Home / Animais / Enguia: Curiosidades e Fatos Interessantes sobre o Animal

Enguia: Curiosidades e Fatos Interessantes sobre o Animal

A enguia é uma espécie de peixe que costuma se reproduzir no Mar dos Sargaços, no meio do Oceano Atlântico. Esse animal aquático pertence aos eurialinos, o que significa que ele consegue aguentar vários níveis de sal na água. Além disso, ele também pode ser chamado de catadrómico, pois vive seu processo de crescimento nos rios e faz as suas desovas nos mares.

Em geral, as enguias mais velhas viajam para o Mar dos Sargaços e normalmente morrem após o período de reprodução. Depois disso, suas larvas retornam para as partes costeiras onde passam por uma metamorfose e se transformam em meixões (enguias de vidro). Depois de um tempo, esses meixões retornam para as águas onde nasceram para darem reinício a um novo ciclo de reprodução.

Evolução Histórica

Os fósseis mais velhos das enguias vêm do tempo pré-histórico e ultrapassam a marca dos 100 milhões de anos. Essas relíquias foram achadas no sul francês e no Líbano, mas sua origem está ligada ao mar ancestral do Mediterrâneo, chamado de Mesogea. Esse mar fazia a ligação entre o Oceano Atlântico e Pacífico.

Existem dois grupos desse peixe que pertencem a uma espécie ancestral chamada Anguilla ancestralis: um deles faz parte de um conjunto de dezessete espécies oriundas dos Oceanos Índico e Pacífico e o outro grupo está ligado a duas espécies de enguias do Atlântico. O ciclo de vida desses animais é basicamente o mesmo: seu nascimento acontece nas águas mais quentes dos mares e depois vivem o resto de sua vida em águas doces. A espécie ancestral Anguilla atlantidis também é oriunda do Mar dos Sargaços.

As ancestrais das enguias de hoje chegaram até as costas da América do Norte e da Europa e deram origem as enguias que vivem nestes dois continentes. A única diferença entre elas está em seu número de vértebras (são 115 para as enguias da Europa enquanto as norte-americanas têm apenas 107). Com o processo de expansão do Atlântico, a distância entre as costas da Europa e o Mar dos Sargaços ficou ainda maior, o que obrigou a enguia da Europa a retornar ao Mar dos Sargaços para continuar as suas fases de procriação.

Características Gerais

A enguia se diferencia dos outros peixes por causa de sua forma serpentiforme e cilíndrica. Além disso, esse animal é longo em sua parte posterior, mas se torna estreito nas regiões próximas a sua cauda. A largura de sua cabeça deixa os seus orifícios nasais em formato de tubo bem expostos, além de exibir os seus olhos arredondados e pequenos.

Suas escamas, que ficam em várias partes do corpo, menos na pélvis, são tão pequenas que praticamente não é possível enxergá-las a olho nu. O maxilar da parte de baixo da enguia é maior que o maxilar de cima, o que lhe difere de um safio (peixe da família Congridae também conhecido como congro), animal com quem é confundida frequentemente.

Enguia Fotografada de Frente
Enguia Fotografada de Frente

As enguias costumam se ondular quando estão se movimentando e, para fazer isso, elas usam uma barbatana que fica em seu dorso e está diretamente ligada a barbatana do ânus. No fim das contas, ambas as barbatanas se transformam em uma e auxiliam na movimentação.

Na fase adulta, esses peixes possuem um ventre de cor amarela e um dorso com um tom verde-acastanhado, o que a leva a ser chamada de “enguia dourada”. Essa coloração pode se alternar entre a cor negra e a prateada, especialmente quando esses animais ficam maturados sexualmente; nesse caso, eles podem ser chamados de “enguias prateadas”. As enguias têm aproximadamente 1,5 m de comprimento nas fêmeas e 0,5 m nos machos. Com relação ao peso, elas normalmente atingem a marca dos 10 kg.

Informações Complementares

Esses animais gostam de se abrigar durante o período diurno, especialmente em baixo de rochas ou nas raízes das árvores, pois isso lhes garante uma proteção da luz do sol e dos predadores.

Outro ponto importante sobre as enguias é que elas são carnívoras e suas presas preferidas são os peixes, as larvas de insetos e os cadáveres de outros animais marinhos. Quando se torna maduro sexualmente, o seu tubo digestivo começa a regredir e sua atividade alimentar é cessada.

Alguns pesquisadores acreditam que existe uma espécie de comunicação química entre as enguias, especialmente durante o seu processo de amadurecimento sexual. Esses cientistas levantaram essa hipótese após estimularem a maturidade sexual das enguias artificialmente. Esses animais têm vários dentes pequenos, espalhados em filas dos seus maxilares e de seu palato. O tempo de vida desse animal pode variar entre dois e 50 anos, mas a expectativa média fica próxima dos 20 anos.

Locais de Habitação

A enguia é um animal que passa por duas fases em sua vida: uma delas nas águas marinhas e a outra nas águas doces. Esse animal gosta de habitar locais de águas oxigenadas, cheios de lodo e areia, sempre com vegetação submersa. As enguias mais velhas vivem praticamente toda a sua vida nos rios e estatuários da Europa. Sobre a vivência em águas doces, os machos podem viver entre seis e doze anos nesses locais enquanto as fêmeas vivem entre uma ou duas décadas. Quando este período termina, as enguias regressam para o Mar dos Sargaços para tentar se reproduzir.

Reprodução

Filhote de Enguia
Filhote de Enguia

A reprodução desses animais acontece no Mar dos Sargaços, normalmente em locais de 300 a 450 m de profundidade, com uma média de 20°C. A quantidade de ovos que as enguias põem é absurda, podendo variar entre 1,3 e 1,5 milhões, com os filhotes saindo de suas cascas aproximadamente 45 dias depois.

As larvas que saem desses ovos são chamadas de leptocéfalos, são achatadas, minúsculas e transparentes. Normalmente, essas larvas surgem no começo do verão e, logo depois, são arrastas pelas correntes marinhas até chegarem à parte litorânea da Europa.

À medida que as águas doces se aproximam, os leptocéfalos saem de seu tamanho inicial (8 cm de comprimento e 0,3 gramas), passam por um processo de transformação e, por fim, começam a se parecer com uma enguia comum. Nessa fase da vida, suas barbatanas já estão bem desenvolvidas e apresentam uma coloração escura. Além disso, depois de tanto tempo viajando, os filhotes se tornam especialistas em nado e conseguem sobreviver com mais facilidade.

Em geral, os machos retornam para o Mar dos Sargaços entre os quatro e os cinco anos de idade, enquanto as fêmeas fazem o caminho de volta entre os seis e os sete anos de vida. No entanto, existem algumas enguias que só fazem esse trajeto de retorno quando estão entre os 12 e os 24 anos. Nessa fase, as enguias douradas começam a apresentar um tom mais próximo do cinza e da cor prata. Depois que voltam para o Mar dos Sargaços e terminam a sua fase reprodutiva, as enguias simplesmente morrem.

Veja também

Quais as Raças Que Deram Origem ao Bulldog Francês?

O Bulldog Francês tem origem do cruzamento entre os cães da raça Terriers Pequenos, e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *