Home / Animais / Lista de Tipos e Espécies de Formigas Venenosas Pelo Mundo

Lista de Tipos e Espécies de Formigas Venenosas Pelo Mundo

Em torno de 15.000 espécies de formigas estão classificadas, mas, segundo especialistas, o número de espécies existentes é provavelmente maior. De fato, a cada ano novas espécies são descobertas principalmente graças ao progresso da pesquisa científica. Quantas dessas são venenosas?

Pra nossa sorte, até hoje pouquíssimas espécies nessa grande multidão são consideradas preocupantes para o homem, apenas incômodas. Mas, dentre as espécies que podem preocupar, existem aquelas que podem até mesmo serem fatais. Vamos considerar alguns exemplos de formigas que é bom evitar, seja por seu veneno ou apenas por sua agressividade.

Iridomyrmex

Este gênero inclui quase 80 espécies de formigas e elas tem suas vantagens e desvantagens. Essas formigas são muito usadas por alguns agricultores na Austrália por conta de sua voracidade pois, aonde essas formigas colonizam, quase nada é capaz de conviver perto delas. Quem tenta, pode ter a certeza que elas irão partir pra o ataque.

São muito agressivas e territorialistas, além de serem carnívoras. Perturbe sem querer uma colônia e esteja certo que elas partirão pra cima de você em muitas milhares, com mordidas dolorosas que não conseguirá esquecer tão cedo. Essas formigas tem se tornado pragas perigosas à medida que suas colônias crescem invadindo zonas urbanas.

Solenopsis Invicta

A formiga de fogo atinge um comprimento máximo de 6 milímetros e é marrom avermelhado. Tem uma picada venenosa localizada em sua área traseira, geralmente de cor mais escura que o corpo. Atualmente, são conhecidas 22 espécies diferentes de formigas, mas a solenopsis invicta é a mais perigosa e destrutiva.

Originalmente do Brasil, na década de 1930, graças ao transporte marítimo, começou a colonizar outros países. É uma formiga muito prejudicial, tanto para o meio ambiente quanto para os seres humanos; de fato, nos últimos anos, criou danos incalculáveis. As formigas de fogo têm uma espécie de consciência coletiva que permita uma colônia de se comportar como se fosse um único organismo vivo.

Solenopsis Invicta

Quando alguém caminha em seu ninho, um deles libera feromônios para indicar aos outros o perigo potencial e todos perseguem o pobre ladino que teve a infelicidade de tropeçar em sua casa. Ao morder, a dor é semelhante à de uma queimadura de fósforo recém-rachada. A picada então dá lugar a uma pústula branca nojenta. Multiplica isso por centenas mordendo você?

Paraponera

Este inseto minúsculo e insignificante é capaz de manter alguém alinhado por quase vinte e quatro horas. O veneno disseminado no sangue também ataca o sistema nervoso e pode causar espasmos musculares. Bem conhecidas na América Central e do Sul, essas formigas são temidas e respeitadas. A formiga possui um longo dardo para se defender; a picada é muito dolorosa para o ser humano e seu efeito é instantâneo.

É chamado “a formiga de 24 horas” em alguns países justamente por causa da duração da dor sentida, mas, de fato, dependendo de onde a pessoa é picada, o tempo da dor da picada varia. A dor que irradia por todo o membro afetado, às vezes acompanhada de espasmos, pode durar mais de seis horas. Muito intenso a princípio, diminui com as horas.

Dorylus

Muito conhecidas pelo nome comum do idioma suaíli africano, as formigas siafu são carnívoras. Ao mover sua colônia, eles podem atacar presas muito maiores do que elas: ratos, cobras, caranguejos de água doce, etc. Uma colônia de siafu em movimento é considerada perigosa para os seres humanos, embora sua velocidade de movimento (20 metros por hora) facilite evitá-las ou fugir delas. É principalmente para indivíduos que não conseguem se mover (bebês, aleijados) que essa colônia é perigosa.

Elas estão entre os insetos mais mortais do mundo e são considerados o predador mais mortífero de toda a África, pois podem matar mais de um milhão de presas por dia. Eles se movem em colônias de vinte milhões de indivíduos . O efeito é tal que mesmo os elefantes fogem delas. Elas não têm ninhos, elas se movem em colônia e atacam tudo o que encontram.

Myrmecia Pyriformis

Para a sorte da maioria dos habitantes desse planeta, essa formiga assustadora é endêmica da Austrália, da parte sul da Austrália. Que bom porque além de serem formigas gigantes, uma das maiores do planeta, são extremamente agressivas.

Com seus grandes olhos e suas longas mandíbulas, essa formiga poderosa está particularmente bem armada para atacá-lo em caso de intrusão no seu local de residência. Uma única mordida e você arrisca-se até a morrer se for um sujeito alérgico a ela e não houver por perto quem possa intervir em seu socorro.

Myrmecia Pilosula

Aliás, as formigas australianas desse gênero não são fáceis de lidar não. Essa aqui, por exemplo, além de ser tão grande e tão agressiva quanto a prima anterior, ainda é capaz de saltar ferozmente sobre você. Na Austrália, essa espécie causa 90% de reações alérgicas, sendo a desta última particularmente violenta.

Essa formiga saltadora e seus parentes no gênero myrmecia estão entre os gêneros de formigas mais perigosos e têm reputação temível por sua extrema agressão. Em indivíduos alérgicos ao veneno (cerca de 2 a 3% da população), uma picada às vezes causa choque anafilático e, consequentemente, torna-se fatal.

Cheliomyrmex Andicola

Não pense você que só australianos tem problemas com formigas perigosas não. O Brasil também possui formigas extremamente agressivas com mordidas dolorosas e paralisantes. Estamos falando das formigas marabuntas, muito comum na selva amazônica. Formigas de tamanho médio e de ninhos subterrâneos que podem causar muito dano.

A dor é considerada parecida com o da formiga de fogo mas o problema é que essas formigas se agarram na pele com suas mandíbulas compridas e também com os espinhos que tem pelo corpo, causando irritações consideráveis e um efeito paralisante perigoso principalmente para pessoas suscetíveis. Cuidado por onde pisa!

Pogonomyrmex

As espécies deste gênero pode ser confundida com outras formiga devido as semelhanças, mas decididamente não são iguais, mas umas formigas talvez letais. O nome do gênero pogonomyrmex é originário dos termos πώγων (pogon) e μύρμηξ (murmēx), que em grego significa barba e formiga. Isso ocorre porque esse tipo de formiga tem pelos longos e curvos na parte inferior da cabeça.

A formiga pogonomyrmex está equipada com um veneno considerado o mais poderoso das formigas até hoje. O veneno desse gênero geralmente é muito menos eficaz contra outros insetos/artrópodes do que para os vertebrados e parece ter evoluído principalmente como uma defesa contra invasores de mamíferos maiores (como roedores que procuram saquear o armazenamento de sementes das formigas).

Formiga Pogonomyrmex

Essa qualidade torna as picadas das formigas pogonomyrmex particularmente dolorosas e às vezes perigosas para os seres humanos. Na verdade, os estudos tem comprovado que o veneno dessas formigas estão entre um dos mais tóxicos conhecidos mão só da família das formigas, mas um dos mais mortais no mundo dos insetos em geral.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *