Home / Animais / Diferenças e Semelhanças do Urso-Pardo e Urso-de-Kodiak

Diferenças e Semelhanças do Urso-Pardo e Urso-de-Kodiak

Os visitantes do Parque Nacional de Katmai e outras partes do Alasca em busca de conhecer , estudar e fotografar os ursos, muitas vezes ficam um pouco confusos sobre as diferenças entre as várias espécies e subespécies de ursos. Muitas vezes os visitantes se referem aos ursos-de-Kodiak, bem como aos ursos-marinhos-costeiros do continente do Alasca, como “ursos pardos”. No entanto, tecnicamente, eles são um pouco diferentes.

Os ursus arctos estão entre os maiores carnívoros vivos do planeta. Dentro das espécies de ursus arctos há considerável variação entre os indivíduos, o que levou à formação de várias subespécies diferentes, entre as quais: os ursos-de-Kodiak (Ursus arctos middendorff) e os ursos-pardos (Ursus arctos horribilis). Ursos-pardos são os mais comuns das subespécies e às vezes são listados de forma intercambiável com os ursos-marrons, por exemplo.

Diferenças do Urso Pardo e Urso de Kodiak

Embora ursos-de-Kodiak e ursos-pardos façam parte da mesma espécie de ursus-arctos, suas diferenças o identificam com subespécies distintas. Uma subespécie é uma classificação da dinâmica do animal mais específica, que o diferencia dentro de uma espécie. As subespécies incluem organismos que são semelhantes o suficiente um ao outro para se enquadrarem na mesma espécie, mas possuem distinções suficientes para garantir classificação adicional.

Freqüentemente, membros de duas subespécies são capazes de cruzar e produzir descendentes viáveis, que membros de espécies diferentes não podem fazer. Ursos-cinzentos, ursos-pardos e ursos-de-Kodiak são todos da mesma espécie (Ursus arctos), mas o urso-cinzento (Ursus arctos horribilis) e o urso-de-Kodiak (Ursus acrtos middendorffi) são considerados subespécies separadas, e apresentam diferenças significativas.

Distribuição Geográfica

Na América do Norte, os ursos-pardos são geralmente considerados como aqueles da espécie que têm acesso a fontes alimentares costeiras, enquanto os ursos-cinzentos, são essencialmente os que vivem mais para o interior e normalmente não têm acesso a alimentos derivados do mar. O urso-de-Kodiak é um urso pardo do litoral, que vive no arquipélago da Ilha Kodiak, e foi isolado por doze milhares de anos de ursos-pardos do continente

A principal característica distintiva entre ursos-pardos e os ursos-de-Kodiak é sua distribuição geográfica. O alcance do urso-de-Kodiak é limitado apenas às ilhas do arquipélago Kodiak, no sudoeste do Alasca. Esta população de ursos foi separada dos animais do continente há cerca de 12.000 anos, e esse isolamento geográfico permitiu que eles se desenvolvessem em suas próprias subespécies.

Urso Pardo Distribuição Geográfica

O urso-de-Kodiak possuem uma grande estrutura óssea e possuem o título de ser o maior urso do mundo, registrando-se indivíduos pesando até uma tonelada. O urso-polar pode ficar até maior que o urso-de-Kodiak, no entanto, os ursos polares são classificados como mamíferos marinhos. As diferenças geográficas entre essas duas subespécies também levaram a diferenças de tamanho. Os ursos-de-Kodiak tendem a crescer e ter crânios maiores  e, portanto, porte maior do que os ursos-pardos, embora ambas as espécies possam atingir tamanhos avantajados e intimidadores.

Alimentação

O Ursus arctos, o que inclui tanto os ursos-cinzentos, quanto os ursos- pardos, incluindo o urso-de-Kodiak,  são freqüentemente chamados de carnívoros , eles são na verdade onívoros e comem uma ampla variedade de alimentos. Ursos comem bagas, raízes, plantas, roedores, minhocas, pinhões, qualquer cadáver que possam encontrar, bem como alces, veados, ursos menores, ovelhas, cabritos monteses e outros mamíferos que cruzem seu caminho na hora que a fome apertar.

Ursos-de-Kodiak e os ursos-pardos comem muitas coisas semelhantes como os ursos-cinzentos, como grama e outras plantas, bagas e animais mortos, mas uma parte substancial da dieta dos ursos do litoral, consiste em salmão e outras fontes de alimentos costeiros, que grandemente contribui para o seu enorme tamanho.

Os ursos-de-kodiak, geralmente não gastam muito tempo e energia perseguindo e matando agressivamente outros mamíferos, uma vez que fontes de alimentos nutritivos, geralmente estão prontamente disponíveis e são muito mais fáceis de serem capturados.

Comportamento

Entre outras características que podem se desenvolver quando dois membros da mesma espécie são isolados um do outro por longos períodos de tempo, há as diferenças de comportamento e estrutura social.

O habitat dos ursos-de-kodiak, é grande o suficiente para suportar uma maior densidade populacional de indivíduos, devido a abundantes fontes de alimento. Por causa disso, os ursos-de-Kodiak desenvolveram estruturas sociais e comunicações mais complexas, para permitir que eles vivam juntos, com o mínimo de conflitos.

Em contraste, os ursos-cinzentos,  que vivem em regiões interiores de natureza selvagem, pesam muito menos em média. Além disso, como tem recursos alimentares muito mais limitados e precisa trabalhar muito mais para alcançá-los, eles podem ser muito mais agressivos do que os ursos-de-kodiak maiores.

Semelhanças do Urso Pardo e Urso de Kodiak

Embora existam outras diferenças entre as várias subespécies de ursus arctus, essas são as principais. Estas definições, aceitas como conclusivas, em termos de se estabelecerem diferenças válidas entre as sub espécies, faziam sentido até meados da década de 1990, quando os geneticistas começaram a estudar a diversidade genética em toda a população norte-americana de ursus arctus.

Seus estudos mostraram que, embora haja alguma diversidade genética entre os ursos-de-Kodiak e outras populações de ursus arctus, essa diversidade não é significativa o suficiente para justificar a designação de uma sub espécie separada dos outros ursos-pardos. Atualmente, os ursos-de-Kodiak são considerados uma subespécie separada, mas essa classificação pode mudar em breve à medida que mais evidências genéticas forem reveladas.

Cruzamentos

O cruzamento entre o urso-pardo e o urso-de-Kodiak, gera um híbrido fértil, porque eles tem um ancestral em comum recente. Quando as barreiras geográficas – como a elevação do nível do mar ou a retração de blocos de gelo – separam as populações, elas podem desenvolver diferenças genéticas, fisiológicas ou comportamentais ; alterações na estrutura ou número dos cromossomos; genitália de formas diferentes; ou horários e rituais de acasalamento incompatíveis – qualquer um dos quais pode impedir a reprodução bem-sucedida.

Cavalos e burros são um bom exemplo. Divergiram há cerca de 2,4 milhões de anos atrás . Cavalos desenvolveram estruturas no DNA com 64 cromossomos, enquanto burros têm 62, e quando eles se acasalam, seus cromossomos não se encaixam adequadamente, inibindo a meiose em seus descendentes. Como resultado, as mulas são estéreis.

Ursos pardos e ursos-de-Kodiak, ao contrário, evoluíram do mesmo ancestral há apenas cerca de 12.000 anos atrás – um período relativamente breve – e não desenvolveram diferenças genéticas significativas.

Veja também

Lindo Lírio Do Mar no Fundo da Água

Lírio Do Mar – Respiração: Como Funciona sua Respiração?

Quando você imagina um lírio do mar, flutuando lentamente pelo fundo do oceano, talvez não …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *