Home / Animais / Inflamação Por Mordida De Carrapato: O Que Fazer? Como Tratar?

Inflamação Por Mordida De Carrapato: O Que Fazer? Como Tratar?

Carrapatos são animais conhecido por muitos. Sua fama se dá pelo fato de sugarem sangue e parasitarem em animais domésticos, animais rurais e até em humanos. Porém, poucos sabem que além de sugar sangue, os carrapatos são capazes de transmitir doenças que podem se agravar, e sem um correto tratamento elas podem ser até letais.

Os carrapatos são pequenos ácaros parasitas. Sua forma é arredondada e achatada, conforme sugam o sangue do seu hospedeiro, eles passam de achatados para um formato de bolinha.

Seu ciclo de vida é muito simples, consiste em nascer, subir em um hospedeiro, sugar sangue, desenvolver ovos, sair do hospedeiro para botar seus ovos e morrer. Eles botam milhares de ovos. Portanto uma infestação de carrapatos é muito fácil de acontecer e deve ser rapidamente combatida com dedetização. Vamos entender um pouco mais sobre os carrapatos e saber como lidar caso seja hospedeiro de um.

Carrapatos e Humanos

Os hospedeiros preferidos dos carrapatos não são os humanos, normalmente eles se hospedam em animais grandes como bois, cavalos, búfalos, entre outros animais rurais. Nem mesmo os animais domésticos são os seres preferidos dos carrapatos. Porém, quando acessamos lugares rurais, com muito mato, ou até nossos animais domésticos acessam, é possível que sejamos hospedeiros desses insetos.

Isso porque, apesar de não sermos preferidos, temos tudo o que um carrapato precisa, ou seja, temos sangue pulsando, e locais quentes do nosso corpo.

Portanto é necessário que tomemos alguns cuidados ao acessar algumas áreas com grande probabilidade de se encontrar carrapatos. Essas áreas são fazendas, sítios, chácaras, pastos, aras, entre outros. Em qualquer lugar com grandes animais, há uma incidência maior de carrapatos.

Existem alguns cuidados que podemos tomar para prevenir que sejamos hospedeiros desses parasitas. Entre eles estão:

  • Usar roupas claras;
  • Usar blusa de manga cumprida;
  • Botas protetoras;
  • Luvas protetoras;
  • Calças;
  • Cabelo preso.

Sempre que retornar, analise suas roupas, lave-as e analise novamente ao estende-las. Durante o banho também cheque todas as áreas do seu corpo inclusive os lugares quentes ou que não são expostos. Entenda que carrapatos são animais pequenos, caso um filhote esteja grudado em alguma parte do seu corpo, ele pode até ser confundido com uma verruga, ou uma marca qualquer.

O Que Fazer Ao Encontrar Um Carrapato

A checagem de todas as partes do corpo é necessária. Isso porque, quando um carrapato gruda no corpo, ele libera uma toxina capaz de deixar aquele local anestesiado. Isso em humanos e animais. Por isso cavalos não espantam os carrapatos assim como fazem com outros insetos, porque não sentem.

Caso encontre um carrapato em seu corpo, ou no corpo de alguém, é possível que seja retirado com rapidez. Para isso é necessário tomar algumas medidas preventivas. Use sempre uma luva, tenha o auxílio de uma pinça e um recipiente para colocar o carrapato assim que ele for retirado.

Nunca esmague ou pise em um carrapato. Assim que ele suga o sangue necessário, ele produz ovos dentro dele. Ou seja, se você esmagar um carrapato, você pode estar espalhando milhares de filhotes pelo recinto.

Na hora de tirar o carrapato, fixe a pinça o mais perto possível da pele e retire com cuidado e precisão do lado oposto das pernas do carrapato. Coloque em um recipiente já reservado, e encher esse recipiente com álcool ou água sanitária. Aguarde de um dia para o outro e certifique-se de que o inseto já está morto para então descartá-lo.

É possível que sinta uma leve dor ao retirar o carrapato. Isso acontece porque o efeito anestésico da sua estadia passar assim que ele sai. Porém essa dor não deve ser forte, caso fique, comunique seu médico.

Infecção Por Mordida De Carrapato

Caso um carrapato passe mais de 3 horas seguidas sugando o sangue humano, ele pode liberar toxinas e bactérias para esse corpo. Além dessas transmissões, a própria mordida ou ferimento pode ficar infeccionada.

Caso se depare com uma situação dessas, não deixe que ela se agrave. Primeiramente, assim que o carrapato foi retirado, é necessário procurar ajuda de um profissional da saúde. Mesmo que tenha sido feito com sucesso, que o carrapato esteja morto e que não haja nenhum vestígio, nem irritações ou coceira, é necessário um exame rápido para se certificar de que não há nenhuma bactéria.

Infecção Por Mordida De Carrapato
Infecção Por Mordida De Carrapato

Lembre-se de que algumas bactérias não dão sinal instantaneamente, elas podem atuar em locais escondidos do organismo e apresentar os sintomas depois de meses.

Portanto é sempre preciso ajuda de um médico.

De qualquer forma, em sua casa, sempre mantenha o local limpo e ventilado. A cicatrização deve ocorrer naturalmente assim como qualquer outra. Não deve doer, nem coçar, nem apresentar vermelhidão. Caso qualquer dessas coisas apareçam, procure ajuda profissional.

Doenças Dos Carrapatos

Além das pequenas infecções, os carrapatos podem transmitir doenças, e sem o devido cuidado que elas podem se agravar. Algumas doenças podem vir do próprio carrapato. Mas muitas, ele transmite de um hospedeiro para o outro. Ou seja, se ele esteve em um animal doente e depois parasita em um corpo humano ele pode transmitir a doença do animal para o corpo humano.

Existe uma doença no Brasil, que já é conhecida por ser transmitida pelos carrapatos. Chama-se febre maculosa. Seus sintomas podem ser confundidos com sintomas de uma gripe forte qualquer, pois incluem febre, dor de cabeça, dores musculares, cansaço, manchas avermelhadas, entre outros. Portanto se já teve incidência de um carrapato e, tempos depois está com esses sintomas, procure ajuda profissional e informe sobre o carrapato. Isso pode fazer total diferença no seu diagnóstico e no tratamento.

O tratamento pode ser simples através de remédios receitados pelos profissionais. Nunca faça automedicação, isso pode trazer mais complicações ou reações indesejadas.

Conclusão

Infecção é algo serio e deve ser tratado com responsabilidade, a automedicação pode tornar o caso muito mais grave. Mesmo com sucesso na retirada de um carrapato e em seu descarte, fique atento aos sinais de seu corpo e aos cantos do recinto onde foi encontrado. É possível que haja mais carrapatos, nesse caso, precisará de outras medidas. Fique atento.

Veja também

Meu Cachorro Está Estranhando Todo Mundo. E Agora?

Os cachorros ganharam enorme importância na vida das famílias brasileiras. Esses animais se tornaram tão …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *