Home / Animais / Dromedário Alimentação – O que Eles Comem?

Dromedário Alimentação – O que Eles Comem?

Como um primo não tão distante dos camelos, o dromedário carrega consigo alguma fama. Embora perca no número de corcundas – esse animal tem apenas uma – ele ganhou alguma popularidade, sobretudo quando o assunto são os passeios turísticos por áreas desérticas.

De fato, eles se adaptam muito bem às regiões mais quentes, pois, são originários da região central asiática, onde os termômetros chegam a valores absurdos! No Brasil também existem alguns animais, principalmente na região norte e nordeste do país!

Embora alguns de seus hábitos sejam bem conhecidos – como o fato de que ele pode sobreviver dias a fio sem ingerir água – nem todo mundo sabe o que o dromedário come.

Afinal, passando diversos dias e até meses sobre o sol escaldante de um deserto, que tipo de alimento pode surgir para suprir as necessidades básicas desse curioso mamífero?

Também conhecido pelo nome científico de “Camelus dromedarius”, esse animal de grande porte possui hábitos bem particulares, e sua alimentação é tão curiosa quanto…podendo soar até meio “indigesta” para os humanos.

Afinal, o Que Come um Dromedário?

O dromedário tem uma alimentação muito peculiar, e come especialmente as plantas comuns do deserto. Cactos, por exemplo, podem ser os pratos preferidos desses gigantes corcundas!

Outras plantas espinhosas e gramíneas, ervas e folhagens também compõem os pratos principais para ele. Alimentá-lo é essencial para que consiga percorrer os caminhos desérticos!

Alimentação do Dromedário

Um dromedário que consome a quantidade correta de alimentos consegue percorrer mais ou menos 500 quilômetros sem demonstrar sinais de fadiga intensa! É justamente aqui que entra a utilidade de sua corcova!

Esse é o maior estoque de gordura do animal! Ali ficam os depósitos de energia que o dromedário vai utilizar durante a sua longa peregrinação, seja ela por qual razão for.

Digestão Diferenciada – Sabia que os Dromedários são Ruminantes?

Outra coisa importante a respeito dos hábitos alimentares de um dromedário é que eles são da classe de animais conhecidos como “ruminantes”. Isso faz com que eles realizem a digestão alimentar em duas etapas!

• Primeira etapa: eles mastigam os alimentos – vegetais e plantas, por exemplo – e engolem.
• Segunda etapa: eles regurgitam aquilo que foi engolido, agora bem misturado com muita saliva, e mastigam mais ainda!

Esse processo faz com que esses animais ruminantes, dentre eles o dromedário, consigam absorver muito mais nutrientes de seus alimentos! Outra curiosidade é que eles são conhecidos por “ter 4 estômagos”.

O que eles possuem, na verdade, são 4 diferentes cavidades estomacais que permitem todo esse processo complexo de digestão. São elas: rúmen, barrete, omaso e abomaso.

Nesse processo eles conseguem digerir a celulosa – que é uma enzima que não é processada pelas outras classes de animais (nem mesmo pelos seres humanos). O intestino também é adaptado para que todo o organismo de um dromedário funcione bem.

Todo esse caminho da digestão, que parece tão complexo de confuso, é um dos fatores essenciais para que o dromedário consiga sobreviver comendo plantas e vegetações desérticas, ao mesmo tempo em que armazena a gordura em sua corcova.

Mamífero Herbívoro – Descubra Outras Coisas que ele Pode Comer!

Infelizmente esse belíssimo mamífero é mais uma das espécies que se encontra em extinção. Hoje, a maioria dos dromedários é domesticada, e eles são utilizados principalmente para passeios turísticos no deserto.

Na Austrália, no entanto, ainda existem alguns exemplares selvagens. Esses animais comem exclusivamente as plantas encontradas na região que habitam: o deserto.

Mas, os animais domesticados têm acesso a outros pratos, e podem ter uma alimentação mais variada. Eles costumam gostar bastante de tâmaras, folhas de árvores e grãos como trigo e a aveia.

Então, embora esteja acostumado a comer somente a vegetação das regiões mais áridas, ele pode se deliciar com um belo prato de cereais, se assim for possível.

Mito x Realidade: Dromedário não Bebe Água?

Ao pesquisar a respeito de um camelo ou dromedário você encontrará informações dizendo que esses animais não bebem água. Não é exatamente assim!

Eles também precisam de água, e, na verdade são considerados os animais com a maior capacidade de se hidratar rapidamente. Mas, o que acontece é que da mesma forma que ele estoca gordura ele estoca água.

Só que, diferentemente do que diz a lenda urbana, ela não fica na sua corcunda também. A água fica estocada na corrente sanguínea do dromedário. Muitas vezes eles obtêm boas doses do líquido através do consumo de plantas suculentas, que possuem muito líquido em suas folhas.

A falta severa de hidratação durante muitos dias pode fazer com que o animal perca muito peso. Mas, surpreendentemente esse primo direto dos camelos pode recuperar a sua pesagem assim que encontrar uma fonte de água.

Isso porque ele pode consumir até 100 litros de água de uma só vez, tão logo esteja diante dessa possibilidade! Os proprietários desses animais devem saber que ao se deparar com um oásis, devem dar liberdade para que os dromedários se hidratem devidamente!

• Água com salobra:

Uma água fresca e saborosa pode revigorar o animal, mas nem sempre é isso o que eles encontram nas suas longas jornadas pelo deserto. Por isso, dromedários podem também tomar água salobra, que possui mais sal do que a água considerada potável.

Estratégias Naturais Para Sobreviver no Deserto!

Como acontece com muitos outros animais, os dromedários também possuem algumas reações e ações naturais do corpo que ajudam a se adaptar ao seu ambiente. Por exemplo, eles possuem uma pelagem muito densa na corcunda, que diminui a incidência solar.

Com isso, ele também transpira menos – o que faz com que elimine menos líquido e menos nutrientes. Outra forma de “economizar” é através da urina.

Apesar de ser capaz de ingerir surpreendentes 100 litros de água de uma só vez, ele elimina bem menos do que isso, com urinas bem contidas. Outra estratégia natural do corpo para que esse animal se mantenha devidamente hidratado.

Graças a sua língua de aspecto bem grosso e resistente – por isso elas são escuras!!! – ele pode se alimentar de plantas cheias de espinhos sem se machucar!

Tudo isso é impressionante, mas o dromedário não é nenhum animal com “superpoderes”. Na verdade, se trata apenas de estratégias da natureza para garantir a sobrevivência desse belíssimo mamífero em condições tão hostis.

Veja também

Tartaruga De Aquário

Tartaruga De Aquário: Como Cuidar, O Que Dar Para Comer E Fotos

A gama de animais de estimação é muito grande pra escolher, e entre alguns dos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *