Home / Animais / Lista De Tipos De Crocodilo: Espécies Com Nome E Fotos

Lista De Tipos De Crocodilo: Espécies Com Nome E Fotos

Todas as representações de crocodilos que conhecemos são sobre animais grandes, perigosos e predadores. Você pode perceber que eles sempre estão em locais úmidos, perto de rios, riachos e grandes lagos. O crocodilo é um animal muito presente na cultura popular, já apareceu em filmes, serve de inspiração para marcas e até desenhos animados. Nem sempre ele é o vilão das histórias contadas. Portanto, mesmo não tendo contato direto com um crocodilo durante a sua vida, é possível que você conheça esse animal, alguma vez você pode te-los visto. Vamos entender melhor sobre as espécies e características principais dos crocodilos.

Crocodilos: Os Maiores Répteis Do Mundo

Um dos fatos mais conhecidos sobre o crocodilo é que ele é um predador muito perigoso. Com certeza ele está em uma das partes mais altas da cadeia alimentar, ele é considerado um grande predador porque, mesmo tendo uma dieta tranquila, baseada em animais de porte médio, não há praticamente nenhum predador que tenha os crocodilos como presa principal. Portanto, ele não corre ameaças ligadas a cadeia alimentar, simplesmente vive despreocupado esperando pela oportunidade de dar o bote em alguma empresa. Muitos consideram os crocodilos um animal preguiçoso. Isso porque ele dificilmente sai para caçar, normalmente, espera que a presa venha até ele, e fica imóvel por horas esperando que a presa esteja distraída. Muitas vezes as presas passam despercebidas por esse animal, isso pelo fato de que ele fica tão imóvel que pode ser confundido com troncos de árvores caídos ou até pedras. Até quando estão nadando os crocodilos conseguem se movimentar muito pouco. Eles mexem a cauda suavemente, de forma que não faça muito movimento na água, e assim que veem uma presa em potencial tomando água e se refrescando distraída, ele dá o bote.

Algumas espécies de crocodilos têm algumas singularidades, porém em sua maioria, eles são grandes, sua pele escura, possui muitas escamas e é bem resistente. A boca de todos os crocodilos são grandes, os dentes afiados e uma força capaz de dar um golpe mortal. Muitos estudos científicos já comprovaram de que há muitos anos atrás nossas terras já possuíram crocodilos gigantes, muito maiores do que o que existem hoje. Talvez levassem até outros nomes que definissem mais sobre o seu tamanho e sua força. Porém os que temos hoje já são muito grandes. Muitos acreditam que os crocodilos são um dos animais que tem um parentesco mais próximo com os lendários dinossauros.

Certamente, algumas características que vemos em demonstrações cinematográficas sobre os dinossauros nos lembram as características de crocodilos e jacarés. A pele, os dentes, os olhos e até a cauda, remetem a imagem um do outro. Apesar de milhões de anos que o separam, há indícios de que os dois tenham o mesmo ancestral.

Mesmo sendo muito menores que seus ancestrais, os crocodilos são hoje os maiores répteis que existem no mundo.

Crocodilos São Perigosos?

Crocodilo Com a Boca Aberta
Crocodilo Com a Boca Aberta

Independentemente da espécie, os crocodilos são animais intimidadores, o tamanho, os dentes e sua forca pode assustar. Até os menores crocodilos possuem dentes afiados e a mostra, e por serem menores, podem ser mais ágeis. Sentir medo é comum e chega a ser uma boa defesa. Porém, diferente do que muitos imaginam, os humanos não estão inseridos na dieta dos crocodilos. Eles preferem animais menores. Porém não se sabe de que forma ele pode se sentir ameaçado, e se por acaso ele se sentir, ele poderá atacar. Além disso, os crocodilos vivem em lugares muito específicos, encontrar com um deles seria um evento muito esporádico. E caso aconteça, pode ter certeza que ele não enxerga os humanos como uma refeição, é só deixa-lo a vontade e não demonstrar nenhuma ameaça.

No geral, ele possui um corpo estratégico de um grande devorador e predador. É comparado em forca com o tubarão branco e com os tigres. Por isso há uma fama de que eles realmente são muito perigosos.

De qualquer forma, não existem crocodilos em qualquer lugar. Eles precisam de um ambiente equilibrado ecologicamente, com água de boa qualidade e principalmente um lugar que atraia presas para sua alimentação. Por isso, não se preocupe com a possibilidade de encontrar um crocodilo em qualquer lugar.

Répteis

Como já mencionado, os crocodilos são os maiores repteis do mundo. O que isso quer dizer? Existem um agrupamento de características que definem os repteis. Vamos entender algumas.

  • Possuem membros locomotores ligados a um único membro do corpo, por isso, a maioria se rasteja ou, ao se locomover, arrasta o ventre no chão.
  • A pele dos répteis é escamosa em sua maioria, ou possuem placas e carapaças.
  • Pulmões e sistema digestivo completos e eficientes.
  • Temperatura corporal varia de acordo com o ambiente.
    Crocodilo Saindo da Água
    Crocodilo Saindo da Água

Todas essas características englobam alguns animais como tartarugas, cágados, lagartos, camaleões, iguanas, jabutis, jacarés e os crocodilos.

Entre todas essas características, as mais conhecidas são o rastejo e a incapacidade de controle corporal da temperatura. Os répteis não são como os mamíferos que transpiram ou conseguem manter a temperatura do corpo, mas precisam alternar entre agua e sol para manter a temperatura do corpo estável.

Já vimos algumas características, vamos conhecer algumas espécies de crocodilos.

Espécies De Crocodilos: Nome Científico, Nome Comum e Descrição

  • Crocodylus johnstoni: Esse é o nome cientifico dado ao crocodilo-de-agua-doce-australiano, como o nome sugere, eles podem ser encontrados no norte da Austrália. São ótimos nadadores e assim como alguns répteis, seus primeiros minutos de vida já se iniciam na água. Eles também são conhecidos como crocodilos-de-agua-salgada, pois se adaptam aos dois ambientes. Uma das complicações da água salgada é a dessalinização do sangue ao nascer, por isso optam pela agua doce, além disso, a quantidade de presas possíveis na agua doce é maior. Eles acompanham o andamento das estações chuvosas para o período de seca e aproveitam a migração dos animais para se alimentarem.
    Crocodylus Johnstoni
    Crocodylus Johnstoni
  • Crocodylus Cataphractus: esse é o nome científico designado ao crocodilo-do-focinho-delgado. Eles vivem na África, mais especificamente na região da Guiné. São uma espécie um pouco menor do que os crocodilos gigantes. Sua característica mais marcante é seu focinho, pois juntamente com sua boca, são finos e alongados, além disso, todos os seus dentes ficam a mostra, mesmo com a boca fechada. Isso pode torna-los ainda mais horripilantes. Por muito tempo essa espécie foi classificada juntamente com outra espécie de crocodilo. Por isso não se tinha dimensão da situação de vulnerabilidade distinção. Portanto com a reclassificação e divisão das espécies foi possível perceber que o crocodilo de focinho delgado está correndo risco de desaparecer da terra. Assim como algumas espécies de crocodilos eles precisam de um ambiente controlado e com boa qualidade climática ecológica. Porém a degradação do seu habitat tem sido um dos principais desafios para a sobrevivência dessa espécie, pois eles precisam sempre de um ambiente ecologicamente equilibrado, assim como diversos animais selvagens. A natureza é sua casa.
    Crocodylus Cataphractus
    Crocodylus Cataphractus
  • Crocodylus Intermedius: essa espécie é americana, trata-se de um predador que pode chegar a 7 metros de comprimento. É uma das espécies de crocodilo que está em extinção. Assim como a maioria dos crocodilos, não tem ameaça nenhuma em seu habitat em relação a cadeia alimentar, pois são eles que a lidera. Porém a caça e o desmatamento são as principais ameaças sofridas, não somente por eles, mas por todas as espécies do Orinoco. O nome comum desses crocodilos é crocodilo-do-orinoco, pelo lugar em que vivem. A caça foi proibida pois a pele desse crocodilo é mais suave que a dos outros e a procura por essa ‘matéria-prima’ estava levando esses animais a extinção. Algumas campanhas de proteção foram efetuadas como a procriação em cativeiro. Hoje ele segue em risco de extinção, porém alguns cuidados já estão sendo tomados para que seja evitado.
    Crocodylus Intermedius
    Crocodylus Intermedius
  • Crocodylus Mindorensis: o crocodilo filipino, é mais um que corre sérios riscos de extinção, assim como o crocodilo-do-orinoco. A diferença e que o fator principal do desaparecimento dessa espécie não é caça, mas a degradação de seu habitat natural. Também são conhecidos como Crocodilos Mindoros. São menores que as raças mais assustadoras, o macho pode chegar a 3 metros. Seu tamanho faz com que sejam confundidos com alguns jacarés. Seu habitat hoje foi transformado em grandes plantações de arroz. Isso desencadeou uma caça predatória e não autorizada. Muitos já comprovam que o crocodilo filipino está oficialmente extinto, mas há alguns relatos de pessoas que avistaram alguns. De qualquer forma, os números ainda são preocupantes. A mais de 5 anos atrás, essa raça obtinha somente 150 exemplares contados. Portanto, hoje é pouco provável que ainda haja chances de se manterem.
    Crocodylus Mindorensis
    Crocodylus Mindorensis
  • Crocodylus Moreletii: o nome comum desse crocodilo é Crocodilo Morelet ou Crocodilo Mexicano. A conservação dessa espécie tem sido estável e não alarmante. É considerado uma espécie pequena em relação as outras. Como um de seus nomes comuns já sugere, essa espécie pode ser encontrada no México. Sua alimentação assim como a de tantas outras espécies de crocodilos, se baseia em animais de porte médio presentes em seu habitat. Entre eles estão alguns peixes, cobras, aves outros répteis e por incrível que pareça eles podem consumir até os crocodilos filhotes. Entre os crocodilos não existe regra contra o canibalismo, os filhotes correm riscos de serem devorados por seus próprios parceiros.
    Crocodylus Moreletii
    Crocodylus Moreletii
  • Crocodylus Niloticus: Assim como algumas outras espécies, o crocodilo-do-nilo está no topo da cadeia alimentar de seu habitat. Sendo assim, ele é um predador sem ameaças. Mal precisa se preocupar com sua sobrevivência. É uma das maiores raças, e apesar de ser grande e assustador, raramente se envolve em brigas violentas. Passa a maior parte de seus dias imóvel ou nadando tranquilamente. E, ao avistar uma presa desapercebida ele dá o bote. Sua imobilidade é tão surpreendente que, juntamente com sua cor e textura de sua pele, podem ser facilmente confundidos com um tronco de árvore caído. Ele pode ficar horas de boca aberta na queda de um rio esperando que um peixe caia dentro de sua boca, ou que uma ave curiosa vá caçar alimento. Esse comportamento de caça é chamado de caça sedentária. Assim como outros crocodilos, sua boca possui dentes afiados, porém não são ideais para mastigar e comer carne. Para isso, ele leva a presa até a agua e espera que a carne que será ingerida fique mais amolecida. Para compensar a falta de mastigação, os crocodilos contam com um sistema digestivo desenvolvido, com ácidos gástricos que podem desintegrar os alimentos ingeridos.
    Crocodylus Niloticus
    Crocodylus Niloticus
  • Crocodylus Novaeguinae: é uma espécie de crocodilo que vive em Nova Guiné. Pouco se conhece sobre essa espécie pois vivem isolados. A população que vive por perto são tribos que pouco compartilham de sua cultura. Algumas pesquisas apontam que essas tribos são as mais primitivas do mundo, com rituais que são considerados tabus para o restante da sociedade. Essas tribos tem o crocodilo como deus. Veneram e admiram esses animais. Um dos rituais é o ritual de passagem da vida jovem para a vida adulta. Para marcar essa passagem, os homens marcam seus corpos com feridas que se cicatrizam e se assemelham as escamas presentes nas peles dos crocodilos. Eles acreditam que fazendo isso, o homem e o crocodilo tornam-se uma alma só, e o sentimento de dependência se vai. Ainda há estágios piores do que a mutilação, pois eles forçam uma infecção em todas as feridas abertas se jogando na lama. Os homens que sobrevivem e conseguem suportar a dor e os vários dias de feridas abertas, são considerados prontos para suportarem qualquer outra coisa.
    Crocodylus Novaeguinae
    Crocodylus Novaeguinae
  • Crocodylus Palustres: comumente conhecido como Crocodilo-Persa. São uma das maiores espécies e assim como os crocodilos de água doce eles também conseguem se adaptar com facilidade a água salgada. Há uma singularidade nesse crocodilo que as outras raças não tem, a maioria das espécie de crocodilos vivem a maior parte de sua vida em um lugar só, perto de um rio onde possam se alimentar, ficarem seguros e procriar. Porém, os crocodilos persas conseguem se locomover com mais facilidade sobre a terra, isso possibilita que eles viagem por longas distâncias a procura de novos ambientes mais seguros pouco mais possibilidade de presas. Outra particularidade dessa espécie é que eles cavam tocas para utilizarem como um abrigo seguros quando a chuva é escassa. Alguns evolucionistas acreditam que essa capacidade de se locomoverem terra se dá por conta da necessidade de sobrevivência.
    Crocodylus Palustres
    Crocodylus Palustres

    Isso porque essa espécie é uma das únicas espécies de crocodilos que não estão no topo da cadeia alimentar de seu habitat. É comum que eles disputem com tigres. Mesmo que eles não sejam a caça principal dos tigres, muitas vezes podem ser atacados. Outra dificuldade é que, mesmo que não sejam atacados ou não sejam vistos como presas para os tigres, os crocodilos acabam disputando as mesmas presas que os tigres. Apesar de seu tamanho e sua força os crocodilos sabem que não são páreos para a agilidade dos tigres por isso preferem se proteger e manter em segurança do que entrar em uma briga com os felinos.

  • Crocodylus Porosus: esse é o famoso crocodilo de água salgada, maior entre todas as espécies de crocodilo. Os machos podem chegar a quase 8 metros de comprimento e pesar mais de 1 tonelada enquanto as fêmeas chegam a 3 metros. Isso é considerado pelos cientistas um dismorfismo entre os sexos onde é fêmea é extremamente mais menor que o macho. Enquanto estão crescendo, sua coloração é amarelada com algumas manchas escuras, conforme vão atingindo sua maturidade sexual e seu tamanho adulto eles se tornam mais escuros com a barriga clareada. Sua mandíbula é capaz de dilacerar um animal grande com uma sua mordida. A força da sua mandíbula excede o seu peso.
    Crocodylus Porosus
    Crocodylus Porosus

    Porém, sua dieta se concentra em animais de porte médio, mas se um animal de porte grande estiver distraído pode facilmente tornar-se uma presa para o crocodilo. Assim como todas as outras espécies, eles habitam perto das águas. Aproveitam a sede dos outros animais e o momento de distração e relaxamento para beber água para atacá-los. Por um tempo essa raça foi ameaçada de extinção, porém alguns programas de preservação foram muito bem-sucedidos e hoje a raça segue estável. A pele de crocodilo ainda é muito valiosa para a indústria, porém há leis que protegem esses animais contra as caças e as indústrias que ainda insistem em usar pele de crocodilo devem criar e procriar crocodilos para a retração da pele. A caça segue sendo proibida.

  • Crocodylus Rhombifer: Esse é o nome científico, seu nome comum é Crocodilo Cubano. Assim como seu nome sugere, ele vive nos pântanos de Cuba. Alguns fósseis dessa mesma espécie já foram encontrados em outras ilhas. Eles preferem águas doces, pântanos, brejos e rios. São predadores um pouco mais violentos do que os outros crocodilos. Uma singularidade dessa raça é o estilo da caça. Normalmente a maioria das espécies praticam o estilo de caça sedentária. Porém essa espécie de crocodilo exerce uma caça predatória. Em muitos casos ele se juntam em grupos para caçar, algo completamente incomum para os crocodilos. Isso faz com que eles acabem com diversas espécies. Assim como qualquer outra espécie de crocodilo, os humanos não estão entre os principais presas ou dentro do seu cardápio. Porém, outra peculiaridade dessa espécie é que eles são muito violentos. Exemplos disso são vistos quando são criados em cativeiro, são muito agressivos com os humanos podendo até atacar para matar.
    Crocodylus Rhombifer
    Crocodylus Rhombifer
  • Crocodylus Siamensis: Esse é o nome científico para o Crocodilo Siamês. É uma espécie de crocodilo considerada de porte médio, isso porque os machos adultos podem chegar a 4 metros de comprimento e pesar até 400 quilos. Também pode ser conhecido como crocodilo asiático, pois é uma das únicas espécies que se encontram em lugares do Sudeste da Ásia. Hoje essa espécie está quase extinta, a destruição de seu habitat e a caça fizeram com que muitos indivíduos fossem desaparecidos. Hoje em dia existem programas de reintrodução, porém não obtiveram tanto sucesso. Assim como todos os outros crocodilos, os humanos não estão incluídos em sua dieta, porém essa espécie já apresentou relatos de agressividade em cativeiro.
    Crocodylus Siamensis
    Crocodylus Siamensis
  • Osteolaemus Tetraspis: Essa espécie é conhecida por ser o melhor crocodilo entre todas as espécies. Por essa característica principal então marcante seu nome comum é crocodilo anão. Basicamente, são pequenos crocodilos encontrados na África. O tamanho de macho adulto é o mesmo tamanho de alguns crocodilos de outras espécies enquanto filhotes ou jovens. É a menor espécie da família dos crocodilos. Por causa do seu tamanho sua dieta também é reduzida, o tamanho dos animais que ingerem é menor, ao invés de ingerir grandes peixes, tartarugas ou até alguns macacos como outros crocodilos, eles optam por invertebrados, animais de pequeno porte e pequenos peixes. O tempo de gestação e reprodução também é melhor para esses animais, todas as características dos grandes crocodilos são limitadas em escalas menores para os crocodilos anões.
    Osteolaemus Tetraspis
    Osteolaemus Tetraspis
  • Tomistoma Schelegelii: Esse é o nome científico para o Gavial-da-Malásia. Existem muitas dúvidas sobre a que família esse animal pertence. Muitos acreditam que é um crocodilo e por muito tempo a ciência adotou essa classificação. Porém outros estudos colocavam essa espécie junto com a família dos gaviais. Infelizmente, é uma espécie ameaçada de extinção. Muitas vezes ele é confundido com os crocodilos de focinho delgado. Por muito tempo as duas espécies foram juntadas e classificadas como se fossem a mesma, isso fez com que a ciência imaginasse que essas espécie não estivessem ameaçadas por causa do da junção e do número de crocodilos. Porém com a separação das características e reclassificação percebeu-se que as duas espécies estão em situação vulnerável. Os maiores motivos para essa vulnerabilidade é a destruição do habitat natural e a caça predatória.
    Tomistoma Schelegelii
    Tomistoma Schelegelii

O Que Os Crocodilos Tem Em Comum

Não importa a espécie. Todos os crocodilos são carnívoros. Isso automaticamente os torna predadores, porém não são quaisquer predadores, são um dos mais perigosos, fortes e preparados para atacar. Os crocodilos são comparados em força, agilidade e violência contigo e se, grandes tubarões e grandes animais. Isso porque eles podem com facilidade derrubar um animal que seja três vezes maior do que ele. Porém, a dieta de nenhum deles inclui grandes animais.

Todos os crocodilos possuem um sistema digestivo e respiratório muito bem articulado, isso porque seus dentes são totalmente desalinhados. Apesar de serem muito fortes e afiados, não conseguem mastigar e triturar nenhum alimento que ingerem. Por isso, seu sistema digestivo contém ácidos potentes para realizar a digestão de pedaços inteiros de membros das presas engolidas.

Reprodução Dos Crocodilos

Outro ponto em comum entre todos os crocodilos é o modo de reprodução. Todos eles esperam pelo período ou estação mais chuvosa. Isso porque, para todos os animais e para a vida natural, a água significa segurança. Se vivem perto da água, significa que há comida, vegetação e presas por perto. Além disso, não morrerão desidratados. Portanto, a época de acasalamento para os crocodilos é perto de tempos chuvosos.

Esse período também é marcado por muita violência. Os machos não são muito territorialistas, mas cada um tem seu espaço, e cada vez que outro macho tenta ultrapassar a área de outro macho, ou chegar muito perto a fim de ameaça-lo, as brigas acontecem e elas podem ser letais.

  • Aproximação: Depois que os machos e enfrentam, é a oportunidade que as fêmeas encontram de acalmá-los e conquistar sua atenção. É um momento muito delicado, pois se as fêmeas irritarem mais os machos nesse período elas podem ser machucadas gravemente. Caso elas consigam, os crocodilos machos as puxam para perto e começam a trocarem carícias, então eles copulam.
  • A gestação dura algumas semanas, nesse tempo, a fêmea se preocupa em encontrar um local seguro, quente e aconchegante para por seus ovos quando for o tempo certo de colocá-los. Eles devem ficar por lá cerca de noventa dias ate que estejam prontos para eclodirem. Algumas fêmeas, quando encontram um local propício para por seus ovos, voltam no mesmo local todos os anos para por novamente no mesmo lugar. Outras preferem achar novos lugares seguros e com a temperatura ideal.
  • Durante a maturação dos filhotes, a única preocupação da fêmea é manter a segurança do local. Portanto, nesse período ela fica extremamente mais arisca e violenta, considerando qualquer possibilidade de ameaças. Por alguns meses ela pode até ficar sem se alimentar, começando a comer somente depois do nascimento dos filhotes.
    Filhote de Crocodilo
    Filhote de Crocodilo
  • Quando os filhotes começam a nascer eles emitem um chamado que rapidamente a fêmea consegue ouvir. Ela ajuda os filhotes a deixarem os ovos, então começa uma etapa delicada. Uma fêmea crocodilo, com as mandíbulas mais fortes do reino animal, deve agora pegar seus filhotes com a boca, controlar a força de seus dentes e leva-los até a água. Qualquer pressão desregulada pode facilmente matar seus filhotes, considerando que eles também não entendem o que está acontecendo e tendem a ficarem desesperados.
  • Já em água, os filhotes, por instinto, se comportam como os adultos. Ficam imóveis e dão um bote apressado em qualquer coisa que se mexam, pois sentem fome e já são pequenos predadores desde cedo. A mãe nesse tempo protege os filhotes de possíveis ameaças e até dos crocodilos maiores, pois os filhotes podem facilmente virar presas de outros de sua própria espécie.
  • Com o tempo, os pequenos crocodilos vão se afastando aos poucos de sua mãe. Alguns ficam no mesmo bando e no mesmo local pelo resto da vida, outros aproveitam o curso da água e se aventuram para novos lugares.

Sonhar Com Crocodilo: Significado

Muitas pessoas acreditam em significados esotéricos. Os crocodilos se encaixam em diversas nuances desses conceitos.

São animais fortes, corajosos, de aparência robusta e amedrontadora. Toda a essência de um crocodilo e suas características internas e externas podem conduzir diferentes significados para os sonhos, pensamentos ou momentos da vida. Existem crenças sobre os sonhos com crocodilos, sobre encontrar um crocodilo ou até pensar neles. Entenda melhor:

  • Encontrar um crocodilo: Pela antiguidade das espécies de crocodilo, e por acreditar que eles foram parentes próximos dos dinossauros, acredita-se que eles detenham uma grande sabedoria e conhecimento de mundo, além da versatilidade e criatividade que se acredita que os crocodilos tenham. Por isso, ao encontrar um crocodilo em sua vida, pode significar uma fase de autoconhecimento ou a oportunidade de começar a buscar novos métodos, novas culturas e novas sabedorias. Para esses momentos é indicado muita paciência e versatilidade para entender os momentos novos e a mudança entre eles.
  • Sonhar com crocodilo: É comum sonhar com animais, muitas vezes pode ser um sonho assustador ou tão estranho que pode ser caracterizado como pesadelos. Muitos simplesmente ignoram, mas há uma possibilidade muito grande de que esses sonhos tenham significados peculiares. Sobre os crocodilos não é diferente. Sonhar com crocodilos pode ser um alerta sobre coisas ocultas. Talvez alguém com intenções escondidas e ruins. O fato dos crocodilos viverem em água e em terra pode significar a ambiguidade entre razão e emoção ou consciente e subconsciente. Sonhar que está sendo perseguido ou mordido talvez não signifique algo que ainda vai acontecer mas sim algo que está acontecendo como um rompimento de relacionamento, uma transição difícil, entre outros.

Além disso, os Crocodilos podem significar:

  • Coragem;
  • Ousadia;
  • Poder;
  • Brutalidade
  • Conhecimento;
  • Esperteza;

Diferença Crocodilo X Jacaré

Olhando bem para eles, para pessoas leigas no assunto, é realmente muito difícil distinguir qual é o crocodilo e qual é o jacaré. Aqui vão algumas diferenças entre os dois animais. Apesar de serem parecidos, não fazem parte nem da mesma família.

Os jacarés pertencem a família alligatoridae e os crocodilos pertencem a família Crocodylidae

Os crocodilos são encontrados em no oriente, em países asiáticos, na Austrália, na África, já os jacarés são mais comuns nas américas, alguns são encontrados na China. O tamanho também é diferente. Normalmente, as espécies de jacarés são menores que as espécies de crocodilos. Com certeza, existem crocodilos e jacarés que são do mesmo tamanho, porém o tamanho normal de um jacaré caracteriza um crocodilo pequeno.

O peso dos dois segue a mesma lógica. Os jacarés, por serem menores, pesam menos que os crocodilos. Não existe nenhum jacaré que chegue ao peso de 1 tonelada. Mas algumas espécies de crocodilos podem chegar. O peso máximo de um jacaré chega aos 300 quilos.

 Jacaré e Crocodilo
Jacaré e Crocodilo

Há uma diferença notável no formato da cabeça do jacaré. Eles têm a cabeça mais curta e larga, enquanto os crocodilos têm a cabeça mais achatada e alongada. Alguns dentes dos jacarés ficam para dentro da boca quando estaco com a boca fechada, enquanto os crocodilos ficam com todos os dentes a mostra.

Criação De Crocodilos

Apesar de ser um comercio muito lucrativo a criação de crocodilos é muito polêmica. Isso porque a criação raramente é pela proteção da espécie, e sim somente para fins lucrativos. Existem leis que regulam essa criação com base no equilíbrio da vida ecológica, porém, poucos criadores realmente respeitam. Além dos comércios fora da lei, existe o comércio clandestino da pele dos crocodilos.

Ao ingressar nesse mercado facilmente se percebe a falta de oferta e o excesso de demanda. Isso faz com que, apesar de ser trabalhoso, seja um empreendimento de retorno muito rápido. Apesar de muito lucrativo, exige muito trabalho e isso pode acabar desestimulando os interessados.

Como já citamos, os crocodilos precisam de um local muito bem estruturado para seu comportamento e atividades. Eles são considerados um indicativo importante de equilíbrio ecológico.

Para iniciar uma criação de crocodilos é necessário:

  • Local: Instalações bem projetadas, espaço aberto, com sol e um tanque com água fresca e sistema de oxigenação. Lembre-se que eles são répteis e precisam alternar entre clima quente e clima frio para o equilíbrio da temperatura de seu próprio corpo. A área seca deve ser bem-feita também, pois as fêmeas precisam de um lugar estável e devem se sentir seguras para formar ninhos e colocar seus ovos.
  • Limpeza: Considerando que não há uma correnteza, os dejetos tendem a se acumularem. Por isso é preciso que uma limpeza periódica seja feita, pois o acúmulo pode causar doenças e o custo de medicalização pode ser absurdo. Portanto, a prevenção significa economia.
  • Reprodução: Muitos criadores preferem manter a certeza de que a reprodução dará certo. Para isso, possuem incubadoras que mantém os ovos seguros e na temperatura certa. Uma curiosidade interessante sobre os crocodilos é que o sexo deles é definido durante o tempo de maturação dos ovos. Quando estão a menos de 27ograus serão crocodilos fêmeas e quando estão acima de 27o significa que serão crocodilos machos. A utilização de incubadoras com a temperatura pré estabelecida permite que o criador defina o sexo de crocodilo que que virá. A incubadora não precisa ser tecnológica ou muito elaborada. Um protetor térmico com uma luz aquecedora já é suficiente para manter uma boa temperatura. Muitos utilizam isopor e alumínio para atingir a temperatura ideal e mantê-la pelo tempo necessário.

Existem mais algumas series de questões a serem consideradas na criação de crocodilos. Para qualquer tipo de comercialização as regras devem ser seguidas à risca. A falta de cumprimento pode diminuir a possibilidade de negócios bem como a prisão por crime ambiental.

Ameaças Aos Crocodilos

Todo o meio ambiente precisa de cuidados e atenção, com toda a certeza, os humanos estão deixando a desejar quando falamos sobre ecologia. Os crocodilos, os répteis ou qualquer animal da fauna mundial, precisam de um ambiente equilibrado, alimentação e precisam ser parte da cadeia alimentar. Todas as ações humanas refletem no meio ambiente, porém a busca pelo sucesso, novas tecnologias, novos negócios e principalmente pelo dinheiro faz com que os humanos parem de ligar para o que realmente importa, a vida na Terra.

Existem pequenas atitudes no dia a dia que podem fazer diferença. Muitas vezes as pessoas pensam que seu cotidiano pouco afeta a vida selvagem, mas tem alto impacto. No caso dos crocodilos, um dos maiores problemas ambientais que enfrentam é a degradação de seu habitat natural. Qual a relação que isso tem com as pessoas que vivem a quilômetros de distância de um crocodilo? Simples. Nós contribuímos para que a degradação aconteça. A poluição das águas é causada pela necessidade de limpeza das cidades, o desmatamento é causado pela grande demanda de madeira, enfim, cada vez mais, os humanos tiram coisas essenciais da natureza que não poderão mais voltar. Cada vez que isso acontece, atingimos diretamente animais que dizemos admirar.

Poluição nas Águas
Poluição nas Águas

Além dessa constante degradação, a pele dos crocodilos é muito utilizada para a indústria têxtil. O grande comercio de sapatos e bolsas cria uma demanda muito exigente do couro de crocodilo, que é considerado um dos mais resistentes do mundo. Como já citado, existe a possibilidade de criação de crocodilos de forma legalizada e a comercialização pode ser fiscalizada. Porém o comércio não legalizado e a pirataria fazem com que essa espécie seja caçada aos montes e que exista cada vez menos indivíduos.

Fatos Interessantes: Crocodilos

  • Já ouviu falar no termo lágrima de crocodilo? Essa expressão se da por causa de uma membrana que produz uma ‘lagrima’ que serve para lubrificar os olhos dos crocodilos e até eliminar bactérias. Essa expressão tem o significado de chorar sem expressar sentimento algum ou choro falso. Considerando que eles vivem entre agua e solo, eles raramente ficam secos o suficiente a ponto de ver essas lágrimas.
  • Os crocodilos possuem dentes muito potentes. E quando caem, outro nasce no mesmo local em questão de semanas, A regeneração dental deles é estudada. Durante a vida toda de um crocodilo, ele pode chegar a ter mais de 7000 dentes.
  • Além das peculiaridades de seu corpo, eles absorvem o calor pela boca, então eles podem passar horas com a boa aberta, imóveis.
  • Apesar de não conseguirmos ver os ouvidos ou orelhas dos crocodilos, a audição deles é muito boa. Durante a gestação das fêmeas, essa audição fica ainda mais aguçada, elas são capazes de ouvir seus filhotes no período de maturação dos ovos, e quando os filhotes nascem eles chamam por ela. Ela pode ouvir o chamado a muitos metros de distância.
  • Apesar de serem muito pesados, os crocodilos são muito rápidos quando estão na água. As maiores brigas entre eles são feitas na água, onde são mais ágeis. A cauda dos crocodilos funciona como um leme e serve de impulso para que eles se mantenham firmes e equilibrados dentro da água.

Veja também

O Que Acontece Se Quebrar o Casco da Tartaruga?

Os répteis são muito especiais e despertam a curiosidade nas pessoas. Assim, lagartos, camaleões, crocodilos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *