediada na Suíça e se dedica ao estudo e à conservação do meio-ambiente – aponta que há cerca 3500 macacos-cauda-de-leão que vivem em regiões isoladas de Kerala, Karnataka e Tamil Nadu (na índia).  O Macaco-cauda-de-leão é um dos primatas, infelizmente, mais raros e em risco de todo o mundo.

Esses animais foram se afastando de seus habitats pelas condições desfavoráveis à sobrevivência. As principais causas dessas interferências em seus habitats naturais são a expansão da agricultura (em especial de café e ervas), os assentamentos humanos e as construções de represas.

Macaco Cauda de Leão

Alguns zoológicos ao redor do mundo se dedicam a programas de reprodução e preservação do Macaco-cauda-de-leão em cativeiro. Há dados que apontam que existem cerca de 400 desses primatas vivendo em áreas protegidas e adaptadas para eles.

Curiosidades Sobre o Macaco-Cauda-de-Leão

Agora que você já conheceu muita coisa sobre Macaco-cauda-de-leão: características, nome científico e fotos; fique por dentro de algumas curiosidades bem interessantes sobre esse primata!

  • Os machos examinam a região genital das fêmeas a fim de saber se há inchaços e para verificarem se elas realmente estão prontas para a reprodução. O casal isola-se do bando para a copulação;
  • O Macaco-cauda-de-leão chega a emitir até 17 vocalizações acompanhadas por movimentos corporais específicos. É uma forma de comunicação para alertas perigos, reprodução, alimentação, etc.
  • É uma espécie que salta de árvore em árvore a maior parte da vida. Porém, esses macacos podem a caminhar em solo, se for preciso;
  • Os machos ajudam na tarefa de proteção dos filhotes dos macacos-cauda-de-leão, no entanto, os cuidados e a educação são tarefas exclusivas das mães;
  • Durante a década de 1980, um plano para a sobrevivência da espécie, que já se encontrava ameaça de extinção foi posto em prática. Em virtude dessa ação, cerca de 500 macacos-cauda-de-leão nasceram em cativeiro e foram readaptados à natureza;
  • O Macaco-cauda-de-leão aprecia ambientes chuvosos, por isso, habita florestas que têm altos índices de chuva;
  • O Zoológico de Portugal é uma das instituições que mais se dedicam à causa da preservação do Macaco-cauda-de-leão. Desde o ano de 2008, mais de 20 macacos da espécie foram acolhidos pelo Zoo e vivem lá até hoje;
  • O Macaco-cauda-de-leão também é conhecido na Índia, popularmente, como Macaco Barbudo.

Veja também

Marreco Pompom: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco pompom (crested duck) é uma ave ornamental considerada uma variação genética do marreco …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *