Home / Animais / História da Tartaruga e Origem do Animal

História da Tartaruga e Origem do Animal

As primeiras tartarugas conhecidas datam da Época Superior do Permiano (o período do Permiano durou de 298,9 milhões a cerca de 251,9 milhões de anos atrás). Enquanto as tartarugas vivas não têm dentes, muitas formas ancestrais possuíam dentes. Muitas das formas mais antigas e primitivas não apenas careciam de concha, mas também de plastrão e carapaça. No entanto, as tartarugas primitivas possuíam precursores dessas estruturas.

O Eunotosaurus africanus, a primeira tartaruga conhecida, viveu 260 milhões de anos atrás. O eunotossauro era denteado e sua seção mediana continha nove vértebras alongadas do tronco, nove pares de costelas dorsais largas em forma de T e cinco pares de gastralia (costelas abdominais localizadas ventralmente).
Coletivamente, esses ossos modificados podem ter servido como um tipo de estrutura intermediária de concha a partir da qual a carapaça e o plastrão evoluíram. (Estruturas semelhantes também aparecem em Pappochelys, uma espécie mais jovem e com dentes que data de cerca de 240 milhões de anos durante a época do Triássico Médio.)

Essas estruturas de nervuras largas provavelmente evoluíram para fornecer a essas formas iniciais mais estabilidade e alavancagem para escavação.

Odontochelys Semitestacea

Uma espécie que data de cerca de 220 milhões de anos atrás, durante o Triássico Final, é a espécie mais antiga a possuir um plastrão completo, costelas dorsais largas e uma série de placas neurais, embora não possuísse uma carapaça totalmente desenvolvida. As autoridades afirmam que essa espécie é evidência de que a carapaça evoluiu após o plastrão. Essa evidência também sugere que a carapaça de tartarugas posteriores surgiu a partir de placas neurais que endureceram ao longo do tempo, tornando-se seções planas do osso (osteodermes) suportadas por amplas costelas dorsais. Os dentes ainda estavam presentes nas tartarugas naquele momento, aparecendo nas mandíbulas superior e inferior de Odontochelys.

Odontochelys Semitestacea

Proganochelys Quenstedi

Uma espécie fóssil ligeiramente mais jovem, também tinha dentes, mas os dentes estavam localizados no céu da boca, não na mandíbula superior ou inferior. Em contraste com Odontochelys, a concha de Proganochelys possuía a maioria das características das tartarugas modernas e envolvia completamente o ombro e as cintas pélvicas.

Embora Odontochelys, Proganochelys e Eunotosaurus ofereçam informações sobre a anatomia precoce, a origem das tartarugas continua sendo uma questão fortemente debatida. Existem três hipóteses principais a respeito de suas origens, e as evidências existentes são tais que há uma falta de apoio esmagador para qualquer uma delas. Uma hipótese depende fortemente da análise de DNA, enquanto as outras são baseadas em estudos morfológicos de fósseis.

A hipótese do DNA sugere que as tartarugas eram um grupo irmão dos arquossauros (o grupo que contém os dinossauros e seus parentes, incluindo crocodilos e seus ancestrais e pássaros modernos e seus ancestrais). Uma segunda hipótese postula que as tartarugas estavam mais intimamente relacionadas com lagartos e tuataras.

Uma terceira hipótese sugere que as tartarugas surgiram como anapsídeos – uma linhagem cujo crânio não continha aberturas (fenestrais temporais) no lado da cabeça. Pensa-se que a Anapsida seja ancestral da Diapsida – uma linhagem de répteis cujo crânio era caracterizado por duas fenestraes temporais e, posteriormente, incluiria todos os arquossauros, lagartos e tuataras.

Curiosidades Sobre Tartarugas

Aprender por meio de curiosidades pode ser algo muito interessante, principalmente se você tem dificuldade de aprender por meio de textos acadêmicos.

Por isso, vamos ver agora algumas curiosidades sobre as tartarugas que você provavelmente ainda não sabe!

1.Elas acham que a água-viva é deliciosa.

As tartarugas-de-couro e as tartarugas-de-pente se alimentam de água-viva e mantêm suas populações sob controle. O plástico se parece com água-viva quando está flutuando na água e é por isso que tantas tartarugas morrem por ingerir plástico – elas estavam fazendo um lanche saboroso.

2. Elas são os cortadores de grama dos oceanos.

As tartarugas marinhas verdes têm uma dieta mais baseada em vegetais e comem ervas marinhas. Ao manterem as ervas marinhas curtas, elas evitam que fiquem altas e prejudiquem outras criaturas marinhas.

3. Elas não podem se retrair em sua concha como outras tartarugas.

Como eles não precisam se proteger dos predadores durante a maior parte de sua vida na água, as tartarugas marinhas não podem retrair suas nadadeiras e entrar em suas conchas. Sua anatomia os torna mais ágeis quando estão no fundo do mar, mas altamente vulneráveis ​​quando se aninham e chocam.

4. A temperatura determina o sexo das tartarugas bebê.

Os ninhos mais quentes levam a mais fêmeas e os mais frios levam a mais machos – e é por isso que as mudanças climáticas podem afetar drasticamente suas populações, criando muitas fêmeas e poucos machos para combinar com eles na reprodução.

5. Elas já existem há muito, muito tempo.

Estima-se que 110 milhões de anos são o tempo que as tartarugas marinhas existem na Terra, o que significa que uma vez compartilharam o planeta com o T-Rex e outros dinossauros.

6. Elas podem prender a respiração por cinco horas debaixo d’água.

Para realizar esse feito poderoso, eles diminuem a freqüência cardíaca até nove minutos entre os batimentos cardíacos, a fim de economizar oxigênio.

7. Elas vivem cerca de 100 anos.

E isso também é aproximadamente a quantidade de ovos que eles depositam toda vez que aninham, ou seja, elas botam mais ou menos 100 ovos por vez, o que ajuda (e muito) na perpetuação da espécie.

8. Cães não são os melhores amigos de tartarugas marinhas.

Mesmo sendo animais marinhos, alguns de seus predadores naturais incluem cães que desenterram seus ovos enterrados na areia.

9. Elas têm um excelente senso de direção.

As tartarugas marinhas podem detectar o campo magnético da Terra e usá-lo como uma bússola, e dessa forma elas conseguem se localizar mais facilmente.

Pronto, agora você já sabe tudo sobre a história e a origem das tartarugas, além de também saber ainda mais informações e curiosidades sobre esse animal tão interessante que ela é!

Gostou do artigo e quer saber ainda mais informações sobre outros animais presentes na natureza, mas não sabe muito bem onde encontrar textos de qualidade? Sem problemas, pois aqui no Mundo Ecologia sempre temos os melhores artigos para você! Por isso, leia também aqui em nosso site: Curiosidades Sobre o Gato Mourisco e Fatos Interessantes

Veja também

Canguru-Cinza-Ocidental

Cangurus São Violentos? Eles São Perigosos Para Humanos?

Para quem não conhece a vida fora do próprio país, conhecer lugares do outro lado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *