Home / Animais / Filhotes de Zebras

Filhotes de Zebras

Não há nada que nós humanos gostamos mais do que filhotes de animais. Parece que temos certo afeto fora do comum quando o animal ainda é filhote, não importa sua espécie. Alguns cientistas dizem que o fato de filhotes serem mais fofos é uma coisa boa da natureza, pois evita que eles sejam mortos ou virem caça com mais facilidade.

E um desses filhotes que causam muito alvoroço para os poucos que tiveram oportunidade de ver, é o filhote de zebra. Os pequenos já nascem muito desenvolvidos e tem a aparência muito fofa de ver. Entretanto, não é só sua beleza e fofura que fazem desses filhotes interessantes, as zebras quando nascem e vão crescendo possuem diversos fatos e curiosidades que deixam qualquer um de boca aberta.

Sobre as Zebras – Um Resumo

Animais conhecidos principalmente por suas listras que ficaram eternizadas em palcos de modas e filmes infantis, as Zebras são bichos selvagens que moram somente na África. Ela é dividida em três espécies e algumas outras subespécies, as mais famosas e conhecidas espécies são Zebra-de-Grevy, Zebra-das-Planícies e Zebra-das Montanhas. Cada uma possui suas características únicas, porém outras são universais para todas as zebras.

Podendo chegar até 350kg, as zebras são pretas de listras brancas e são bem fortes, ágeis, sociáveis e inteligentes. Conseguem fugir e enganar seu predador e/ou inimigo; se comunicar por meio de grunhidos; e evitar conflitos com outras espécies a partir do uso de seu sorriso.

Tamanha inteligência vem desde a infância, onde é tudo passado geneticamente e no dia-a-dia dessas zebrinhas. Quando soltas na natureza, as zebras de forma geral, tendem a viver no máximo 30 anos. Já as que são mantidas em cativeiros, possuem uma longevidade maior, de cerca de 40 anos.

Como e Quando as Zebras se Reproduzem?

Quando inicia-se o período de chuva, as zebras tendem a parir suas crias e iniciar novamente o período de acasalamento reprodutivo. Apesar de se relacionarem sexualmente durante todo o ano, só é possível engravidar quando ambos o macho e a fêmea estão em seu período fértil. E esse período só é uma vez ao ano, para que não haja preocupações com a demora do nascimento dos filhotes de zebras.

Esse período fértil costuma acontecer uma semana antes do nascimento das zebras e logo quando estão em processo de migração. Ou seja, é sempre muita coisa acontecendo. Seu acasalamento é praticamente igual ao dos cavalos e burros, por isso é possível encontrar híbridos que são filhos de zebras com cavalos, burros ou asnos. Esses filhotes de zebras, entretanto, não podem se reproduzir pois são inférteis.

Após o acasalamento, as zebras, como já dissemos, podem continuar a ter relações sexuais, porém sem gravidez. O filhote que já está dentro de sua barriga começa seu desenvolvimento e demora de 12 a 13 meses (mais de um ano) para nascerem. E assim que nascem, as fêmeas vão e engravidam novamente, tendo então um ciclo sem fim.

Para entender um pouco mais sobre o processo de acasalamento e a reprodução das Zebras, leia também: Como as Zebras se reproduzem?

Os Filhotes de Zebras

Após mais de um ano na barriga da mãe, o filhote da zebra finalmente nasce. Ele já sai completamente desenvolvido, podendo pesar até 25kg. Todo o processo de nascimento é muito rápido, o que mostra a facilidade e desenvolvimento que esses animais possuem. Seus corpos e ossos saem com pouca força, mas rapidamente vão ganhando.

Assim que saem, demoram cerca de 20 minutos para se levantarem e começarem a andar, seguindo sua mãe e até mesmo pastando pelo lugar. Quarenta minutos depois de seu nascimento, já é possível visualizar esses filhotinhos correndo rapidamente pelos campos e savanas sem medo de nada, mas nunca saindo de perto da mãe. Essa proteção materna dura por muito tempo, e não costuma ter muita presença do macho, apesar de eles saberem quem é ou não seu pai/filho.

Filhote de Zebra Correndo
Filhote de Zebra Correndo

Em menos de uma hora se não fosse pelo seu tamanho menor, ninguém imaginaria que eles acabaram de sair da barriga da mãe após mais de um ano lá dentro.

Desenvolvimento e Vida Adulta

Após todo o processo de nascimento, a vida das zebras filhotes começa de imediato. Além de andar e correr, elas iniciam sua amamentação que dura cerca de 16 meses. Depois disso ficam livres para encontrar seu próprio alimento e se proteger de alguns inimigos, mesmo que seu grupo ainda vá na sua direção para ajudar. Não importa a idade da zebra, quando uma do grupo é atacada, elas tendem a se juntar para espantar o predador de longe da que está sendo atacada formando círculos em torno do animal.

Como falamos, todos os processos das zebras costumam ser rápidos, exceto a gestação. Com dois anos, algumas zebras já iniciam sua vida sexual, entretanto é raro que consigam engravidar. Sua independência dos pais e passagem para a vida adulta acontece aos 4 anos de idade, quando já estão com todos os órgãos sexuais desenvolvidos e prontos para serem livres pela África. Os machos entretanto, não costumam iniciar sua reprodução tão cedo como as fêmeas, pois só começam a se reproduzir quando já estão bem mais velhos. Esse fato faz com que sempre haja mais fêmeas para poucos machos, criando uma hierarquia no qual no topo está o macho com mais fêmeas.

Depois disso, as zebras abandonam o grupo que viviam antigamente com seus pais e vão atrás de um novo, onde encontraram uma nova família. É raro o encontro entre pais e filhos depois dessa separação, mas como as fêmeas e os machos precisam e tem que continuar a se reproduzir, não é algo muito triste.

Caso esteja interessado sobre, você pode ler um pouco mais sobre as zebras aqui: Características das ZebrasCuriosidades sobre zebras e Zebras de Grant.

Veja também

Galinha Modern Game: Características, Ovos, Como Criar e Fotos

Não, não estamos falando de um joguinho de vídeo game, e nem de algum novo …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *