Home / Animais / Diferença Entre Maritaca, Maracanã, Periquito e Papagaio

Diferença Entre Maritaca, Maracanã, Periquito e Papagaio

A variedade de animais existentes na natureza é extremamente grande, imagine listar todos os animais do mundo… isso seria praticamente impossível! Por conta desse grande número de espécies, é extremamente comum confundirmos alguns animais, como por exemplo: muita gente não sabe a diferença entre uma onça e um leopardo.

Quando o assunto são as aves, essa confusão toda é ainda mais agravada, já que muitas aves se parecem e frequentemente são confundidas umas com as outras; e é exatamente isso que acontece com a maritaca, o maracanã, o periquito e o papagaio. Por serem semelhantes e terem algumas características em comum, muitas pessoas acabam confundindo essas aves ou nem mesmo sabem de todas essas variedades existentes.

Portanto, neste artigo iremos falar um pouco mais sobre cada animal e depois analisaremos as diferenças existentes entre a maritaca, o maracanã, o periquito e o papagaio. Assim, da próxima vez que você encontrar uma dessas aves saberá exatamente de qual delas se trata!

Maritaca

A maritaca é conhecida cientificamente como Pionus maximiliani e é também conhecida popularmente como maetaca, maitá, humaitá e muitos outros. Elas são encontradas na Argentina, no Paraguai, na Bolívia e no Brasil (mais especificamente nas regiões Sul e Nordeste).

São aves pequenas, chegam a medir 30 centímetros e pesam menos de 300 gramas, sendo que sua cauda é curta e sua penugem é bem colorida, com tons de verde, vermelho, azul e amarelo. Elas costumam vivem em regiões úmidas e andam em bandos de até 8 aves.

Quanto à alimentação, a maritaca costuma se alimentar de frutos e diversas sementes presentes em seu habitat natural. Quando a comida existe em abundância, ela tende a viver em bandos de até mesmo 50 aves.

Maracanã

A maracanã é conhecida cientificamente como Primolius maracana, sendo que ela também é chamada popularmente de ararinha e papagaio-de-cara-branca. Ela é encontrada no Paraguai, na Argentina e no Brasil (mais especificamente nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste).

Ela é uma ave de pequeno porte, chegando a medir no máximo 40 centímetros e pesando pouco mais de 250 gramas. Sua penugem é predominantemente verde, enquanto a cauda possui um tom de azul bem chamativo.

Quanto à alimentação, a maracanã costuma se alimentar dos frutos da palmeira, sendo que essa alimentação varia de acordo com seu habitat.

Um ponto a se comentar sobre a ararinha é que ela é uma espécie classificada como vulnerável à extinção na natureza, e por isso medidas precisam ser tomadas para que ela não entre em processo de extinção.

Periquito

O periquito é conhecido cientificamente como Brotogeris tirica e popularmente como periquito-verde. Ele é encontrado na região da Mata Atlântica, já que esse bioma é considerado o seu habitat natural e ele é natural do Brasil.

O periquito é uma ave de porte pequeno, com penugem verde e apenas alguns “detalhes” das penas em tons de amarelo, com as cores tipicamente brasileiras. Ele se alimenta principalmente de frutas e pequenos insetos típicos do bioma de Mata Atlântica.

Quanto à sua situação na natureza, apesar de possuir as cores brasileiras e ser muito conhecido, o periquito encontra-se livre de ameaças à extinção e possui uma situação classificada como “pouco preocupante” (LC) pela União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais.

Papagaio

O papagaio é conhecido cientificamente como Amazona aestiva e popularmente possui diversos nomes, como ajuruetê, ajurujurá, curau e muitos outros. Ele pode ser encontrado na Bolívia, no Paraguai, na Argentina e no Brasil (em regiões como Nordeste e Sudeste).

Essa ave possui porte pequeno, podendo chegar a medir 40 centímetros e pesar 400 gramas. O destaque para o papagaio com certeza é sua penugem: amarela em volta dos olhos, azul em volta do bico, e vermelha e verde ao longo do corpo; por isso ele chama muito a atenção.

Apesar de chamar atenção, o papagaio também não está ameaçado de extinção e tem sua situação classificada na natureza como pouco preocupante.

Maritaca, Maracanã, Periquito E Papagaio – Diferenças

Como é possível perceber, é extremamente compreensível que essas aves sejam tão confundidas: todas elas possuem pequeno porte, cores similares e até mesmo habitam regiões parecidas.

Apesar das semelhanças, existem algumas diferenças essenciais que nos ajudam a diferenciar os 4 animais de maneira mais simples; tanto pela aparência quanto por características biológicas. Por isso, vamos ver agora quais são as diferenças presentes entre essas 4 aves para que você nunca mais as confunda.

  • Situação Na Natureza

Como vimos, enquanto as outras 3 aves são consideradas pouco preocupantes quanto à extinção, a ave Maracanã está entrando em processo de ameaça à extinção. Fazer essa diferenciação é extremamente importante para que seja possível preservar a espécie de maneira mais eficaz; afinal, é impossível proteger um animal sem reconhecê-lo.

  • Penugem

    Penugem do Papagaio
    Penugem do Papagaio

Como dissemos, as 4 aves possuem cores parecidas. Porém, se pararmos para analisar bem, elas são diferentes com relação à cor. A maritaca possui diversas cores ao longo do corpo de maneira difusa, por isso é difícil definir precisamente a localização de suas cores, já a maracanã pode ser facilmente identificada, pois seu corpo é todo verde apenas a cauda é azul. Enquanto isso, o periquito também possui o corpo todo verde, mas alguns detalhes em amarelo; e por fim, o papagaio possui cores marcantes ao redor dos olhos (amarelo) e do bico (azul).

  • Classificação Taxonômica

Biologicamente falando, as 4 aves são completamente diferentes, já que nenhuma delas faz parte do mesmo gênero. A maritaca faz parte do gênero Pionus, a maracanã faz parte do gênero Primolius, o periquito faz parte do gênero Brotogeris e o papagaio faz parte do gênero Amazona. Portanto, biologicamente falando elas apenas são semelhantes até a classificação de família, que no caso é a Psittacidae para todas as quatro.

Quem diria que animais teoricamente tão parecidos seriam tão diferentes? É essencial sabermos essas diferenças, principalmente quando o assunto é preservação de espécies. Após esse texto, você com certeza saberá reconhecer uma dessas aves na próxima vez que encontrá-la!

Se interessou pelo assunto e quer saber um pouco mais sobre aves em geral? Temos o texto certo para você. Leia também sobre: Aves em extinção no Pantanal

Veja também

Ratufa Indica

Esquilo: Classe, Filo, Família, Reino e Classificações Inferiores

Esquilos são um grupo diverso que consiste em cerca de 279 espécies e 51 gêneros …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *