Home / Animais / Golfinho é Vivíparo ou Ovíparo? Qual a Sua Classificação? 

Golfinho é Vivíparo ou Ovíparo? Qual a Sua Classificação? 

Nesse artigo, vamos aprender uma série de curiosidades sobre os golfinhos: vamos descobrir se o golfinho é vivíparo ou ovíparo, qual a sua classificação e muito mais. Vale a pena conferir!

Esses animais são mamíferos que pertencem ao filo cordata e ordem dos cetáceos.

Mas, enfim, os golfinhos são animais vivíparos ou ovíparos?

Antes de responder essa questão, vamos entender qual a diferença entre essas duas classificações:

  • Animais vivíparos: são os animais que se desenvolvem dentro do corpo da fêmea, ou seja, é embrionário. A placenta envolve o embrião, e este depende da sua mamãe para se desenvolver e se alimentar. Em todos os animais vivíparos, a fecundação é interna. O que significa que acontece a cópula e, dentro do corpo da fêmea, são inseridos os gametas masculinos. Assim, o óvulo é fecundado, e dá origem ao embrião.
  • Animais ovíparos: são aqueles que se desenvolvem e nascem dentro do ovo, e não possuem nenhuma ligação com o corpo da sua mãe. É a forma de reprodução da maior parte dos peixes, répteis, anfíbios, dos monotremados, moluscos, da maior parte dos insetos, e também de alguns aracnídeos.

Golfinho é Vivíparo ou Ovíparo? Qual a Sua Classificação?

Os golfinhos, ao contrário do que muita gente pensa, não são peixes, e sim mamíferos. Possuem sangue quente, tal qual no homem. Dão à luz a apenas um filhote de cada vez. São muito sociáveis, tanto com o homem quanto com animais de outras espécies.

Ao todo, são conhecidas cerca de 37 espécies diferentes de golfinhos, dentre os que vivem em água salgada e os que vivem em água doce. Em geral, om golfinho costuma viver cerca de 40 anos.

Dessa forma, podemos concluir que o golfinho é um vivíparo. Pois é um mamífero e se desenvolve dentro do corpo da mãe.

Reprodução dos Golfinhos

Casal de Golfinhos
Casal de Golfinhos

Em cada gestação, nasce somente um filhote de cada vez. E o tempo de duração de cada gestação é de cerca de 12 meses, conforme a espécie. Após observar alguns golfinhos em cativeiro, cientistas conseguiram descobrir o tempo médio de duração da gravidez para algumas das espécies de golfinhos.

No entanto, esse tempo ainda continua desconhecido para a maior parte deles. Os cientistas também acreditam que quase todas as espécies de golfinhos compartilham as fêmeas.

No momento do nascimento, o rabo, ou a calda, do bebê golfinho é a primeira parte a apontar. Em geral, o filhote de golfinho mama até os 4 anos de idade. Só parando antes se acontecer algo.

Quando os golfinhos chegam à maturidade sexual, eles vão em busca de seus parceiros para se reproduzirem. O contato começa com jogos e com a fricção dos corpos na água. Nesse mesmo momento, os órgãos sexuais do casal podem se juntar, assim como o seu ventre. E a fêmea pode, nesse contato, ser fecundada.

Imagem de dois Golfinhos em Momento Íntimo
Imagem de dois Golfinhos em Momento Íntimo

Quando chega o momento de dar à luz, a fêmea começa a nadar de forma mais lenta. E as outras podem acompanhá-la para impedirem ataques de predadores, como os tubarões, por exemplo.

No momento do parto, o filhote é expulso do corpo da mãe, e acontece o rompimento do cordão umbilical que os unia. O filhote precisa nadar até a superfície algumas vezes, para poder respirar.

Quando o bebê golfinho nasce, o seu primeiro alimento é o leite materno, assim como acontece com os seres humanos. A mamãe golfinho disponibiliza o leite para o filhote em forma de jato. E ele continuará mamando por mais 4 anos, aproximadamente. Porém, com 6 meses, ele já começa a comer peixes também, e o leite deixa de ser o seu alimento exclusivo.

O filhote nada bem perto da sua mãe, principalmente enquanto ainda é um bebê. Com o tempo, ele vai se afastando, até se tornar um golfinho independente.

Órgãos Reprodutores dos Golfinhos

Órgãos Reprodutores dos Golfinhos
Órgãos Reprodutores dos Golfinhos

A abertura genital do golfinho macho é na parte da frente do ânus. O seu longo pênis que, geralmente, fica todo por dentro do corpo, se encontra retraído na maior parte das vezes. Ele só emerge no momento em que o golfinho tem uma ereção. Já os seus testículos, esses ficam escondidos por dentro da cavidade abdominal, próximo aos rins.

A abertura genital da fêmea se localiza na barriga, onde encontram-se os seus órgãos urinários e genitais. Os seus mamilos ficam retraídos e as suas duas glândulas mamárias se localizam nos dois lados da sua abertura genital.

No momento de amamentar, os mamilos se estendem, uma vez que os bebês golfinhos não têm a capacidade de alterar o formato da sua boca para conseguir sugar o mamilo. Dessa forma, ele precisa formar uma passagem entre a boca e a língua, por onde irá recolher o leite.

Curiosidades Sobre os Golfinhos

Curiosidades Sobre os Golfinhos
Curiosidades Sobre os Golfinhos
  • Dentes: o golfinho não consegue mastigar todo o alimento com os seus dentes. Mas eles servem para agarrar a sua presa. Para alguns cientistas, os golfinhos apresentam os dentes mais espaçados para que ele consiga analisar as ondas de sons com mais facilidade, no momento em que saltam para buscar um determinado objeto.
  • Pele: o golfinho não possui pelos. Ele tem uma pele macia, lisa e delicada. E que apresenta um aspecto elástico. Quando o golfinho nada em baixa velocidade, a sua pele permanece lisa, sem sofrer nenhum tipo de alteração. Porém, quando está em alta velocidade, a pele se deforma para conseguir absorver melhor das turbulências, de maneira que ele consiga aumentar a sua velocidade.

O golfinho tem a sua pele constantemente renovada, e ela é bem sensível ao toque. Por isso, é comum o animal se machucar. Apesar disso, ele conta com um poder de cicatrização bem alto.

  • Camada de gordura: os golfinhos possuem o corpo revestido por uma camada de gordura bem espessa, que serve como um isolante térmico. Por isso, ainda que esteja na água, o animal permanece devidamente aquecido. Além do mais, essa gordura também contribui para ajudar o golfinho a nadar.
  • Olhos: os golfinhos dormem com um olho aberto e com o outro fechado. O olho que está fechado corresponde ao lado do seu cérebro que também está dormindo. Eles também têm a capacidade de observarem duas direções diferentes ao mesmo tempo, uma vez que os movimentos dos seus olhos são independentes.

Veja também

Macaco na Natureza

Ciclo de Vida do Macaco: Quantos Anos Elas Vivem?

Hoje vamos conhecer um pouco mais sobre os macacos, para começar podemos citar a origem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *