Home / Animais / Ficha Técnica da Doninha: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

Ficha Técnica da Doninha: Peso, Altura, Tamanho e Imagens

Hoje vamos falar sobre um animal muito bravo. Você já ouviu falar na doninha?  Esse bicho pode ser considerado um dos menores carnívoros existente, mas consegue capturar presas que são cinco vezes maiores que ele. Inacreditável, não é mesmo? Vamos conhecer algumas das características desses animais que não costumam ser muito amigável?

Peso e Altura da Espécie

As doninhas são animais rápidos e que possuem ótimos reflexos de audição e olfato.  É considerado um mustelídeo e pode viver até dois anos se na natureza e mais de sete quando em cativeiro. Podem medir mais de 30 centímetros e pesam aproximadamente 150 gramas. Os machos são maiores e mais gordinhos que as fêmeas e possuem um corpo bem flexível e ágil.

Seu pelo é grosso. Entretanto, a pelagem sofre uma mudança de acordo com a mudança das estações do ano. Apresentam-se nas cores: marrom, pardo e castanho apresentando algumas manchas na cor branca. Possui orelhas e focinhos curtos, enquanto o pescoço é mais alongado. Já as suas garras são bem afiadas e utilizadas com muita agressividade nos seus ataques.

Características das Doninhas

São animais territorialista e que costumam viver sozinhos na natureza, com execração, da época de acasalamento. A doninha é muito habilidosa e pode saltar bem alto.

Além disso, são muito adaptáveis e podem ter tanto hábitos diurnos quanto noturnos. Não é difícil encontrar uma doninha em abrigos de outros animais, reforçando sua capacidade de adaptação e sua esperteza.

No seu período de reprodução os machos acabam brigando na disputa pelas fêmeas. Os filhotes nascem depois de um período de 35 dias de gestação e sem nenhum pelo no corpo. São pequeninho e podem pesar apenas algumas gramas.

A maturidade sexual das doninhas é atingindo logo nos primeiros meses de vida e elas costumam se reproduzirem durante todo o ano.

A doninha é uma excelente caçadora. Procura agir sempre de forma silenciosa e atacar as suas presas de forma surpreendente. São ótimas escaladoras e são capazes de caçar buracos nas árvores. Como se não bastasse, esse pequeno animal também tem habilidades aquáticas e consegue nadar em busca de alimento.

Hábitos do Animal

Ao identificarem suas presas, as doninhas atacam de forma muito agressiva imobilizando-as com suas patas e mordendo sua nuca. Uma curiosidade sobre esse animal é que ele costuma beber o sangue de suas presas e em seguida leva o bicho já morto para um local para reservado para fazer sua refeição na maior tranquilidade.

São animais que possuem um metabolismo aceleradíssimo e que necessitam comer diversas vezes durante o dia. São carnívoros e podem se alimentar de animais diversos como: rato, pombos, galinha, coelhos e uma variedade de pássaros. Com menos frequência eles podem se alimentar de peixes e sapos, além de ovos e filhotes de aves.

Seu maior predador é o gato selvagem e algumas aves de rapina. Algumas cobras também podem atacar as doninhas.

Mesmo sendo animais que pouco aparecem, podem ser encontrados em na América do Norte, África e Ásia. No Oceania sua presença é sempre associada ao combate de coelhos e roedores. Não é considerada uma espécie ameaçada de extinção.

Curiosidades Sobre a Espécie

Separamos algumas curiosidades sobre esses bichinhos nada amigáveis. Vamos conferir?

  • Possuem uma forma de se organizar socialmente bem interessante em que os indivíduos podem ocupar diversos papeis dentro do grupo ao longo da vida.
  • Ao tentar capturar suas presas a doninha podem se esconder em buracos muito pequenos. Essas pequenas cavernas servem também de abrigo para filhotes e para abrigo dos indivíduos. Elas utilizam, inclusive, a pele das suas presas para “forrar” as suas casas.
  • Emitem sons que se assemelham a assovios e seu nome científico é Mustela nivalis.
  • A espécie da doninha-anã é muitas vezes confundida com os furões. A aparência fofinha e indefesa é apenas de fachada, pois esse animal ataca de forma feroz os seus predadores. A doninha é a maior prova que aquele ditado que diz que “tamanho não é documento” pode muitas vezes está correto.
  • As mães costumam cuidar sozinhas dos seus filhotes e são responsáveis também por capturar alimentos para eles.
  • Existem aproximadamente dez espécies de doninha na natureza. Dentre elas: Doninha-amazônica, Doninha-de-nuca-branca, Doninha-siberiana e Doninha-das-montanhas.
  • Uma imagem sensacional viralizou na internet mostrando uma doninha “pegando carona” em um beija-flor em pleno voo.
  • Mesmo sendo animais muito hábeis, as doninhas são alvos da caça ilegal. O objetivo é capturar a sua pele que é usada com muita frequência na produção de roupas, especial, de casacos de pele.

Ficha Técnica da Doninha

Para encerrar nosso artigo preparamos uma sistematização das principais informações sobre as doninhas. Veja:

Altura: os machos podem medir até 35 centímetros.

Características: corpo pequeno, garras afiadas, focinho pequeno e pelo denso.

Onde podem ser encontradas: em todos os continentes do planeta.

Alimentação: são carnívoros e costumam atacar pequenos roedores e pássaros.

Gestação: aproximadamente 35 dias.

Família: mustelídeos.

Peso: entre 70 a 130 gramas.

Hábitos: diurnos e noturnos. Costumam andar sozinhos e os grupos só costumam se formar na época do cio dos animais. Possuem uma grande capacidade de reprodução e muitos indivíduos morrem ainda nos primeiros meses de vida.

Doninha Branca na Neve
Doninha Branca na Neve

Cauda: mede 5 centímetros

Nome científico:  Mustela.

E você? Já tinha ouvido falar na doninha? Já imaginava que um animal tão pequeno poderia ter um comportamento tão agressivo? Conta para a gente nos comentários e aproveite para compartilhar esse artigo com seus amigos e nas suas redes sociais. Ah, não esqueça sempre de acompanhar aqui no Mundo Ecologia novas curiosidades sobre as plantas e animais. Até a próxima!

Veja também

Marreco de Pequim: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco de Pequim é considerado uma das principais raças atuais de marrecos, ao lado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *