Home / Animais / Qual a Força da Mordida de um Jacaré?

Qual a Força da Mordida de um Jacaré?

Os jacarés são répteis crocodilianos ferozes que normalmente habitam a América e a Ásia. Esse réptil possui uma dieta bem diversificada, pois, gosta de comer carne, peixe, plantas e frutas.

Conhecidos por sua mordida letal e destruidora, esses animais se diferenciam dos crocodilos por conta de sua cabeça que é mais curta e mais larga que a de seus “primos maiores”. Além disso, o quarto dente canino da mandíbula inferior do jacaré encaixa no furo da parte de cima quando eles fecham a boca. Por sua vez, o crocodilo fica com esse dente para fora ao manter a boca fechada.

O maior jacaré é o aligátor-americano, cujo tamanho médio varia de três a cinco metros de comprimento e seu peso varia de 300 até 500 quilos. Por sua vez, o jacaré-anão é o menor de sua espécie e seu tamanho varia de 1,2 a 1,4 metros e seu peso é de aproximadamente sete quilos.

Os Nomes E Seus Significados

“Jacaré” é um termo que vem da palavra tupi “iakaré” ou “jaeça-karé”, que significa “aquele que olha de lado”. Por sua vez, o termo “aligátor” está ligado à palavra inglesa “alligator”, que significa “lagarto”. Nas Américas Central e do Sul é muito comum encontrar os jacarés caimões (jacaretinga, jacarés-de-papo-amarelo e jacarés-do-pantanal). O termo “caimão” vem da palavra “kaiman”, que pertence ao dialeto indígena dos tainos.

Dentes Poderosos

Em 2012, pesquisadores da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos, fizeram um estudo em 23 jacarés e crocodilos e comprovaram que esses répteis têm a mordida mais forte do reino animal.

Segundo o paleobiólogo Gregory M. Erickson, um dos autores desse estudo, essa característica seria uma herança dos crocodilianos pré-históricos. Esses antigos animais tinham uma mordida com praticamente o dobro da potência da mordida de um Tiranossauro. Os pesquisadores utilizaram exemplares de crânios de crocodilos adultos para saber a força da mordida desses répteis.

Dentes do Jacaré
Dentes do Jacaré

O estudo ainda mostra que a força da mordida está diretamente relacionada ao tamanho do corpo do animal e praticamente não tem influência do tamanho dos dentes e da forma da mandíbula. Erickson ainda afirma que a pesquisa tornou possível verificar a biomecânica, a anatomia e o desempenho não só dos répteis vivos, mas também de fósseis crocodilianos com mais de 85 milhões de anos.

Veja a Lista Com Alguns Dos Crocodilianos Com a Mordida Mais Forte Do Reino Animal:

  • Crocodilo-de-água-salgada: conhecido como Crocodylus Porosus, é o dono da mordida mais potente com 1.678 quilos de pressão. Esses números podem rivalizar com o extinto Tiranossauro;
    Crocodilo-De-Água-Salgada
    Crocodilo-De-Água-Salgada
  • Crocodilo-americano: com uma mordida de 1300 quilos de pressão, pode atingir 6 metros de comprimento e aproximadamente 800 quilos. Como tem músculos muitos fortes, ele pode manter a mandíbula fechada com muita força;
    Crocodilo-Americano
    Crocodilo-Americano
  • Crocodilo-do-nilo: apesar de sua mordida de uma tonelada, esse réptil não tem dentes afiados o suficiente para partir pedaços de carne. Por essa razão, ele carrega sua presa para dentro da água, afoga e espera a carne ficar um pouco mais macia para poder se alimentar;
    Crocodilo-do-Nilo
    Crocodilo-do-Nilo
  • Jacaré-americano: esse tipo de réptil vive no sudoeste dos Estados Unidos e pode medir de três a cinco metros de comprimento. Seu local de habitação mais comum é o pântano, porém, também pode viver em lagos e em rios. Resistentes ao frio, eles conseguem sobreviver em temperaturas abaixo de zero. Sua mordida possui 965 quilos de pressão.
    Jacaré-Americano
    Jacaré-Americano

Tratamento da Mordida

A mordida de um jacaré costuma causar ferimentos muito graves. Apesar de não serem venenosas, essas mordidas podem gerar problemas bem sérios se não forem tratadas.

É preciso estancar o sangramento e levar a pessoa até o serviço médico mais próximo. Normalmente, os profissionais limpam as feridas e removem o tecido humano danificado pela mordida. Além disso, pode ser recomendado para a vítima um tratamento a base de antibióticos, pois, ferimentos causados por jacarés e crocodilos podem gerar infecções.

Espécies de Jacarés

Existem várias espécies de jacarés espalhadas na América e na Ásia, conheça algumas:

  • Jacaré americano: também conhecido como aligátor americano, é uma espécie exclusivamente norte-americana e não existe fora da “terra do Tio Sam”. Além de viverem no pântano, podem viver em lagos e rios. Por causa disso, alguns desses jacarés podem ser encontrados próximos ao ponto de despejo de alguns esgotos das grandes cidades. Esse fato gerou uma lenda urbana de que esses répteis viveriam dentro desses locais. A verdade é que isso não passa de um exagero, pois, nenhum animal conseguiria sobreviver dentro de um esgoto propriamente dito. Os machos da espécie medem de 3m a 4,5m enquanto que as fêmeas medem de 2,5m a 3m. Seu peso médio varia entre 300 e 500 quilos. Como são resistentes ao frio, conseguem sobreviver a temperaturas abaixo de zero. Não corre risco de extinção;
    Jacaré-Americano na Grama
    Jacaré-Americano na Grama
  • Jacaré-da-china: como o próprio nome já diz, esse jacaré vive próximo ao rio chinês Yangtzé, no sudoeste do país asiático. Possui apenas 2 metros de comprimento e gosta de regiões com clima temperado. É um dos crocodilianos mais ameaçados de extinção atualmente e costuma hibernar no inverno para sobreviver ao frio;
    Jacaré-da-China
    Jacaré-da-China
  • Jacaretinga: é o crocodiliano mais distribuído geograficamente entre os países do Novo Mundo. Pode ser encontrado no sul do México e nas regiões norte do Brasil e do Peru. Os machos dessa espécie podem atingir até 2,7 m de comprimento. Adapta-se com facilidade a qualquer ambiente associado à água, o que torna sua sobrevivência bem mais simples se comparado a outros jacarés. O risco de extinção é mínimo;
    Jacaretinga
    Jacaretinga
  • Jacaré-açu: também conhecido como jacaré-negro, é a maior espécie de jacaré e pode atingir 5 metros de comprimento. Gostam de habitar ecossistemas que se associam à agua, por isso, é muito comum encontrá-los distribuídos pela bacia do Rio Amazonas. Muito popular na fauna do Brasil, já esteve ameaçado de extinção. Entretanto, sua população aumentou muito nas últimas décadas, principalmente em nosso país, devido à proibição da caça;
    Jacaré-Açu
    Jacaré-Açu
  • Jacaré-do-pantanal: também conhecido como jacaré-do-paraguai, habita o norte argentino, o sul boliviano e o Centro-Oeste brasileiro, especialmente no Pantanal e em alguns rios paraguaios. Possui porte médio (de dois a três metros de comprimento), não corre risco de extinção e se parece fisicamente com a jacaretinga. Uma curiosidade sobre este jacaré é que suas fezes servem de alimento para alguns peixes;
    Jacaré-Do-Pantanal
    Jacaré-Do-Pantanal
  • Jacaré-anão: é o menor crocodiliano que existe. Seu tamanho é de 1,6m e dificilmente ele pesa mais que sete quilos.
    Jacaré-Anão
    Jacaré-Anão

    Esse réptil é encontrado nas bacias dos rios Amazonas, Orinoco (Venezuela), Paraguai, Paraná e São Francisco. Não corre risco de extinção.

Veja também

Labradoodle Marrom de Persil

Historia do Labradoodle, Personalidade e Origem da Raça

Hoje vamos falar sobre mais uma raça de cachorro incrível e cheia de curiosidades. Por …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.