Home / Animais / Crustáceos Respiração: Como Funciona?

Crustáceos Respiração: Como Funciona?

O nosso planeta é um celeiro de espécies animais. Logo quando tratamos do assunto, é fácil falar qualquer tipo de ser, seja ele aquático, terrestre ou marinho. Uma das maiores infinidades de espécies está dentro dos crustáceos, que será o assunto abordado no artigo. O que acha de lê-lo e conhecer um pouco mais sobre estes animais?

Mesmo respirando com guelras como os peixes, os caranguejos podem sobreviver fora da água por um período muito mais longo de tempo. Então, como os caranguejos respiram e por quanto tempo eles podem ficar fora d’água?

Os Caranguejos têm Brânquias

Caranguejos respiram através de brânquias. Para que as brânquias funcionem, elas devem ser capazes de absorver oxigênio e transportá-lo para a corrente sanguínea do animal.

As brânquias de caranguejos estão localizadas sob a carapaça, perto do primeiro par de pernas. O oxigênio que os caranguejos precisam é levado para as brânquias através da água ou da umidade do ar.

Respirando Debaixo D’água

Respirando Debaixo D’Água
Respirando Debaixo D’Água

Os caranguejos respiram embaixo d’água ao puxar água (que contém oxigênio) por cima de suas guelras usando um apêndice chamado escapismo, localizado na parte inferior do caranguejo, perto da base de suas garras.

A água passa sobre as brânquias, que extraem o oxigênio. O sangue também passa pelas brânquias e transporta dióxido de carbono para a água, que é liberada perto da boca do caranguejo.

Respirando Fora da Água

Fora da água, os caranguejos têm placas chamadas placas de articulação que podem manter suas brânquias úmidas, armazenando umidade. Você já viu bolhas de sopro de caranguejo?

Acredita-se que os caranguejos acima da água sopram bolhas para manter o oxigênio fluindo para as brânquias — o caranguejo atrai o ar, que passa sobre as brânquias e fornece oxigênio, mas como o ar passa sobre as brânquias úmidas, forma bolhas lançado perto da boca do caranguejo.

Por Quanto Tempo um Caranguejo Pode Ficar Fora D’água?

Sendo que esta é uma dúvida muito comum, vamos ver como os caranguejos se comportam!

Caranguejos Terrestres

O período de tempo que um caranguejo pode ficar fora da água depende do tipo de caranguejo. Alguns caranguejos, como os de coco e caranguejos eremitas terrestres, vivem na superfície e respiram bem sem água, embora ainda precisem manter suas guelras úmidas.

Enquanto suas brânquias permanecerem úmidas, esses caranguejos podem passar suas vidas fora da água. Mas se eles fossem submersos na água, eles morreriam.

Caranguejos Aquáticos

Outros caranguejos, como os azuis, são principalmente aquáticos e estão adaptados para receber seu oxigênio da água circundante. No entanto, eles ainda podem sobreviver por 1-2 dias fora da água.

O caranguejo verde europeu é uma espécie famosa por sobreviver fora da água por um longo tempo — pelo menos uma semana. Essas espécies parecem indestrutíveis, o que é um problema, uma vez que invadiram muitas áreas dos EUA e estão competindo com espécies nativas por comida e espaço.

Desafios no Habitat

Muitos caranguejos também vivem em zonas entre as marés. Lá, eles podem ficar fora da água por várias horas a fio. Nesse ponto, a chave para a sobrevivência é manter suas guelras úmidas.

Como eles fazem isso? Fora da água, o lugar favorito de um caranguejo é um lugar fresco, úmido e escuro, onde suas guelras não ficam secas e onde eles têm abrigo. O caranguejo tem placas especiais, chamadas de placas articuladas, que mantêm suas guelras úmidas fechando a abertura do exoesqueleto de modo que o ar seco não possa entrar.

Além disso, o caranguejo pode beber água das poças ou mesmo obtê-lo do orvalho.

Habitat do Caranguejo
Habitat do Caranguejo

Os crustáceos são um dos mais diversos tipos de animais do nosso planeta. Eles variam de criaturas microscópicas a gigantescos caranguejos-aranha, cuja garra pode crescer até 3 metros e meio!

Pesquisadores estimam que quase 44.000 espécies foram identificadas até hoje em uma variedade selvagem de formas, tamanhos e tipos. Mas o sistema respiratório dos crustáceos funciona de maneira semelhante em todos eles, pois os organismos respiram com guelras.

Os crustáceos respiram através das guelras, um órgão do sistema respiratório dos crustáceos que extrai oxigênio da água.

O Que são Crustáceos?

Os crustáceos são um tipo de artrópode. Arthropoda é o filo, ou grupo de classificação mais amplo, dado a animais com exoesqueletos, pernas articuladas e partes do corpo distintas. Insetos, aranhas e lacraias são todos artrópodes.

Os crustáceos são principalmente artrópodes aquáticos, com pelo menos cinco pares de patas. Camarões, caranguejos, lagostas e lagostas são todos crustáceos. O nome “crustáceo” vem da palavra latina que significa “formas encrostadas”, o que é particularmente apropriado para alguns dos caranguejos mais blindados encontrados nas margens do mar.

Um Pouco Mais Sobre as Brânquias

Brânquias do Caranguejo
Brânquias do Caranguejo

Crustáceos respiram oxigênio, assim como (quase) todas as outras criaturas na Terra. Como são criaturas aquáticas, eles usam o mesmo sistema respiratório que os peixes e o oxigênio da respiração através das brânquias.

As brânquias, um órgão respiratório crustáceo, são muito semelhantes aos pulmões no modo como funcionam. Pequenas moléculas de oxigênio são puxadas para a corrente sanguínea quando passam pela superfície da brânquia ou pulmão. A principal diferença é que as brânquias extraem oxigênio da água e não do ar.

Onde Estão as Suas Guelras?

As brânquias de um crustáceo são encontradas na cavidade torácica (cavidade torácica) ou nos apêndices. Se eles estiverem nos apêndices, eles podem estar visíveis.

A aparência será como áreas de penas no final das pernas ou na junção entre as pernas e as conchas do corpo. O efeito de penas deve-se à estrutura das brânquias, que precisam da maior área de superfície possível para obter o máximo de oxigênio da água que flui sobre elas.

Como Alguns Podem Viver em Terra?

Caranguejo em Terra
Caranguejo em Terra

A maioria dos crustáceos é totalmente aquática, como camarão e muitos tipos de caranguejos, e respira debaixo d’água. Alguns são anfíbios como os caranguejos encontrados em praias marítimas ou semi-anfíbios, como é o caso dos caranguejos-do-mar que só retornam à água para se reproduzir. Como você pode ver aqui, o ecossistema deles é bem diversificado.

Estes são adaptados para respirar dentro e fora da água. Muitos vivem suas vidas inteiras em terra, longe dos mares ou lagos.

Woodlouse (conhecido por alguns como tatu-bolinha) é um crustáceo terrestre comum. Os crustáceos que respiram ar se adaptaram a viver fora da água, mudando a maneira como usam suas guelras. Eles excretam um líquido, que é empurrado sobre suas guelras. O oxigênio para abastecer seus sistemas respiratórios é retirado desse líquido excretado.

Veja também

Mulher Cuidando do seu Cachorro Com Convulsão

O Que Provoca Convulsão Em Cachorro? O Que Fazer Na Crise?

Se existe um animal que conseguiu cativar o carinho dos humanos, esse animal é o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *