Home / Animais / Diferenças do Dachshund para o Basset Hound e o Teckel

Diferenças do Dachshund para o Basset Hound e o Teckel

É muito comum os cães dachshund serem confundidos com bassets. Mesmo com muitas semelhanças, essas raças possuem várias diferenças e não há nenhuma prova científica de parentesco entre elas. Os basset hound surgiram na França e sua principal função era caçar. Por sua vez, o dachshund é um cachorro alemão e também pode ser chamado de “teckel”.

Ambas as raças são famosas pelo seu corpo alongado e também por serem excelentes cães de companhia. Ambas as raças gostam de crianças e vivem com facilidade em apartamentos. Leia este artigo saiba como diferenciar esses dois cachorros.

Personalidade do Dachshund

Esse cachorro possui muitos nomes e, por conta disso, fica difícil saber como ele se chama realmente. Popularmente, esses cães são conhecidos como “salsichas” por causa do formato de seu corpo. Além do termo “dachshund”, o outro nome oficial dessa raça canina é “teckel”.

De um modo geral, esses cães são excelentes companheiros, amam ficar perto de seus donos e fazem de tudo para agradar seus entes queridos. Além disso, eles são muito agitados e gostam muito da presença de crianças.

Os dachshund são ótimos cães de vigia. Quando eles foram criados, sua principal função era caçar pequenos animais. Esses cachorros estão sempre atentos a qualquer barulho ou sinal de movimento. Eles costumam alertar seus donos com altos latidos quando veem algum tipo de problema.

Problemas de Saúde

A estrutura física do dachshund lhe faz ter sérios problemas de saúde. Por exemplo, seu corpo alongado lhe faz ter doenças nas vértebras com o passar dos anos. A parte mais afetada por esse formato corporal é a coluna.

Por causa desses problemas, o “cão salsicha” é obrigado a se manter no peso ideal, pois a obesidade pode lhe causar ainda mais complicações. Outro problema do dachshund é a sua pele, que é muito suscetível a doenças, inclusive câncer.

Esse animal é tão “premiado” no quesito saúde que outros problemas podem afetá-lo ao longo dos anos. Ataques epiléticos, deficiência auditiva, diabetes, problemas de visão, entre outras coisas. Como tem a saúde frágil, o dachshund precisa de acompanhamento veterinário desde filhote. Isso tornará a vida desse cachorro bem mais simples e segura.

Dachshund no Veterinário
Dachshund no Veterinário

O dachshund precisa passar pelo veterinário semestralmente e tem que tomar todas as suas vacinas na data certa. Com relação aos possíveis problemas de saúde, é necessário que ele tome todos os remédios receitados pelo veterinário.

Descrição Física

O dachshund é um cão de pequeno porte que tem o apelido de “salsicha” por causa de seu formato corporal. Apesar de seu tamanho, esse animal possui muita força em seus músculos. Outra característica marcante desse animal são as suas grandes orelhas caídas. O peso desse cachorro pode variar entre 3,5 kg e 9 kg.

O dachshund pode apresentar três tipos diferentes de pelo:

  • Pelo curto: os “cães salsichas” com esse tipo de pelo são os mais populares do nosso país.  A coloração pode variar entre o tom castanho, marrom-avermelhado, cinza ou preto com partes amarronzadas;
  • Pelo duro: esse pelo é um pouco mais longo que o curto e seu formato é espetado. Normalmente, os dachshunds de pelo duro têm cores escuras;
  • Pelo longo: além de alongado, o pelo desse dachshund é bem macio. Sua coloração varia entre a castanha e a marrom. No entanto, existem espécies de tom claro, cujas cores lembram as da raça Golden Retriever.

Basset Hound

O Basset Hound foi desenvolvido em terras francesas e pertence ao grupo dos cães farejadores. Os principais responsáveis pela criação desse animal foram os monges da Idade das Trevas. O objetivo deles era criar um cachorro que fosse útil para a caçada a pé.

A capacidade farejadora do basset hound é impressionante e perde apenas para a raça cão-de-santo-humberto. O nome basset vem do termo francês “bas” cujo significado é “anão” ou “baixo”.

Esse cão mede entre 33 cm e 38 cm de altura e seu peso varia entre 30 kg e 45 kg, mas isso depende muito da genética desse animal. O basset hound é um animal de porte médio e seus pelos são lisos e curtos.

Em geral, o basset hound de raça pura possui três cores: preto, marrom e branco. Além disso, também é possível encontrar versões de duas cores, que podem ser marrom e branca ou preta e branca. Não existe um padrão para o modo que essas cores são distribuídas.

As orelhas do basset possuem as mesmas características das orelhas do “cão salsicha”: são longas e caídas. A função dessas orelhas é trazer o odor do solo para o seu focinho, o que melhora a sua capacidade de farejar. Com isso, o basset se torna uma excelente companhia para caçadores, pois tem enorme facilidade para “rastrear” as coisas.

Ao contrário de outros cachorros, o basset hound possui muita pele na face e essa característica lhe torna um caçador ainda melhor. Quando esse animal abaixa a cabeça para farejar, a pele cai sobre seus olhos e ele fica provisoriamente cego. Isso faz com que ele se concentre apenas em seu olfato.

A cauda desse cachorro é longa, faz uma curva para cima e possui uma ponta branca e afinada. Em geral, quando esses cachorros caminham, sua cauda tende a apontar para cima.

Personalidade do Basset Hound

O basset é bem calmo, apesar de sua personalidade forte e teimosa. Além disso, esse cachorro é bem difícil de adestrar, pois seu comportamento é muito impulsivo. Durante a infância, ele é brincalhão e cheio de energia, mas se torna mais tranquilo à medida que envelhece. Na fase adulta, se torna letárgico e muito sonolento. Esse cachorro pode ser ciumento, leal e amável.

Normalmente, um basset tende a ser amigável perto de pessoas que ele não conhece. Essa facilidade em fazer amigos lhe torna ideal para fazer companhia para as crianças. No entanto, é preciso ter cuidado para que o cão não machuque a criança, já que ele pesa entre 30 kg e 45 kg. Esse animal não acha ruim conviver com outros pets.

O basset hound não gosta de ficar sozinho e começa a latir e uivar alto quando isso acontece. Para evitar esse problema, é interessante ter outro cachorro em casa para fazer-lhe companhia, especialmente se os donos ficarem ausentes por muito tempo. Esse amigo canino fará o basset se sentir menos solitário e evitará que ele fique muito agressivo.

Veja também

Marreco de Pequim: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco de Pequim é considerado uma das principais raças atuais de marrecos, ao lado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *