Home / Animais / Leptospirose Tem Cura? Tratamento, Sintomas E Contagio

Leptospirose Tem Cura? Tratamento, Sintomas E Contagio

Ei, olha o rato aí! Calma, não precisa se assustar, eu apenas estou te dando uma dica de qual será o tema de hoje!

Já viu algum rato andando por aí na sua casa? Eu acredito que sim né, pois quase todo mundo já teve problemas com este animal asqueroso e também perigoso. Não é novidade para você que ele transmite doenças que podem te deixar muito mal não é mesmo?!

Já ouviu falar sobre a Leptospirose? Melhor ainda, já ouviu falar sobre como tratar essa horrível doença? Não, pois bem, é exatamente isso e algumas outras coisinhas que eu vim lhe contar hoje! Vamos lá!

O Que é Leptospirose? Como Ocorre o Contágio? Tem Cura?

Olha, cura tem sim, então se você está tendo problemas com ela, pode ficar aliviado(a)!

Não sei se você gosta de assistir aqueles vídeos de exploração de locais abandonados que alguns canais no Youtube apresentam, eu particularmente adoro muito este tipo de conteúdo.

Fico muito aflito quando vejo nos vídeos os integrantes se arriscando tanto para gravar conteúdos no meio de locais tão perigosos, cheios de destroços e repletos de insetos peçonhentos. Estes ambientes são altamente perigosos, e é claro que essas pessoas sabem disso!

Mas então, o que isso tem a ver com a Leptospirose? Tudo, pois em ambientes sujos é onde o rato transmissor dessa doença mais gosta de ficar!

Leptospirose
Leptospirose

Já viu aquelas reportagens de enchentes em cidades grandes como São Paulo e Rio de Janeiro? Sabe aquela água imunda que fica submergida por longos tempos? Aquilo é um grande foco de Leptospirose para todos os moradores!

Resumindo, a Leptospirose é uma doença transmitida pelo rato, através da urina dele!

Sintomas e Tratamento da Leptospirose

Você deve tomar bastante cuidado para não confundir os sintomas, eles são altamente semelhantes aos da gripe e da dengue.

Caso a Leptospirose já tenha lhe feito de vítima, saiba que dores no corpo poderão ser algo bem constante no seu dia-a-dia. O recomendado é sempre permanecer em repouso, longe de qualquer esforço físico.

Talvez você comece a ter mais vontade de ir no banheiro, não sei se já teve diarreia, mas é algo bastante incômodo e esse é outro sintoma que poderá lhe afetar.

Mesmo que eu já tenha lhe dito que esta doença tem cura, saiba que tudo vai depender do quanto ela já avançou em seu organismo, em casos mais graves é preciso internação hospitalar urgente. Acho bom você se cuidar, pois a Leptospirose pode te levar à morte!

Tratamento da Leptospirose
Tratamento da Leptospirose

Eu sei que já consegui te assustar o suficiente para que você fique esperto com a Leptospirose, mas agora vou amenizar as coisas um pouco e te mostrar como talvez você consiga tratar este problema.

Não que eu esteja incentivando as práticas de automedicação, mas os medicamentos mais usados no tratamento da doença do rato é o Clordox e Doxiciclina, porém, somente o médico vai saber lhe indicar o remédio que terá um eficaz efeito. Nunca se automedique!

Se você se remediar por conta própria poderá agravar o seu estado e se por acaso estiver com dengue, por exemplo, pode até mesmo ir a óbito, pois as substâncias presentes no medicamento são capazes de lhe causar problemas ainda maiores.

Como Fugir da Leptospirose?

Quem que não tem em sua casa aquele quartinho que serve como depósito de todo e qualquer tipo de bugiganga? Tem todo tipo de tralha nestes lugares: televisão velha, sapato que ninguém usa mais, ferramentas enferrujadas que não servem para nada, enfim, uma infinidade de coisas sem um pingo de utilidade!

Olha, eu sei que é duro se livrar dessas coisas inúteis, mas que ao mesmo tempo fazem algum tipo de sentido para você, porém, é totalmente necessário tomar esta atitude.

Ratos gostam de ficar em locais sujos e bagunçados, para eles estes ambientes são como tocas, um local seguro para se instalarem e para o seu azar, talvez até procriarem.

Quem não sofre aquela preguicinha na hora de procurar o chinelo para dar aquelas saídas rápidas até a padaria? Você já vai logo pegando as moedas e corre diretamente para o portão sem pensar duas vezes.

Talvez você não saiba o perigo que é andar pela rua descalço, mas entenda que é exatamente por ela que pessoas e também os ratos transitam, se eles tiverem urinado no mesmo caminho pelo qual você passou e pisou, meu(a) amigo(a), a partir deste momento a sua saúde vai começar a se complicar!

Sempre ande com os pés calçados, pois eles são uma parte altamente vulnerável do seu corpo, bactérias e parasitas podem penetrá-lo e fazer uma verdadeira bagunça no seu organismo e tudo isso, te deixando bem mal e acamado no hospital.

Se você possui crianças em casa, é bom ficar de olho, elas por estarem numa fase de descoberta e de muitas curiosidades, sempre andam bastante por aí desprotegidas. Cuidar delas é algo imprescindível, pois o organismo de uma criança ainda está em desenvolvimento e é bastante vulnerável.

Por acaso alguma vez você já dedetizou a sua casa? Se o seu caso for bastante grave e se a sua residência estiver recebendo muitas “visitinhas indesejadas”, é bom começar a pensar nesta possibilidade, pois isso é bem melhor do que deixá-la se tornar um hotel para ratos!

2 Ratos Bem Famosinhos

Veja se eles já não fizeram uma visitinha aí na sua residência!

O Rato de Telhado é um animal que gosta bastante de ficar fazendo aqueles barulhinhos no seu telhado que te irritam muito e tiram o seu sono. Este bicho não é tão grande, mas tem tamanho suficiente para transportar várias doenças em seu corpo e transmiti-las a você.

Rato de Telhado
Rato de Telhado

Ele é bem pequenininho, mas o Camundongo assim como o Rato de Telhado, já possui uma alta capacidade para afetar a sua saúde com doenças terríveis.

Este animal é bem porquinho, odeia água e se banha com a própria língua, da mesma forma como fazem os gatos.

Muito obrigado pela presença, espero que tenha aproveitado a matéria!

Até a próxima!

Veja também

Meu Cachorro Está Estranhando Todo Mundo. E Agora?

Os cachorros ganharam enorme importância na vida das famílias brasileiras. Esses animais se tornaram tão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *