Home / Animais / Ficha Técnica do Flamingo: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

Ficha Técnica do Flamingo: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

Quer saber algumas características e curiosidades do flamingo? Leia este artigo!

Os flamingos (nome científico Phoenicopterus) são aves facilmente reconhecidas por suas longas pernas e belas cores.

Em seu corpo, podem ser vistas as cores branca, cinza, rosa, laranja e preta, seja em tons claros ou vivos.

A intensidade e beleza de suas cores depende, em parte, dos seus hábitos alimentares. Além disso, as aves também possuem grandes bicos curvados.

Flamingo: características

Os flamingos pertencem ao gênero Phoenicopterus e são os únicos membros da família Phoenicopteridae. Existem seis espécies de flamingo conhecidas, sendo que quatro vivem nas Américas e no Caribe e duas vivem na Europa, Ásia e África. Elas são as seguintes:

  • Flamingo americano (Phoenicopterus ruber);
Flamingo americano
Flamingo americano
  • Flamingo andino (Phoenicoparrus andinus);
Flamingo andino
Flamingo andino
  • Flamingo chileno (Phoenicopterus chilensis);
Flamingo chileno
Flamingo chileno
  • Flamingo maior (Phoenicopterus roseus);
Flamingo maior
Flamingo maior
  • Flamingo-pequeno (Phoeniconaias minor);
Flamingo-pequeno
Flamingo-pequeno
  • Flamingo-de-james (Phoenicoparrus jamesi).
Flamingo-de-james
Flamingo-de-james

Os flamingos vivem em média de 20 a 30 anos na natureza e podem ter uma vida muito mais longa em cativeiro. Há registros de um Phoenicopterus roseus que chegou aos 83 anos de idade vivendo em cativeiro.

Eles são onívoros, com populações que variam de milhares a centenas de milhares de indivíduos, dependendo da espécie. Alguns tipos de flamingo correm riscos quanto à diminuição e estabilidade de sua população devido a diversos fatores, enquanto outros não estão vulneráveis.

Os flamingos geralmente são vistos de pé sobre uma das pernas enquanto a outra fica escondida debaixo do corpo. A razão para esse comportamento ainda não foi esclarecida, mas pode ser que ajude os pássaros a conservar o calor ou a energia necessários para que eles permaneçam de pé por longos períodos de tempo.

Os flamingos medem de 90 e 150 cm de comprimento. Apesar de serem aves grandes, eles conseguem voar muito bem. Os que são mantidos em cativeiro têm as asas cortadas para impedir sua fuga.

Flamingo: habitat

Os flamingos geralmente vivem em habitats aquáticos rasos incluindo lagoas, lagos, pântanos e ilhas. O Flamingo maior habita ao longo da costa da África, no sul da Europa e no sudoeste da Ásia. O flamingo-pequeno habita desde o Vale do Rift na África até o noroeste da Índia.

O flamingo americano vive nas Ilhas Galápagos, Belize, ilhas do Caribe e no sul da Flórida. O flamingo chileno é encontrado em zonas de clima temperado da América do Sul. O flamingo andino e o flamingo-de-james são encontrados nas montanhas dos Andes no Peru, Chile, Bolívia e Argentina.

Os flamingos se alimentam de algas, camarões, insetos, crustáceos e moluscos. Para conseguir seu alimento, eles usam as patas para mexer na areia, terra e lama e mergulham o bico na água para capturar suas presas e pegar a vegetação.

As moléculas de pigmento (carotenóides) presentes nos alimentos consumidos dão aos flamingos sua cor rosa característica. As aves cuja dieta é composta principalmente de algas apresentam cores mais vivas do que as que obtêm o pigmento por meio do consumo de crustáceos (os quais, por sua vez, se alimentam de algas). Já flamingos que não têm acesso a carotenóides por meio da alimentação podem ser animais perfeitamente saudáveis, mas apresentam cor cinza ou branca.

Flamingo: vida e reprodução

Os flamingos são aves monogâmicas e chocam um único ovo a cada ano. Tanto os machos quanto as fêmeas realizam rituais de acasalamento. Sendo formados os pares, ambos constroem o ninho e se revezam na incubação por cerca de 30 dias até o filhote nascer.

Os filhotes recém-nascidos apresentam penas de cor cinza, patas pretas, bicos retos e pretos. Ambos os pais produzem um tipo de leite para alimentar o filhote. Depois de algum tempo, o filhote passa a comer alimento regurgitado pelos pais.

Quando os filhotes chegam a duas semanas de vida, eles passam a ficar reunidos em grupos e assim tornam-se menos vulneráveis ​​a predadores. Suas penas adquirem a cor rosa depois do primeiro ou segundo ano de vida e seu bico se torna curvado com o passar dos anos.

Os flamingos são aves altamente sensíveis à poluição da água e ao envenenamento por chumbo. Além disso, o sucesso reprodutivo diminui quando eles são constantemente incomodados por turistas, aeronaves voando baixo e predadores.

Outras ameaças incluem mudanças climáticas, alterações no nível da água e doenças. A captura de flamingos adultos e de ovos para alimentação ou criação em cativeiro também é um aspecto que pode desestabilizar as populações caso ocorra de maneira indiscriminada.

Os flamingos são pássaros sociais que vivem em colônias. Isso é vantajoso para estabelecer locais de nidificação, evitar predadores e encontrar comida de maneira mais eficiente.

Flamingo: curiosidades

A mansidão que o flamingo demonstra quando está em cativeiro o torna adequado para viver em zoológicos e parques naturais mas, deixando seu habitat, o animal dificilmente mantém suas belas e vívidas cores.

O consumo de uma grande quantidade de beta-caroteno é o que dá às penas das aves sua coloração especial. Quando a dieta é radicalmente alterada e há a inclusão de alimentos artificiais, é inevitável que hajam mudanças internas e externas no corpo dos flamingos.

Como a dieta dos flamingos na natureza é composta de microrganismos e algas que vivem em águas altamente salinas e alcalinas, sendo esses ambientes difíceis de serem reproduzidos dentro de estruturas artificiais, quando em cativeiro as aves recebem alimentos coloridos artificialmente como uma maneira de compensar.

As dimensões e cores do flamingo são notáveis, portanto não é difícil reconhecer a ave em meio a tantos outros animais com os quais divide o habitat em lugares como o continente africano. ​​

Flamingos James Rosa
Flamingos James Rosa

O flamingo tem um pescoço muito comprido e fino que corresponde à metade de seu comprimento total. As pernas do flamingo têm praticamente o mesmo tamanho que o pescoço, portanto ao mergulhar o bico na água para se alimentar, a ave não precisa dobrar as pernas.

Quando a ave descansa, ela enrola seu pescoço ao redor do corpo e deposita seu bico grande e curvado em suas costas. No momento de voar, o pescoço é mantido esticado para frente e o bico também fica apontado para a mesma direção.

O bico do flamingo tem a função de filtrar milhares de litros de água por dia. Ao se alimentar, a ave aspira e expira água de forma rápida e contínua, sendo capaz de segurar entre as lâminas estreitas que cercam a borda do seu bico algas microscópicas e pequenos crustáceos.

Gostou do artigo? continue navegando no blog para ler mais e compartilhe este artigo em suas redes sociais!

Veja também

Quais os Benefícios do Ovo de Marreca? Para que Serve?

Os marrecos são aves aquáticas pertencentes à família dos Anatídeos. Estas aves produzem uma carne …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *