Home / Animais / História do Esquilo e Origem do Animal

História do Esquilo e Origem do Animal

O esquilo é um mamífero roedor que pertence a numerosa família dos Sciuridae. Essa família agrega mais 270 espécies de esquilos e 3 tipos, que se podem se distinguir por pequenos detalhes ou grandes diferenças.

No Brasil, há algumas espécies de esquilos. Eles são popularmente chamados no país de serelepe, caxinguelê, quatimirim, acutipuru, entre outros nomes.

Curioso? Quer saber mais sobre a História do esquilo e a origem do animal? Acompanhe-nos, então!

Esquilo se alimentando de castanha
Esquilo se alimentando de castanha

História e origem do esquilo

Não se sabe ao certo a qual é a historia do esquilo e a origem do animal. No entanto, pesquisadores se baseiam na etimologia do termo “esquilo” para apontar a História do esquilo e a origem do animal.

O termo “Esquilo” é originário do grego “skioúros”. Ainda, o nome popular do animal “Caxinguelê” provem da África. Assim, se considera que os primeiros representantes dessa grande família surgiram nas regiões próximas à Grécia e nos países africanos.

Sabe-se ainda que os esquilos são animais que estão, praticamente, presentes em todas as regiões do planeta. Mas, a maioria das espécies desse roedor vive em localidades que apresentam climas do tipo Temperado, Tropical e Subtropical – ou seja, zonas quentes ou com temperaturas amenas, embora existam algumas espécies que de adaptam melhor a regiões frias.

Características gerais dos esquilos

O esquilo é um animal que se caracteriza, em especial, por contar com dentes fortes, capazes de facilmente perfuram e trituras cascas rígidas. Isso é uma característica comum entre os roedores, que lhe possibilitam uma excelente ferramenta para a alimentação.

Os esquilos se alimentam, basicamente, de sementes. Porém, podem consumir frutas, ervas e até pequenos invertebrados (dependendo da espécie a quais eles pertencem).

Características Físicas do esquilo
Características Físicas do esquilo

O esquilo No Brasil

Com já fora mencionado, os esquilos povoam também o território brasileiro. No Brasil, são bastante conhecidos como “serelepes”, possivelmente por suas habilidades de saltar e por serem animais agitados.

Os esquilos encontrados no Brasil são do tip que vivem sós ou então em pares. São, ainda, mamíferos com hábitos de vida predominantemente diurnos. Também são conhecidos por serem roedores extremante ágeis.

Essa espécie de esquilo encontrada no Brasil se trata da Arborícola. Esses esquilos, que são a maioria no Brasil, se caracterizam por viverem em copas de árvores, mas descerem constantemente em solo em busca de alimentos.

Esquilo Caxingelê no Brasil
Esquilo Caxingelê no Brasil

São esquilos de pequeno e médio porte, que têm por hábitos enterrar sementes para depois consumi-las, como forma de armazenar alimentação. E esse hábito contribui muito com o meio ambiente, já que ao enterrar sementes, parte delas se espalha pelo solo, facilitando a reposição da flora e germinação de espécies de árvores e plantas em geral, como araucárias e jerivás.

O esquilo Arborícola tem a capacidade de levantar saltos que podem alcançar até 5 m de distância, permitindo que se desloquem facilmente de uma copa de árvore ou galho para outros.

Ainda, apresentam visai e audição apuradas, contribuindo para a sua defesa e sobrevivência em geral.

Vale destacar que os esquilos que brasileiros chegam a medirem até 20 cm e apresentarem caldas de mais de 18 cm. Um esquilo adulto brasileiro pode pesar até 300 g.

Alguns hábitos dos esquilos

Além dos dentes fortes, esses animais têm hábitos interessantes, que se estendem, praticamente, a todas as espécies. Por exemplo, os esquilos, como já mencionados, armazenam alimentos, enterrando-os.

Mas não é só isso: são animais astutos. Frente ao perigo, permanecem imóveis para passarem despercebidos, voltando a se movimentarem quando os riscos se afastam.

Possuem o hábito também de construírem os seus ninhos e abrigos com galhos e folhas. Nesses locais confortáveis, eles repousam e acolhem os filhotes, além de contarem com proteção frente a ventanias e chuvas.

Já em relação à gestação, os machos e as fêmeas se dedicam a construir o leito que abrigará as crias. De acordo com a espécie, uma fêmea pode dar â luz de 3 a 10 filhotes por gestação.

A gestação do esquilo vai de 60 a 160 dias.

Hábitos dos esquilos
Hábitos dos esquilos

Classificação científica do esquilo

Conforme já foi citado, os esquilos pertencem à família Sciuridae. Uma família numerosa de mamíferos roedores, que conta com mais de 270 espécies e mais de 50 gêneros e 3 tipos.

Tipos de esquilo

Além de conhecermos sobre a História do esquilo e origem do animal é interessante saber mais sobre os 3 tipos de esquilo. Veja a seguir:

Arborícolas

São os esquilos mais comuns no mundo todo, incluindo o Brasil. Trata-se de um esquilo com hábitos predominantemente diurnos e com visão e audição habilidosas.

A sua anatomia é adequada para viverem bem em copas e galhos de árvores e descerem em busca de alimentos.

Frente a perigos, podem se imobilizarem. Ainda, emitem avisos ao grupo, com ruído.

Terrestres

São os esquilos que, ao contrário dos Arborícolas vivem a maior parte da vida em solo, inclusive debaixo da terra. Para isso, constroem tocas e ninhos subterrâneos.

Para isso, são privilegiados com garras fortes e bem desenvolvidas, que permitem escavar. Também apresentam orelhas pequeninas, que oferecem maior capacidade de se locomoverem por túneis.

Esse tipo de esquilo vive em grupos maiores que os demais. Cada integrante de uma colônia possui funções bem definidas, como: cuidar da proteção do grupo, cuidar dos filhotes, buscar alimentos, etc. A grande maioria das espécies de esquilos terrestre.

Voadores

Eis uma espécie de esquilo que se destaca por ter a capacidade plainar metros sobre o ar, como se realmente voassem. São roedores com hábitos noturnos e, portanto, apresentam olhos grandes e visão apurada.

Destaque ainda pela anatomia diferenciada. Para plainar sobre o ar, possuem uma membrana nos dois lados do corpo, que vai das patas da frente até as traseiras.

Com isso, conseguem plainar facilmente pelo ar. São confundidos com morcegos algumas vezes.

Curiosidades sobre o esquilo

Conheça alguns fatos curiosos sobre esse mamífero roedor:

  • Os esquilos possuem dentes fortes, que não param de crescer, por isso estão constantemente roendo alimentos rígidos;
  • Nos Estados Unidos, muitos esquilos estão em extinção devido à caça ilegal. A partir de leis rígidas ambientais, esses animais, hoje, estão mais seguros. A caça tinha como objetivo o consumo humano de carne de esquilo;
  • Os esquilos costumam ser comilões! Um adulto chega a necessitar de ½ k de alimento diariamente.

Veja também

Meu Cachorro Avança nas Pessoas na Rua: E Agora?

Os cães são sem dúvida os animais de estimação mais amados e estimados em todo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *