Home / Animais / Estrela do Mar: Curiosidades e Fatos Interessantes

Estrela do Mar: Curiosidades e Fatos Interessantes

Um dos animais marinhos mais conhecidos é a estrela do mar. A alegria de quem conseguia ver uma quando ia passear na praia era sempre ótima, pois é um animal muito peculiar e que realmente não aparenta ser nem um pouco um animal mesmo. Existem diversos tipos de estrelas do mar, e apesar do mais comum aqui ser as que possuem apenas cinco braços, também é possível encontrar algumas com quantidades de braços diferentes.

No post de hoje falaremos sobre a estrela do mar em geral, contando um pouco mais sobre suas características gerais, nome e classificação científica e muito mais. Tudo isso com fotos! Continue lendo para aprender mais sobre esse animal tão diferente que é visto aqui no nosso país.

Características Gerais da Estrela do Mar

As estrelas do mar são animais marinhos que fazem parte do filo dos equinodermos. Fisicamente, elas possuem um disco central e na maioria das espécies possuem cinco braços, entretanto há por exemplo a estrela do mar de 9 braços.Seus braços são de superfície superior lisa, granular ou espinhosa, sobreporta por placas. Sua coloração também é bem variada, podendo ser desde o laranja e vermelho até azul e marrom. Mas o mais comum é na coloração cinza azulado ou esverdeado.

Esses animais possuem o chamado pé ambulacrário, que não é exatamente um pé como estamos acostumados. O nome significa pés escondidos, e ele é operado pelo sistema hidráulico e a boca. Essas estrelas são predadoras, especialmente dos animais que ficam na zona bentônica. Apesar de terem muitas semelhanças com as outras estrelas do mar, elas possuem algumas características únicas.

Raramente é possível encontrar estrelas do mar com oito pés também, mas é possível. Os braços inclusive são bem longos e achatados, e suas bordas são levemente esbranquiçadas. Na parte inferior a coloração dos braços é branco ou creme. No centro do disco fica a sua boca. O tamanho que ele pode chegar fica entre 30 a 40 centímetros, dificilmente passando disso. É uma espécie que pode ser encontrada na Jamaica, Antilhas, Belize, Nicarágua e pela costa da América do Sul, incluindo o próprio Brasil.

Nesses mares, nós só conseguimos encontrar a estrela do mar em locais que tenham um baixo movimento de água, e preferencialmente com fundos lodosos ou até arenosos, entremeados por conchas. Seu comportamento é importante de ser entendido, antes de tudo é uma predadora muito boa, e possui uma grande quantidade diferente de presas, incluindo moluscos, crustáceos e alguns vermes aquáticos, também chamados de poliquetas. Sua alimentação ocorre da seguinte forma: ela lança o estômago pela boca, e engole o alimento diretamente e por inteiro. Com isso, ela acaba também pegando outros substratos, que são filtrados via oral e depois expelidos através da boca.

Estrela do Mar

A reprodução da espécie é feita sexualmente, no qual ocorre a liberação dos gametas no mar, local que também ocorre a fecundação. Após a liberação dos ovos, eles eclodem em larvas, que são levadas pela corrente junto com o plâncton. Depois de 25, eles crescem o suficiente para se acomodar no leito do mar, para que enfim consiga se metamorfosear. Um dos predadores da estrela do mar são outras próprias estrelas do mar e também de aves marinhas, que atacam quando a maré está baixa.

O primeiro registro de estrela do mar tem mais de 450 milhões de anos, apesar de ser bem pobre em informações. Isso porque após a morte, elas costumam se desintegrar pouco a pouco, deixando apenas suas espinhas e ossículos sendo possíveis de preservar.

Curiosidades e Fatos Interessantes da Estrela do Mar

  • Eles possuem uma enorme capacidade de regeneração. Ou seja, caso percam um braço, com muita facilidade podem reconstruir outro.
  • O braço que elas podem acabar perdendo em algum momento da vida pode inclusive, gerar uma nova estrela do mar.
  • São animais predadores e são capazes de caçar e se alimentar de animais maiores que e mais ágeis que ela.
  • Não possuem coração, mas apresentam um líquido incolor semelhante ao sangue, que se chama hemolinfa.
  • O ouriço do mar, bolacha do mar e pepino do mar são parentes bem próximos das estrelas.
  • Seus braços são bastantes fortes, o suficiente até mesmo para abrir conchas de mexilhões, que são um de seus alimentos favoritos.

  • São os únicos animais existentes que conseguem jogar seu estômago para fora do corpo para conseguir se alimentar.
  • Podem ser vistas em todos os oceanos, mas preferem águas mais quentes.
  • O país que mais possui diversidade de estrelas do mar é Austrália.
  • É possível encontrar espécies de estrelas do mar que possuem dezenas de braços, apesar de bem mais raras.
  • Estão em ameaça de extinção devido o aquecimento global. Isso porque a quantidade de animais que ela se alimenta vem diminuindo, o que acaba gerando a chamada extinção em cadeia. Outro motivo de sua extinção é que a contaminação das águas faz com que elas não consigam processar toxinas e respirar.
  • Quando estão em territórios desconhecidos e perigosos, eles são capazes de eliminar suas próprias vísceras pelo ânus. E é dali que se regeneram em algumas semanas quando o ambiente passa a ser favorável. Isso também ocorre para que o animal consiga economizar energia.
  • Já foram encontradas espécies de estrelas do mar com 5 quilos e 1 metro de comprimento.
  • Elas podem praticar o canibalismo quando há falta de alimentos.
  • Seus pés, que ficam em seus braços, podem soltar uma “cola” que vai aderir indefinidamente com uma pedra ou presa, e também podem se soltar quando estiverem prontas para seguir.

Esperamos que o post tenha te ajudado a aprender e entender um pouco mais sobre a estrela do mar, suas características gerais e também algumas curiosidades e fatos interessantes. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em ajuda-los. Você pode ler mais sobre estrelas do mar e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Quais os Sintomas de Infecção em Cachorros?

Os cães são animais extremamente presentes na maioria das famílias brasileiras, já que é extremamente …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *