Home / Animais / Corujas Gigantes

Corujas Gigantes

Você Já Viu Uma Coruja Gigante?

Elas estão presentes em florestas, em campos abertos úmidos e também secos, em matas e ainda em meio às cidades. Praticamente estendem-se por quase todos os estados do Brasil, ainda estão presente nas Américas, na África, na Europa, na Ásia e na Oceania; presentes no mundo todo, exceto na Antártica.

É um animal muito belo e existem diversas espécies de corujas. Constata-se que existe um total de 212 espécies, onde estão presentes corujas gigantes, corujas pequenas, suindaras, coruja-buraqueira, entre outras; no Brasil existem ao menos 20 espécies de corujas vivendo entre nós.

As espécies são divididas em duas famílias, a Strigidae e a Tytonidae, o único gênero que representa a família Tytonidae é a espécie Tyto, onde estão presentes as suindaras e outras. Já os gêneros que representam a família Strigidae são muitos; o Strix, Glaucidium, Lophostrix, Pulsatrix, Athene, Bubo, Megascops, entre diversos outros espalhados pelo mundo, estes citados ocorrem principalmente no Brasil.

Mas aqui vamos tratar de um gênero em especifico, curioso e que possivelmente muitos desconhecem; é o gênero das corujas gigantes, das maiores corujas do mundo, são as corujas do gênero Bubo.

Corujas Gigantes: Gênero Bubo

O Bubo é um gênero das espécies de corujas, dentro da família das Strigidae; acredita-se que elas estão espalhadas por vários cantos do planeta, e dentro deste gênero estão algumas espécies de corujas que são raras de serem avistadas, devido ao seu modo de vida em meio as matas e florestas.

Existem 20 espécies dentro do gênero Bulbo. Elas possuem características diferentes, quando falamos da plumagem, das presas, de alguns hábitos e habitats. Vamos conhecer algumas espécies para que você saiba quis são as maiores corujas do mundo.

É difícil apontar apenas uma espécie como a maior do mundo, pois existem espécies que talvez o ser humano não tenha visto ou mesmo não sabe seu tamanho. Mas existem algumas que podemos apontar como maiores de sua família.

Bufo-Real

Conhecida também como Bubo Bubo, é considerada uma das maiores, se não a maior coruja existente; elas têm um incrível tamanho que varia entre os 60 a 80 centímetros e chegam a pesar por volta de 4 quilos e ainda pode alcançar os incríveis 2 metros de envergadura.

É realmente uma coruja exótica, ela está presente em 3 continentes, na Ásia, na Europa e na África; elas gostam de ficar em paz a meio de paredões rochosos, isolados da presença humana, esse é um dos motivos que torna o animal tão raro.

Uma curiosidade sobre está espécie é que ela foi citada no primeiro livro da saga Harry Potter, onde se dizia que era a coruja de estimação de Draco Malfoy.

Possui a coloração das penas superiores marrom, com pequenas pigmentações brancas entre elas, a parte inferior de suas penas, que consiste seu peito, possui tons mais claros, entre branco e marrom-claro.

Ela possui duas características peculiares que valem ser destacadas; os dois tufos de penas na sua cabeça, apontados para o alto, como se fossem chifres ou orelhas, e também a íris dos seus olhos possuem a coloração laranja, dando um aspecto diferenciado e impressiona quem a avista pela primeira vez.

Ela tem hábitos noturnos, prefere caçar suas presas à noite e quando sai para caçar, não fica sem alimento, pois são excelentes caçadoras, com uma visão, audição e silêncio diferenciado. Ela alimenta-se principalmente de pequenos mamíferos, como ratos, lebres, ratazanas; mas também têm outras presas, como pequenos répteis, outras aves, como patos, gaivotas, inclusive outras espécies de coruja. São aves solitárias, que preferem estar sozinhas e juntam-se somente no período de reprodução.

Bufo-Caçadora-de-Blakistoni

São conhecidas também como Bubo Blakistoni, esta é outra espécie que merece ser destacada, pois também é considerada uma das maiores do mundo.  Elas estão presentes principalmente na beira de riachos, em florestas, perto das costas e áreas ribeirinhas.

Atingem os incríveis 80 centímetros, como a Bufo-Real, mas claro, isso varia de individuo para individuo, dai não podemos afirmar qual é maior. Pesam cerca de 3,5 a 4 kg.

Suas asas são longas, com tons de marrom escuro e a coloração do seu peito possui rajadas com tons mais claros, a única parte branca de seu corpo é a garganta, o restante é todo marrom; possui  o bico curvado e ainda dois tufos na cabeça, como os da Bafo-Real, e a íris de seus olhos são amareladas.

Elas estão presentes principalmente nas regiões da Rússia, da China e do Japão, são capazes de suportar invernos rigorosos e adaptar-se com facilidade ao frio. Geralmente fica próxima a cursos de água e não é possível observa-la com facilidade, muito pelo contrario, são raríssimas as aparições delas para os humanos.

Alimenta-se principalmente de seres aquáticos, sendo os peixes sua principal presa, que varia desde salmões até trutas; ela possui uma força incrível e pode capturar peixes com duas e até três vezes o seu peso.

Jacurutu

Esta espécie é a única do gênero Bubo que está presente no Brasil. Ela é conhecida também como Bubo Virginianus, é considerada ainda a maior coruja que habita as Américas.

Ela destaca-se por seus dois tufos em cima da cabeça e seus olhos amarelados, semelhantes ao das outras de sua espécie e chegam a medir os impressionantes 65 centímetros. A coloração corporal varia de cinza e tons de marrom, seu peito e sua garganta possuem listras brancas.

Ela habita áreas do Cerrado brasileiro, áreas abertas, mas também está presente em vários estados do país e também habitam áreas de até 4.000 metros de altitude. Alimenta-se de pequenos mamíferos e roedores, como lebres, ratos e também repteis, como calangos e lagartos.

Bufo-de-Verraux

Esta coruja gigante está presente no continente africano, ela habita as áreas desérticas e áreas abertas, como as savanas. Conhecida também como Bubo Lacteus; ela mede cerca de 60 a 70 centímetros, e sua envergadura alcança os incríveis 1,80 metros e pesa cerca de 3,5 kg.

Ela possui plumagem bastante exótica, é acinzentada com tons de branco e preto; ela, como as outras de sua espécie, apresenta dois tufos na parte superior da cabeça, assemelhando-se a duas orelhas. O diferencial dela para as outras são suas pálpebras, que não são vistas em nenhum outro animal da família, elas são grandes e cor de rosa.

Ela alimenta-se principalmente de ouriços, e também de outras aves, o que a faz estar no topo (ou quase nele) da cadeia alimentar.

Existem ao menos cerca de 9 espécies deste gênero no continente africano, e outras tantas diversas espalhadas pelos cantos do mundo, sempre buscando viver nos períodos noturnos e ficar escondidas, sendo quase impossível observa-las.

Veja também

Tucano Celeste ou Terlaque Pechiazul: Características e Fotos

Os tucanos são animais muito importantes para todo o ecossistema da América do Sul, já …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *