Home / Animais / Comportamento do Dachshund, Hábitos e Modo de Vida

Comportamento do Dachshund, Hábitos e Modo de Vida

Desde filhote, o dachshund, popularmente conhecido como salsicha, demonstra comportamento e personalidade característicos. Porém, para transformá-lo em um bom companheiro assim como um adulto equilibrado, é possível aprimorar determinados pontos da sua personalidade.

Que saber mais sobre essa fofura de pet? Fique por aqui, então, e conheça sobre o Comportamento do Dachshund, Hábitos e Modo de Vida. Além de outras informações interessantes e importantes sobre a ração!

Dachshund: Comportamento, Hábitos e Modo de Vida

A seguir, você confere diversas características que dão um perfeito panorama sobre o comportamento, hábitos e como vivem os cães da raça Dachshund.

Astuto

Apesar de muito pequeno, o salsicha é bem astuto. Os cães dessa raça eram utilizados para desentocar texugos, raposas e coelhos devido à sua agilidade e esperteza. Por isso, é um cão habilidoso e rápido.

Vivaz

Esse cão demanda exercícios dos seus donos, tendo em vista que é cheio de energia. Prepare-se para brincadeiras ao ar livre e longas caminhadas caso tenha essa raça em casa.

Teimoso

O dachshund é um cão naturalmente teimoso. Porém, o animal pode aprender a obedecer seu tutor com um treinamento firme e correto. Invista em aulas compensatórias e firmes através do adestramento desde o momento em que seu cão ainda é um filhote. Posteriormente, você terá um pet equilibrado na fase adulta.

Dachshund

Brincalhão

Esta raça adora brincar, assim como outros cães. Porém, o tutor não deve incentivar saltos ou brincadeiras muito brutas, pois ele é um animal de estrutura sensível, apesar de ser brincalhão.

Dedicado

O salsicha é um cão dedicado, desde que seja dominado e treinado pelo tutor. Também, é possível aproveitar um dachshund solícito e prestativo para a família quando ele recebe o adestramento correto.

Amigável

Esta raça tende a criar laços com uma pessoa da família, já que ele é naturalmente amigável. Nesse sentido, a socialização deve ser incentivada desde cedo. O cachorro pode ser mais reservado quando se trata de pessoas desconhecidas.

Corajoso

Mesmo com o seu porte pequeno, esse cão não possui medo de nada, coragem pode ser o seu nome do meio. O salsicha possui uma personalidade maior do que seu tamanho e está sempre disposto a averiguar situações que chamem sua atenção.

Curioso

Naturalmente curioso, ele pode se tornar um cão intrometido e “bisbilhoteiro”. Porém, o controle desse comportamento pode ser feito com um bom adestramento.

Leal

Leal e meigo, o salsicha demonstra um jeito amigável de ser. Assim como é digno e delicado com seus familiares.

Alerta

É um ótimo cão de guarda, já que está sempre alerta. Por isso, você deve ficar atento ao ouvir os latidos do seu salsicha.

Independente

A indecência que este cão possui pode gerar um jeito teimoso nele. É comum que ele desvie a atenção de um treinamento para seguir outra trilha, tendo em vista que inicialmente seu papel era seguir rastros. Por isso, é recomendado o adestramento quando o cão ainda é filhote, justamente para que esse desvio de comportamento não se desenvolva.

Travesso

O filhote de salsicha é muito travesso e por isso precisa de treinamento. É possível aproveitar um cachorro equilibrado na fase adulta com paciência e controle.

Valente

É possível dizer que o dachshund é valente e corajoso e com muita atitude, apesar do seu porte pequeno.

Dachshund Valente

Companheiro

Esta raça é muito companheira, assim como todos os cachorros. Para quem busca um pet que ficará ao seu lado quase o tempo todo, essa é a escolha ideal.

Dachshund: Ter ou Não Esse Pet?

Agora que você leu sobre o salsicha, é momento ideal para pensar se o cão dessa raça é ideal para sua família e o estilo de vida que levam.

Você deve considerar que cão é vivaz, astuto e teimoso. Ainda, apesar do pequeno porte, ele demanda tempo para um treinamento firme, exercícios e brincadeiras.

Cuidados e a Saúde do Dachshund

Alguns cuidados devem ser tomados em relação ao salsicha. Este cão está mais propenso a ter problemas na coluna, devido às suas patas curtas e corpo comprido.

Mesmo movimentos simples como descer e subir escadas pode gerar doenças como o acometimento do disco invertebral do animal. Para facilitar o acesso do seu pet a outros andares, camas e sofás, é recomendado a instalação de rampas na casa.

Outro problema sério para o salsicha é a obesidade, que pode prejudicar sua coluna devido ao sobrepeso e ainda gerar problemas para outras partes do corpo do animal.

Além da coluna do Dachshund, veja outros cuidados importantes:

  • Banho: a não ser que o cão tenha se sujado em alguma de suas aventuras, o dachshund não demanda banhos frequentes;
  • Orelhas: considerando que ácaros, bactérias e fungos se instalam facilmente nas orelhas do animal, ocasionando otites e outros problemas mais sérios, esse local precisa de um cuidado especial;
  • Unhas: recomenda-se cortar as unhas do animal desde cedo, sendo recomendado de uma a duas vezes por mês para não deixá-las muito grandes.
  • Dentes: o ideal é que haja a escovação com regularidade para que seu pet não seja acometido com tártaros e bactérias.

Curiosidades Sobre a Raça Dachshund

1 – Mesmo pequenos, os Dachshunds são conhecidos por serem cães que permanecem sempre em alerta! Assim, eles são excelentes cães de guarda!

2 – Nos Jogos Olímpicos do ano de 1972, o Dachshund  foi escolhido como mascote da competição, sabia? O nome do mascote era Waldi. Ainda, foi o primeiro mascote oficial dos Jogos.

3 – Não e sabe a origem exata da raça Dachshund. Mas, estudos e pesquisas apontam que a raça teria surgido na Idade Média, na Alemanha. Já outra hipótese é que o por volta da possui mais de 4 mil anos, acredita? E sua origem seria o Egito…

4 – Como já sabido, essa raça era usada na caça. Estes cães eram realmente ótimos caçadores! O que contribui para a caça é exatamente o corpo pequeno e alongado – que facilita farejar tocas.

5 – Você sabia que na Primeira e a Segunda Guerra Mundial, a raça Dachshund fi perseguida? Sim! Isso porque muitos acreditavam que sua origem alemã era algo negativo…

6 – Apesar de caçadores, os Dachshunds são super sensíveis. Não é recomendado deixar o seu pet sozinho por longos períodos. Uma dica é ter mais de um pet – assim, um faz companhia para o outro!

7 – O Dachshund é um cão um tanto ansioso. E assim, caso sintam muita ansiedade podem destruir objetos. Assim, deixe sempre brinquedos à disposição destes cães.

Veja também

Alimentação do Castor: O que Eles Comem?

Os castores são mamíferos, roedores, de hábitos semi-aquáticos, conhecidos pela curiosa habilidade para construção, inclusive …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *