Home / Animais / Habitat das Aranhas: Onde Elas Vivem

Habitat das Aranhas: Onde Elas Vivem

Aranhas são encontradas no mundo inteiro, a exceção da Antártida. Existem de quase todas as cores, sendo o marrom a mais comum. Existem aranhas do tamanho da cabeça de um alfinete, até aranhas com mais de 20 cm.

Aranhas tem em comum o fato de serem todas predadoras, comedoras de insetos  ou praticantes do canibalismo, e serem igualmente todas venenosas, apresentando toxidade de várias intensidades, e raramente fatais para os humanos.

Carrapatos, ácaros e escorpiões pertencem a mesma subclasse de artrópodes ao qual a aranha pertence, entretanto a aranha se destaca dos demais por ter a cabeça e o tórax separados do abdômen por uma estreita cintura.

As aranhas utilizam métodos de tortura ao abater suas vítimas. Suas garras seguram, picam e trituram a presa ainda viva, enquanto injetam o veneno, que derretem os tecidos da vítima, tornando-a comestível, semelhante aos escorpiões.

O Habitat das Aranhas

A presença de aranhas em uma determinada região, de modo que este se torne seu habitat depende diretamente das condições de clima e vegetação ideais, que são definitivamente responsáveis pelo suprimento de presas, competidores, predadores e parasitas. As aranhas possuem uma notável capacidade de substituir seu habitat em face de circunstâncias adversas.

Por exemplo, executando uma manobra chamada balonismo, algumas aranhas tecem pequenos emaranhados de fios e se lançam nas correntezas de ar, percorrendo quilômetros em seu voo incerto e ainda que aterrizando em lugares desfavoráveis, esta rápida fuga de habitat tornado impróprios, por ocorrência de canibalismo ou escassez de presas, garante sua sobrevivência e de seus descendentes…

Outras espécies lançam suas teias do alto de arvores até que estas se prendam em alguma estrutura e andam sobre seus fios e se estabelecem neste novo endereço, ou simplesmente perambulam sobre o substrato a busca de um novo habitat.

Estas mudanças de habitat podem significar poucos metros ou até quilômetros de distância, pode ser, por exemplo, de dentro de um bosque para dentro de um sapato, ou do alto de uma árvore para dentro de um cupinzeiro abandonado, tornando difícil uma definição precisa quanto ao local ideal para seu completo ciclo de vida com condições de clima, temperatura  e ingredientes para sua sobrevivência.

Onde Vivem as Aranhas

Consideremos as espécies mais comuns ao nosso cotidiano:

Aranhas Marrons (Loxosceles spp)

Estas aranhas frequentam constantemente ambientes domésticos, principalmente nos meses quentes do verão, se escondendo, durante o dia, praticamente em qualquer cantinho escuro,  úmido das casas, que não sejam limpos com frequência,  como debaixo de pias, rachaduras de paredes, livros, telhas e tijolos empilhados e saindo a noite para suas atividades de caça.

Acidentes com aranhas marrons ocorrem quando estas são comprimidas, inadvertidamente pelos humanos, causando ferimento que demanda cuidados médicos especializados, em virtude de seu veneno muito ativo. È uma aranha de pouco menos de 3 cm., de cor marrom esverdeada, que forma uma teia parecida com um chumaço de algodão,  pode ser facilmente confundida com outras espécies inofensivas.

Aranhas Armadeiras (Phoneutria spp)

As aranhas armadeiras são consideradas as mais agressivas do mundo, pois saltam sob o agressor, atacando-o, as vezes sem que este perceba o ataque, vivem em meio a plantações de bananas, monturos de lenha, telhas e tijolos, terrenos abandonados ou mesmo dentro de sapatos e botas, causando acidentes. Inoculam uma veneno de alta toxidade de ação neurotóxica, causando dor intensa e que pode levar a vítima ao “estado de choque” ou mesmo à morte de crianças pequenas e idosos, demanda atendimento médico urgente.

Aranha de Grama (Lycosa spp)

Estas aranhas são bem parecidas com as aranhas armadeiras em virtude de sua cor e postura de defesa, não tendo hábitos domésticos, preferindo quintais, pastos e porões, costuma fugir sob ameaça e apresenta um veneno de baixa toxidade;

Aranha Caranguejeira-Rosa-Salmão-Brasileira (lasiodora-Parahybana)

Estas aranhas não tem hábitos domésticos, preferem viver em tocas úmidas sob troncos caídos e pedras, em cupinzeiros, junto a raízes de grandes árvores e nos pastos. Sob ataque bombardeiam o agressor com pelos que causam irritação, não sendo comum acidentes com humanos. Apresentam um veneno de baixa toxidade e quando adultas atingem cerca de um palmo de tamanho, se tornando bastante assustadora e temida.

Aranha Viúva-Negra (latrodectus Curacaviensis)

La Femme Fatale, reza a lenda que esta aranha mata o macho após o acasalamento com seu veneno fatal, a viúva-negra é uma aranha que mede cerca de 3 cm. com desenho no avermelhado no abdômen, parecido com uma ampulheta, o veneno da espécie viúva-negra brasileira é considerado menos tóxico do que as da espécie europeia, são raros os acidentes envolvidos com esta aranha e a gravidade das lesões dependem da sensibilidade da vítima.

A Reprodução das Aranhas

As aranhas se reproduzem por fecundação interna dos ovos da fêmea pelos espermatozoides liberados pelos machos, sem metamorfose, e esta cópula leva a morte do macho em muitas vezes, no caso mais famoso envolvendo a viúva negra, o macho na realidade morre de hemorragia provocada pela perda de seu  órgão de cópula, sendo posteriormente   devorado pela fêmea.

Durante a cópula da aranha-de-costa-vermelha o macho se aproxima perigosamente da mandíbula da fêmea e deixa-se devorar durante o ato, tal comportamento se assemelha a do louva-deus, onde a fêmea durante a cópula devora o macho obtendo a energia necessária para a eclosão dos ovos.

A aranha-caranguejeira também adota um comportamento semelhante durante a reprodução. A fêmea, após a cópula, envolve o macho em suas teias, garantindo alimentação necessária dos filhotes que hão de nascer.

Em todos estes casos, nota-se que tal comportamento é perfeitamente justificável, como forma de se obter reservas extras de nutrientes necessários para este período reprodutivo, sendo fundamental para a preservação da espécie.

O Alimento das Aranhas

Pode-se afirmar que aranhas comem qualquer ser vivo que for menor do que ela, que houver a sua disposição, presa em suas teias (armações de fio de seda construída por algumas espécies), ou capturadas em emboscadas, dependendo do tamanho esta dieta pode incluir até mesmo pássaros e pequenos roedores.

As aranhas são descendentes de um ancestral comum que vivia sob stress alimentar, segundo estudiosos, e por isso criaram a capacidade de manter-se durante longos períodos sem alimentos, e alimentar-se exageradamente quando houver fartura, dilatando seu abdômen. Igualmente desenvolveram técnicas de obter seu alimento com o mínimo desperdício possível de energia, o que justifica as fêmeas abaterem seus machos durante o ato sexual.

Embora existam mais de 30.000 espécies de aranhas no mundo, pouco mais de dez espécies contem  veneno real mente prejudicial aos humanos.

Não se apavore, dificilmente você vai ter um encontro com uma destas!!!

Veja também

Qual É O Animal Que Mais Come No Mundo?

Determinar, de forma precisa e definitiva, qual o animal que mais come no mundo não …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *