Home / Animais / Iguana Marinha: Características, Nome Cientifico e Fotos

Iguana Marinha: Características, Nome Cientifico e Fotos

Muito parecido com o Godzilla, os iguanas marinhos só são encontrados na ilha de Galápagos, local que chamou atenção e sua visita rendeu estudos científicos importantes para ninguém mais ninguém menos que Charles Darwin e toda sua pesquisa sobre evolução das espécies.

São uma espécie parecida com os lagartos marinhos, que segundo essa teoria, são híbridos, surgiram do cruzamento entre lagartos da terra, junto com das águas. Nessa ilha, segundo informações, existem mais ou menos 300 mil iguanas marinhas e mesmo sendo uma quantidade significativa, essa espécie é classificada como vulnerável de acordo com os órgãos responsáveis pela extinção.

Convivem bem em harmonia, e se adaptaram a esse meio aquático também por conta da sua alimentação, já que de acordo com questões climáticas, as vegetações diminuíram drasticamente e elas necessitam das algas marinhas hoje em dia para se alimentarem.

Características das Iguanas Marinhas

Ficam sob a luz do Sol por uma grande quantidade de tempo, até que seu corpo alcance a temperatura de quase 40 graus. Após chegar essa temperatura, elas entram na água e se alimentam. Os machos podem chegar até 10 metros de profundidade e permanecer dentro da água por 10 minutos ou mais.

Os filhotes e as fêmeas já ficam mais perto da área costeira e se alimentam por lá. Embora convivam em comunidade, ao colocar seus ovos, em um local bem adequado e escondido, os ovos depois de eclodirem, os filhotes procuram outros da mesma espécie sozinhos e seguem o fluxo sem muitos cuidados parentais.

Suas patas não são adaptadas para ambiente aquático e nem terrestre, ao observar esses animais, veremos que eles são bem desajeitados a se locomoverem, porém, são excelentes nadadores já que assim como as salamandras, conseguem utilizar de sua cauda para dar o impulso e o balanço necessário.

Suas patas são voltadas para trás e seus dedos não ficam fechados, apenas com uma película fina que une os dedos. Apesar de ficarem perto da linha do Equador, devido as correntes marítimas, os mares em que habitam são muito frios. Segundo historiadores, são considerados um dos primeiros animais a habitarem o arquipélago.

Iguana Marinha Características

Sua coloração é escura. Já que como todos sabemos, a cor preta “suga” a luz solar, e a luz branca a reflete, logo, as pigmentações são importantes para manter seu corpo aquecido principalmente para não morrerem de frio, já que ao saírem das águas que podem chegar a 10 graus, eles vão diretamente para o Sol para se esquentarem.

São animais razoavelmente grandes, os machos podem chegar a medir um metro e meio e as fêmeas pouco menos de um metro. Os machos pesam quase 20 quilos e as fêmeas são incrivelmente leves.

Devido a ter espinhos por todo seu corpo e uma aparência não “apetitosa” as iguanas não possuem predadores na ilha, seu sumiço se deve por questões climáticas que fazem com elas não tenham alimentação suficiente, seus ovos não tenham onde eclodir, as fêmeas geralmente colocam apenas de um a cinco ovos por vez e o processo demora um pouco de tempo, além de claro, pesca e pesquisas em cativeiros feitas com esses animais de maneira não registrada e que podem leva-los a extinção por ganância de vender sua carne, pele, ou qualquer outro órgão que possua interesse de compradores.

Reprodução das Iguanas Marinhas

A reprodução e fecundação ocorrem de maneiras internas. Os machos se tornam mais coloridos para atrair as fêmeas, seu tom escuro fica com mais viço e brilho e as fêmeas soltam odores fortes como forma de chamar atenção dos mesmos.

Ao se aproximarem das fêmeas, eles montam em cima delas, e mordem seus pescoços como maneira de se estabilizarem nessa posição. É comum por conta disso que as fêmeas fujam algumas vezes e não queiram continuar o acasalamento. Porém, como o macho é um pouco maior, isso acontece depois de um tempo de disputa, e ao encostar a cloaca uma perto da outra, ele deposita o liquido com espermatozoides que vão fecundar os ovos.

As fêmeas também disputam posteriormente os melhores locais para depositarem esses ovos, sendo um processo bem demorado que pode até mesmo durar dias. Ao encontrarem o lugar mais escondido entre as lamas, porém com a presença do sol, elas demoram cerca de um dia inteiro para depositarem e esconderem seus ovos. Todos esses cuidados são necessários, pois os filhotes nascem sem espinhos em seu corpo e podem ser presas fáceis de cobras, aves, ou qualquer outro animal maior e do topo da cadeia que esteja presente em Galápagos.

Alimentação das Iguanas Marinhas

Embora tenham dentes e unhas grandes, e por conta disso, as pessoas achem que elas comam carne ou sejam animais bravos, os iguanas são muito calmas e só comem algas. Essas características servem para que elas possam raspar as algas e solta-las das rochas ou qualquer local em que estejam presas e possam se alimentar.

Uma outra curiosidade bem interessante sobre esse processo, é que os iguanas soltam o excesso de sal que ficam em sua alimentação pelas narinas. Isso mesmo, elas fabricam sal pelo nariz. Fato muito curioso e até mesmo engraçado!

Quando estão em épocas de frio como inverno e outono, elas comem menos e dormem mais, por conta da temperatura de seu corpo, elas não podem desperdiçar o calor. É normal vê-las mais gordinhas na primavera e no verão, já que além da presença do Sol para aquece-las assim que saem das águas, as algas também crescem e estão em maiores quantidades dentro do mar.

Inclusive, seu coração pode até mesmo parar de bater como forma de manter a temperatura corporal, sem prejudicar sua saúde ou seu desempenho em ambiente aquático de maneira alguma. Com a presença maior de pessoas no arquipélago, esse animal sofre alguns ataques que antes não acontecia devido a presença de cães, pesca excessiva, mudança no ecossistema, entre outros problemas.

É extremamente importante que esse animal seja cuidado e protegido, já que houve todo um trabalho evolutivo para que ele pudesse se adaptar da maneira que conhecemos hoje em dia e embora evoluam até rapidamente, os estragos com o aquecimento global têm sido mais rápidos e presentes do que o crescimento e mudanças em todos os outros repteis que estão na terra há milhões de anos.

Veja também

Quais as Raças Que Deram Origem ao Bulldog Francês?

O Bulldog Francês tem origem do cruzamento entre os cães da raça Terriers Pequenos, e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *