Home / Animais / Golfinho-de-Laterais-Brancas-do-Pacífico: Características e Fotos

Golfinho-de-Laterais-Brancas-do-Pacífico: Características e Fotos

golfinho-de-laterais-brancas-do-Pacífico, cujo nome científico é Lagenorhynchus obliquidens, se mostra como um golfinho bastante ativo. Pode ser encontrado na água fria e temperada do Oceano Pacífico Norte e é um animal especialmente curioso.

Se você gosta dessa espécie que possui aproximadamente 2 milhões de anos, esse é o seu lugar. Se deseja mais informações sobre ela, não deixe de ler o artigo até o fim. Descubra as maravilhas desse mamífero marinho!

Descrição do Golfinho-de-Laterais-Brancas-do-Pacífico

Essa espécie de golfinho tem 3 cores. A garganta, o queixo e a barriga têm a tonalidade branco-creme. A “boca”, costas, nadadeiras e barbatana dorsal possuem a cor cinza escuro. Já a faixa cinzenta clara adicional pode ser vista da parte de cima dos olhos até a barbatana dorsal, se espessando ao decorrer da cauda. Os olhos são contornados por um tipo de “anel” cinza mais escuro.

Esse é um animal oceânico com tamanho médio. A fêmea pesa até 150 kg e o macho 200 kg. Os exemplares masculinos atingem 2,5 m e os exemplares femininos alcançam 2,3 m de comprimento.

O golfinho-de-laterais-brancas-do-Pacífico comumente tende a ser maior que os golfinhos de outras espécies. A fêmea atinge a maturidade aos 7 anos. A gestação dura em torno de um ano. Com relação ao ciclo de vida, crê-se que os exemplares da espécie vivam até mais de 40 anos.

Esse engraçadinho animal é muito ativo, misturando-se com diversos outros  cetáceos que vivem na área. Ele se aproxima facilmente dos barcos e se mostra um tanto quanto sociável com os seres humanos.

Grupos maiores são comuns, tendo a média dos 90 indivíduos. Já os supergrupos possuem mais que 300. Suas presas são principalmente:

  • Pescadas;
  • Anchovas;
  • Lulas;
  • Arenques;
  • Salmões;
  • Bacalhaus;
  • Entre outros.

Esses golfinhos são animais que possuem uma média de 60 dentes.

Habitat do Golfinho do Pacífico

Existe uma grande variedade de golfinho-de-laterais-brancas-do-Pacífico na água fria e temperada do Pacífico Norte. Alguns exemplares podem ser vistos mais no:

  • No sul do mar da China Meridional;
  • No lado oeste da Península de Baja California;
  • No mar do Japão;
  • No mar de Okhotsk;
  • Na parte norte da cordilheira, mais especificamente no mar de Bering.

Os golfinhos parecem seguir algum tipo de padrão migratório. No lado leste, eles são mais abundantes no sul da Califórnia no inverno. Mas mais ao norte (Oregon, Washington) são mais comumente vistos no verão. Sua preferência por águas profundas parece ser o ano todo.

O único predador conhecido dessa espécie é a baleia assassina. Sua população total pode chegar a 1 milhão. No entanto, a tendência do golfinho-de-laterais-brancas-do-Pacífico de se aproximar de barcos complica algumas estimativas precisas.

Comportamento da Espécie

Esses golfinhos mantêm companhia próxima. Eles nadam em grupos de 10 a 100, e muitas vezes podem ser vistos nadando e fazendo cambalhotas. É isso o que lhes compete muita graciosidade.

Os membros formam uma comunidade unida e geralmente têm o instinto de cuidar de um golfinho doente ou ferido. Os animais que vivem em bandos sociais grandes acabam desenvolvendo maneiras de manter contato, com cada exemplar se identificando com um apito de nome único.

Outra coisa que esses animais fazem é ficarem bem próximos uns dos outros. Golfinhos mais jovens se comunicam com um toque da nadadeira enquanto nadam ao lado dos adultos.

Estudos realizados com os golfinho-de-laterais-brancas-do-Pacífico, assim como com os golfinho-de-Risso, revelaram uma infinidade de coisas sobre como eles se comunicam como espécie. Por exemplo, seus entalhes e picos espectrais apresentam um tom mais baixo quando justapostos.

As vocalizações podem variar de maneira diferente por conta de seus estados comportamentais. Isso indica fortes semelhanças entre o comportamento acústico e de superfície para vários comportamentos de forrageamento.

Os dados oceanográficos da área também podem afetar os padrões comportamentais dos golfinhos. Pesquisas também revelaram que os diferentes tipos de ecolocações variam de acordo com a localização geográfica.

Uma das populações de golfinho-de-laterais-brancas-do-Pacífico que foram observados habitando as águas próximas ao Pacífico dos Estados Unidos, pareceu ter mais atividade durante a noite. Já outras populações que também foram observadas habitando áreas próximas a Baja California, pareceram ser mais ativas durante o dia.

Alguns argumentam que existem dois fatores principais que são a causa desse tipo de comportamento:

  • As estações do ano;
  • E a busca por presas.

Proteção E Cativeiro Do Golfinho-De-Laterais-Brancas-Do-Pacífico

Até a ONU proibir certos tipos de redes de pesca em 1993, muitos desses golfinhos foram mortos em redes de deriva. Pesquisadores estimaram que 50.000 a 89.000 indivíduos foram mortos nos 12 anos até 1990. Alguns animais ainda são mortos todos os anos pelas unidades de caça japonesas.

Outras espécies, em geral, são ofuscadas pela popularidade dos golfinhos-de-laterais-brancas-do-Pacífico. Estes fazem parte de alguns shows de parques temáticos marinhos.

Golfinhos-De-Laterais-Brancas-Do-Pacífico do Fundo do Mar
Golfinhos-De-Laterais-Brancas-Do-Pacífico do Fundo do Mar

Em cativeiro, ele tende a consumir menos quantidades de alimentos quando comparado com os animais selvagens. Esse pode ser o caso, devido ao fato de as temperaturas mudarem na água com base nas estações do ano.

No entanto, a condição em que os golfinhos vivem, provavelmente em um aquário, afetará a quantidade de energia necessária para um exemplar prosperar em cativeiro. Comumente, no outono, a ingestão de alimentos, bem como a massa corporal acabam aumentando.

Hábitos Alimentares do Animal

Golfinhos do Pacífico são alimentadores versáteis e oportunistas. Sua dieta carnívora consiste em pequenos peixes encontrados em grandes cardumes e lulas.

Eles consomem:

  • Arenque do Pacífico (Clupea pallasii);
  • Capelim (Mallotus villosus);
  • A lula (opalescens Loligo);
  • Sardinha do Pacífico (Sardinops sagax) ;
  • Cavala (Scomber japonicus).

Um golfinho-de-laterais-brancas-do-Pacífico de tamanho médio precisa consumir cerca de 12,5 a 15,8 kg de peixe por dia. Isso dá aproximadamente 16 a 20% de sua massa corporal.

Os grupos de alimentação da espécie compõem-se de uma média de 11 até 50 indivíduos. Os exemplares forrageiam enquanto moem simultaneamente. Eles não são considerados mergulhadores profundos e normalmente alimentam perto de rochas em profundidades rasas.

Predação do Golfinho-De-Laterais-Brancas-Do-Pacífico

Devido aos seus efeitos nocivos à pesca, os seres humanos matam muitos animais dessa espécie. Nas regiões do Japão, eles são caçados por sua carne.

Baleias assassinas (Orchinus orca) também são conhecidos predadores desses brincalhões, sejam jovens ou adultos. A coloração do golfinho-de-laterais-brancas-do-Pacífico permite que ele permaneça camuflado.

Por ter uma parte inferior de cor clara e uma parte traseira de cor escura, ele pode se misturar com o ambiente ao ser visto por uma ameaça, seja pela parte de cima ou de baixo.

Veja também

Hábitat do Iaque

Hábitat do Iaque: Onde Eles Vivem?

Os iaques ou yaks (nome científico Bos grunniens) são bovídeos encontrados em áreas de levadíssima …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *