Home / Animais / Comportamento do Flamingo: Hábitos e Modo de Vida do Animal

Comportamento do Flamingo: Hábitos e Modo de Vida do Animal

O Flamingo é um dos animais mais graciosos e belos do Reino Animal. Devido à sua cor e postura, é um animal que desperta atenção de todos.

O nome científico do Flamingo é Phoenicoparrus andinus. É um animal monogâmico, encontrado na América do Sul, sobretudo no Chile, embora também seja encontrado em algumas regiões do Brasil também. Mas é encontrado em diversas outras partes do planeta.

Habitat e Modo de Vida dos Flamingos

Flamingos existem há pelo menos 30 milhões de anos e durante esse período foram se adaptando de modo bem eficiente a seu habitat. Eles são animais diurnos e noturnos. Gostam de viver em lagunas rasas ou em regiões sem vegetação por perto ou à beira-mar.

São encontrados flamingos em regiões mediterrâneas, bem como Galápagos até a Índia. Na Europa, os flamingos encontram-se distribuídos no decorrer da Orla Mediterrânea, mas também são encontrados em Portugal, Sul da França e na Espanha.

Características Físicas do Flamingo

Possui pernas longas (são aves pernaltas), que representam a adaptação aos hábitos alimentares. Seu longo pescoço os auxilia também na alimentação.

As patas, assim como o bico, é rosado, mas possuem uma ponta preta. São animais com 3 dedos nas patas, ou seja, fenicopterídeos.

As pernas podem ter extensão de 90 cm até 1,5 m, sendo a ave mais alta da fauna brasileira. Podem pesar até 18 kg.

O macho é sempre maior que a fêmea, com o pescoço mais comprido que a fêmea também.

A plumagem do Flamingo varia de tons rosa pálido a rosas mais intensos, porém as penas de voo são pretas. Os flamingos mais jovens têm a plumagem mais castanho-acinzantada, que à medida que o animal se torna maduro, vai alterando a cor da plumagem para a cor rosa característico.

A coloração rosada característica dos flamingos se deve à sua alimentação, sobretudo de animais ricos em pigmentos carotenoides, de modo que as penas e bicos adquirem o mesmo tom.

Reprodução dos Flamingos

Os flamingos fazem ninho com lama, geralmente vivendo em colônias, que reúnem vários animais. Cada ninho se situa 35 cm do outro, sendo que tanto machos quanto fêmeas constroem os ninhos.

Geralmente as fêmeas produzem em média 1 ovo, podendo no máximo chegar a dois. A incubação é feita tanto por macho quanto por fêmea e após 31 dias no máximo, os filhotes saem dos ovos.

Após o nascimento dos filhotes, tanto macho quanto fêmeas ‘‘abandonam’’ suas crias, mas ficam nas imediações por 10 dias. A partir desse tempo, os flamingos jovens ficam reunidos com vários outros flamingos jovens e os machos e fêmeas conseguem distinguir sua cria e alimentarão apenas seus descendentes.

Após 75 dias, os flamingos aprendem a voar, mas ficam perto dos progenitores até por volta de 100 dias, quando então se tornam independentes.

Características Comportamentais do Flamingo

O Flamingo é monogâmico e acasala-se com o mesmo indivíduo durante toda a vida. A fêmea produz um ovo, sendo essa a média, podendo no máximo chegar a dois ovos.

A incubação dura no máximo 31 dias.

Flamingos vivem em grande bandos, sendo animais aquáticos. Uma característica importante é sua capacidade de dormir imóvel e em pé.

A Plasticidade da Reprodução do Flamingo

Uma das características observadas no Flamingo, além do fato de produzirem apenas um ovo como média é que há espécies que podem ficar anos sem se reproduzir, dependendo das características do ambiente em que vivem.

Em Portugal, por exemplo, é sabido haver um grande número de espécies imaturas que não se reproduzem.

Na Europa, acredita-se, que a população de flamingos reprodutora gire em torno de no máximo 35 mil animais. Porém, em números totais, a população de flamingos na região do Mediterrâneo Ocidental pode chegar a 80.000 flamingos. Em Portugal, por exemplo, acredita-se ter 3 mil flamingos.

Estatuto de Conservação Desfavorável dos Flamingos na Europa

Embora os Flamingos não sejam uma espécie em extinção, eles são bastante sensíveis a poluição e perturbação do seu habitat. Além disso, por se concentrar em somente algumas regiões, os flamingos possuem a classificação tendo o estatuto de conservação desfavorável no continente europeu (SPEC 3).

No entanto, acredita-se que a população de flamingos na Europa esteja a aumentar, justamente por algumas colônias se situarem em locais protegidos.

Alimentação dos Flamingos

Os flamingos costumam-se ser classificados como expoente máximo da adaptação, devido a um método bem como utilizado por outras aves: a filtragem da água.

As mandíbulas dos flamingos possuem pequenas estruturas rígidas e sua língua é espessa e carnuda, com protuberâncias.

Flamingo se Alimentando
Flamingo se Alimentando

Os flamingos usam sem bico, imergindo na água e a língua faz movimentos rápidos, cerca de 17 movimentos por segundo, atuando como um êmbolo potente que bombeia a água através das pequenas estruturas rígidas, que retêm as partículas em suspensão na água. Dessa forma, a água consegue ser ‘filtrada’. As protuberâncias, por sua vez, raspam o alimento e ele é ingerido.

Os flamingos se alimentam de crustáceos, moluscos, protozoários, algas e até pequenos peixes.

Os flamingos usam seu longo pescoço para buscar alimento. Quando entram em águas profundas demais, suas potentes patas os auxiliam a flutuar em busca de alimento.

Por serem capazes de filtrar a água, os flamingos podem beber água salgada, sem a necessidade de ir buscar água doce, o que os diferencia de muitas outras aves. Essa característica também permite que eles fiquem, em bandos, em regiões de água salgada.

Predadores dos Flamingos

Os flamingos não possuem muitos predadores naturais, devido a suas próprias características físicas e por viver em bandos em áreas mais isoladas.

Esses locais não favorecem outros tipos de aves e animais, portanto os flamingos vivem, muitas vezes, sem serem importunados.

Os seres humanos representam uma ameaça aos flamingos ao danificar seu habitat com o desequilíbrio da água e com a poluição e também ao mudar fisicamente o ambiente no qual os flamingos vivem, construindo estradas ou casas ao redor.

Resumo

Reino: Animalia

Filo: Chordata

Classe: Aves

Ordem: Phoenicopteriformes

Nome Científico: Phoenicoparrus andinus

Nome Popular: Flamingo

Veja também

Chihuahua Cores Raras – Quais São? Onde Encontrar?

A raça do cão Chihuahua tem muitos tamanhos e formas diferentes, mas o que mostra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *