Home / Animais / Iguana-do-Caribe: Características, Nome Científico e Fotos

Iguana-do-Caribe: Características, Nome Científico e Fotos

De nome científico Iguana Delicatissima, a Iguana-do-Caribe é uma espécie que ocupa, como o próprio nome diz, as ilhas caribenhas. Os espécimes podem ser encontrados em:

  • Matagais xéricos;
  • Matagais secos;
  • Florestas fluviais;
  • Matagais costeiros;
  • Manguezais.

Além disso, podem ser vistos nas porções de baixa e média altitude de florestas tropicais em transição.

Para saber um pouco mais sobre essa espécie de iguana, não deixe de ler o artigo até o final.

Habitat da Iguana-do-Caribe

A condição atual dos habitats da espécie varia de ilha para ilha. A Iguana-do-Caribe é capaz de sobreviver nos locais degradados extremamente xéricos, com menos de 1.000 mm de precipitação anual. Mas também sobrevivem nas florestas móricas, com 3.000 a 4.000 mm de precipitação anual.

Mas, algo a se lembrar relacionado a esse quesito é que a sobrevivência dos exemplares desse animal se dá na ausência de predadores ou concorrentes introduzidos.

Habitat da Iguana-do-Caribe
Habitat da Iguana-do-Caribe

Tanto os filhotes quanto os animais jovens vivem predominantemente entre arbustos e árvores baixas. Sua “casa” é, geralmente, nas diversas vegetações densas, oferecendo, além da proteção, uma ampla variedade de alimentos.

Com o passar do tempo e seu envelhecimento, a iguana passa a escalar alturas maiores, bem como habitar árvores mais densas.

Dieta da Espécie

A Iguana-do-Caribe é uma espécie de animal herbívoro generalista. Isso quer dizer que ela se alimenta principalmente pela manhã, com uma dieta que inclui:

  • Folhas;
  • Flores;
  • Frutos.

Isso tudo é proveniente de uma ampla variedade de arbustos e árvores.

Existe uma variação sazonal na ecologia alimentar. Ocorre a folivoria durante a estação seca mudando para folivoria e frugivoria durante a estação chuvosa. A sua alimentação é seletiva, sendo preferível o crescimento de folhas frescas, botões de flores, flores inteiras e frutos maduros.

A dispersão de sementes pelas iguanas pode ser significativa para várias espécies de plantas da floresta costeira. Isso se dá especialmente aquelas com frutos grandes, que não são dispersos por pequenos pássaros ou morcegos.

As diferenças na ecologia alimentar entre as populações refletem variações locais na composição das espécies vegetais. Tal ocorrência se dá se for natural ou como resultado de introdução.

A Reprodução da Iguana

A maturidade sexual da Iguana-do-Caribe é alcançada em aproximadamente de 2 a 3 anos. Isso embora a reprodução em machos jovens seja provavelmente adiada devido à sua incapacidade de obter domínio e defender um território adequado.

Estudos de longevidade ainda não foram conclusivos, mas dados recentes sugerem que os indivíduos podem atingir 25 anos na natureza. A duração da geração é estimada em 11 a 14 anos.

Reprodução da Iguana-do-Caribe
Reprodução da Iguana-do-Caribe

Os locais dos ninhos ocorrem em solos arenosos, mas também argilosos e bem drenados, expostos à luz solar prolongada. O tamanho da ninhada é variável, relatado de 20 a 30 ovos. A evidência anedótica sugere um período de incubação de aproximadamente 3 meses.

A atividade reprodutiva das iguanas que habitam ambientes áridos é sincronizada entre as fêmeas. Isso ocorre entre os meses de junho a meados de agosto.

Características das Iguanas-do-Caribe

A Iguana-do-Caribe tem uma face mais curta do que outros tipos de iguana. Esse animal também não possui o padrão de listras distintivo presente ao longo da cauda dos outros tipos de répteis.

A característica que mais facilmente distingue a espécie do Caribe são as mais variadas cores. Estas podem ser bem diferentes de um exemplar para o outro dependendo das diferentes populações das ilhas. Contudo, a sua cor base tende a ser cinza, com manchas verdes na parte inferior.

Características da Iguana-do-Caribe
Características da Iguana-do-Caribe

Esses animais têm grandes escamas pálidas de cor marfim na cabeça. As mandíbulas dos machos são rosa e as escamas ao redor dos olhos são azuis.

Os machos também têm poros femorais ao longo de cada parte interna da coxa que exalam feromônios durante a estação reprodutiva. Os espécimes do sexo masculino são maiores que as fêmeas e medem 40 cm de comprimento. A cauda tem aproximadamente 80 cm quando se tornam adultos. Os exemplares do sexo feminino possuem dois terços desse tamanho.

Conservação do Animal

A iguana-do-Caribe é uma espécie criticamente ameaçada de extinção e pode ser encontrada na Lista Vermelha da IUCN.  Essa espécie de réptil está legalmente protegida da caça em toda a sua extensão, mas a aplicação desses regulamentos é extremamente difícil e, portanto, limitada.

Outras ameaças incluem a perda de habitat para a agricultura. Além disso, tem-se o desenvolvimento e a introdução de predadores selvagens, como cães, gatos e mangustos.

A maior ameaça da espécie pode ser tida como ela mesma. O motivo é que esse animal foi introduzido em seu habitat, há anos, como uma espécie invasora. Os exemplares competem diretamente entre si para disputar todos os alimentos e recursos.

Além disso, a Iguana-do-Caribe tem cruzado outros tipos de iguanas. Essa hibridação foi a principal razão para o declínio da espécie em pelo menos 3 das ilhas.

Outros Tipos de Iguana

Iguana Verde

Essa é a espécie mais popular mantida como animal de estimação. Esse animal é calmo, fácil de tratar e muito colorido. Apesar do nome, ela tem uma variedade de cores, desde rosa, preto, azul e, claro, verde. Algumas espécies também nascem azuis, mudando à medida que envelhecem para o verde.

Iguana Verde
Iguana Verde

Todos os exemplares têm espinhos crescendo nas costas para protegê-los dos predadores. Se atacado ou assustado, eles usarão suas caudas e garras para espantá-los.

As iguanas verdes são herbívoras e adoram comer verduras, legumes e frutas frescas todos os dias.

Iguana Vermelha

Apesar de serem comercializados como um tipo separado de iguana, esses animais são, na verdade, uma variação de cor da iguana verde. Com o tempo, os criadores têm procurado criar certas tonalidades, escolhendo seletivamente parceiros para desenvolver a coloração vermelha brilhante.

Iguana Vermelha
Iguana Vermelha

O vermelho pode variar de ferrugem a uma cor quase laranja. Suas barrigas geralmente são sempre verdes. Os cuidados e atenção são exatamente os mesmos.

Iguana do Deserto

Vindos das terras secas da América, esses animais vivem naturalmente na areia quente do deserto. A maior parte de seu comprimento é ocupada por suas longas caudas. Essa iguana muda de cor durante o dia para regular a temperatura do corpo. Começa como cinza pela manhã e vai ficando branca ao meio-dia para refletir o sol.

Viu como a Iguana-do-Caribe é um animal bonito e muito interessante? Ela não é comum aqui no nosso país, mas não deixa de ser especial como as outras espécies.

Veja também

Cabra Treinada

Qual a Diferença Entre Caprinos e Ovinos ?

Os caprinos pertencem ao gênero taxonômico Capra, ao passo que os ovinos pertencem ao gênero …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *