Home / Animais / Diferença entre Lula do Mar e Polvo

Diferença entre Lula do Mar e Polvo

Os animais marinhos sempre fascinaram os seres humanos. Provavelmente porque só pudemos conhece-los depois de um bom tempo e muita tecnologia para permitir que fossemos mais fundo. Existem diversas espécies completamente diferentes e exóticas que chamam nossa atenção.

Existem também aquelas espécies que somos bastante acostumados e fazem parte da nossa alimentação. Alguns desses animais são o polvo e a lula do mar. Já ouvimos bastante falar sobre esses animais, mas se colocar-los um do lado do outro, muitos não saberiam diferencia-los. Por isso, no post de hoje mostraremos a diferença entre a Lula do mar e o Polvo, e um pouco mais sobre cada um desses animais.

Diferença Entre Lula do Mar e Polvo

Apesar de parecer complicado distingui-los de primeira, na realidade, as diferenças são muitas. Começando pelas características físicas, podemos perceber a diferença em seus formatos. As lulas são animais com corpos alongados, enquanto que os polvos possuem um corpo mais arredondado.

Ambos possuem oito braços, porém somente as lulas possuem um par de tentáculos, que servem como nadadeiras. Sendo assim, elas costumam ser nadadoras natas, e atingem velocidades bem altas, enquanto que o polvo costuma nadar bem devagar. Quando são filhotes é complicado distinguir por seu tamanho, mas normalmente as lulas são bem maiores que os polvos. Lulas podem passar dos 20 metros de comprimento (incluindo os braços), como o caso das lulas gigante, enquanto que os polvos não costumam passar de 5 metros. No dia a dia, é comum que ambas não passem de 1 metro.

Quando olhamos seus comportamentos, as diferenças somente aumentam. Começando que os polvos são animais solitários, raramente andam com mais outro de sua espécie, já as lulas costumam andar em grupo. Por preferirem se manter longes, os polvos ficam em águas mais profundas, se escondendo debaixo de pedras e outras tocas, e você pode encontrar lulas bem perto na superfície. Lulas não passam de 1.000 metros de profundidade, enquanto que os polvos vão bem mais.

Vale saber também, que na alimentação elas também se divergem. As lulas são animais onívoros, logo, se alimentam tanto de carne (crustáceos e peixes) quanto de plantas, no caso, as algas. Os polvos são completamente carnívoros, se alimentando sempre principalmente de peixes e alguns animais invertebrados.

Mais Sobre a Lula do Mar

Agora que entendemos as principais diferenças entre os dois animais, podemos entrar mais afundo sobre cada um deles. Começando pela Lula do Mar, também chamada de calamar, ela faz parte da classe dos cefalópodes, que significa “pés na cabeça”. Sua respiração ocorre através das brânquias, e seu corpo dividido em três: cabeça, massa visceral e tentáculo.

Além de seus oitos braços, ela possui duas nadadeiras que têm o formato triangular e servem para que ela consiga nadar de forma mais eficiente e rápida. Por isso, diferente do que muitos acham, ela faz parte da ordem dos decápodes (10 pés) e não dos octópodes como os polvos.

Um dos maiores motivos para que todos conheçam as lulas, é sua capacidade de secretar uma tinta quando se sente ameaçada ou precisa fugir. Também possuem a capacidade de mudarem de cor e textura, facilmente se camuflando em qualquer lugar. Apesar de todo esse sistema de defesa, continuam sendo presas fáceis devido ao seu corpo não possuir esqueleto externo.

Através da reprodução sexuada, a fêmea engravida e dá luz após 4 a 8 semanas de gestação. Quando nascem, são miniaturas de seus pais e vivem com eles, se alimentando somente de plâncton até atingirem a fase adulta. O que não demora muito, pois seu ciclo de vida é muito curto. Normalmente não passam dos três anos de idade, e logo após o acasalamento elas morrem.

Um fato interessante é que existe uma espécie de lula do mar chamada de lula gigante que aterroriza os oceanos. Ela é considerada o maior invertebrado do mundo, podendo ter meia tonelada e mais de 18 metros de comprimento. Os olhos da criatura dão medo, pois são gigantescos, comparados até a bolas de futebol.

Mais Sobre o Polvo

Os moluscos marinhos que fazem parte da ordem octopoda (que significa oito pés) são muito conhecidos. Polvo veio de um termo grego e significa de muitos pés. Seu corpo é bem mole, pois não tem esqueleto nem interno (como as lulas), nem externo, sendo uma boa exceção no seu grupo. Um de seus braços é modificado e trabalha durante a reprodução.

Sua capacidade de defesa é largar tinta (que possui um cheiro que desorienta predadores), camuflagem com mudança de cor – que também pode servir para avisar outros polvos de perigo – e a mais diferente de todas: autotomia dos braços. A autotomia se caracteriza como uma forma de distrair seus predadores, no qual eles soltam um de seus braços. É bem semelhante do que as lagartixas fazem com sua cauda. Em apenas alguns dias, outro braço cresce no lugar e ele fica 100% novamente.

E algumas espécies de polvos também são capazes de imitar outros animais, como o peixe-leão e até as moreias. Juntando a mudança de cor e textura com sua flexibilidade, eles conseguem enganar diversos predadores. Também são presas fáceis, especialmente por não conseguirem nadar muito rapidamente e não terem nenhum tipo de esqueleto para ajuda-los.

Esperamos que o post tenha te ensinado sobre a diferença entre lula do mar e polvo e mais sobre cada um desses animais. Não esqueça de deixar seu comentário nos contando o que achou e também deixar suas dúvidas. Ficaremos felizes em responde-las. Você pode ler mais sobre animais marinhos e outros assuntos de biologia aqui no site!

Veja também

Jacaré de Papo Amarelo: Curiosidades, É Perigoso? Ficha e Fotos

O jacaré de papo amarelo (Caiman latirostris) é um réptil. Sua família é A Alligatoridae …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *