Home / Animais / Lince do Deserto: Nome Científico, Características e Fotos

Lince do Deserto: Nome Científico, Características e Fotos

Alguns super-heróis possuem nomes comuns, já outros mais diferentes e incomuns. Mas cada um traz o seu significado por trás daquilo. Uma das heroínas muito conhecidas da Marvel é a Lince Negra. O que muitos não sabem, é que Lince também é uma espécie de animal não tão conhecido, mas bem importante.

No post de hoje, não estamos aqui para falar sobre heróis de quadrinhos, mas sim de uma espécie que se parece muito com animais que domesticamos por aqui no Ocidente: os gatos. Vamos falar sobre o Lince do Deserto, contando mais sobre suas características, seu nome científico e muito mais. Tudo isso com fotos!

O Lince

O lince possui o nome científico Lynx spp. e vem da ordem carnívora. Ele é um mamífero que faz parte da famosa família dos felídeos. A palavra lince veio do latim e do grego, e faz referência ao fato de seus olhos serem refletores e bem brilhantes. De longe, parecem com os gatos domésticos, porém não são iguais.

Eles são maiores, pesando até 30 quilogramas e medindo entre 80 centímetros e 1 metro de comprimento. Outra diferença é que eles possuem a cauda curta, diferente da maioria dos gatos. Suas orelhas chamam a atenção por terem um formato de bico, e também na ponta delas ter um tufo de pelo.

Sua pelagem varia entre cinza amarelado e pardo-avermelhado, mudando muito de acordo com a espécie e o habitat do animal. A pelagem tende a ser bem espessa, assim como suas pernas mais grossas e largas, que são formas de se adaptarem ao frio no inverno. Em seu rosto, eles possuem bigodes que são muitíssimos sensíveis, que servem para detectar vários movimentos.

O habitat varia de espécie para espécie dos linces, mas eles tendem a preferir lugares com vegetações e florestas mais densas. A época de reprodução ocorre entre fevereiro e março, e a gestação não passa de 10 semanas.  O filhote nasce surdo e cego, e permanece junto com sua mãe por um ano até aprender a viver sozinho.

Existem atualmente 5 espécies de linces. Antigamente eram 6, mas a Lynx issiodorensis foi extinta. Uma dessas espécies é o Lince do Deserto, que iremos falar mais abaixo.

Lince do Deserto e suas Características Físicas

A realidade é que: chamar esse animal de lince do deserto ou lince persa é errôneo. Isso porque, seu nome verdadeiro é caracal, e possui um nome científico completamente diferente dos lince: Caracal caracal. Esse erro ocorre porque fisicamente o caracal é similar ao lince. Entretanto, ele é um parente muito mais próximo do serval.

Lince do Deserto Fotografado Dormindo
Lince do Deserto Fotografado Dormindo

Esse gato selvagem é normalmente maior que os gatos domésticos. Costuma medir em torno de 76 centímetros de comprimento e pesa 12 quilogramas. Suas pernas são bem longas, e apesar de sua alimentação, tem uma aparência meio esguia. A sua coloração é parecida com a do lince, variando entre vermelho, acinzentado e amarelado torrado. E em menor quantidade, também tem os completamente negros, que usam essa pelagem para se camuflar.

O caracal tem esse nome advindo de um vocábulo turco, que significa basicamente “orelhas negras”. Essa parte de seu corpo é a que mais chama a atenção. São bicudas e na ponta parecem se enrolar, além de terem um pequeno tufo de pelo nelas. E a coloração vai ficando mais escura gradualmente. Logo, começam com a cor do resto do corpo do animal, até chegar ao preto. Essa coloração é boa para camuflagem.

Essas orelhas ajudam a caçar, pois conseguem deixa-los com uma audição muito boa. Outro fato interessante é que sua boca parece ser desenhada, como se estivesse sorrindo. De longe, parecem até mesmo amigáveis, mas seu olhar mostra que é melhor se manter afastado. Um caracal na natureza costuma viver entre 10 e 12 anos. Mas, se forem criados em cativeiro podem chegar até os 17 anos de vida.

Apesar de a crença ao contrário, o caracal é muito fácil de ser domesticado, assim como os gatos já são. Eles são muito criados em países como Irã e Índia. Entretanto, é ideal que eles já venham de uma família que estava sendo criada domesticada.

Habitat e Nicho Ecológico do Lince do Deserto

O habitat de um ser vivo é o local em que ele pode ser encontrado, de forma básica, seu endereço. O caracal é um animal que está presente tanto na África quanto na Ásia. Ele pode ser encontrado por toda a extensão do continente africano, porém só é encontrado no Sudoeste Asiático.

Como o próprio nome popular já diz, eles tem uma tendência se ficarem em desertos, mas também são vistos em estepes, florestas densas ou savanas. Ele possui um nível de adaptação muito grande. Na parte oeste e norte da África eles estão sendo ameaçados de extinção, mas no resto do continente continuam longe da lista de ameaça.

Quanto ao nicho ecológico, podemos dizer que é basicamente todos os hábitos e ações realizadas por determinado ser vivo durante sua vida. Começando pela alimentação, o caracal prefere se alimentar de roedores, lebres e aves. Mas também podem acabar atacando alguns animais domésticos, gazelas e até filhotes de avestruzes.

Para ajudar na caça, além de sua ótima audição, também tem patas longas que permitem que o caracal dê saltos com mais de 2,5 metros de altura. Além, é claro, de conseguir alcançar uma velocidade bem alta. É dessa forma que eles conseguem apanhar aves que estão em pleno voo. Em relação aos seus predadores, os principais são: os leões, hienas, guepardos e leopardos, serval e chacal.

Esperamos que o post tenha te ajudado a entender um pouco mais sobre o Lince do Deserto, ou melhor dizendo, o Caracal. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajudar. Você pode ler mais sobre linces e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Quantos Filhotes um Chihuahua Pode Ter? Qual a Media?

Os encantos da raça de cachorro Chihuahua incluem seu tamanho pequeno, grande personalidade e variedade …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *