Home / Animais / Comportamento da Jiboia, Hábitos e Modo de Vida do Animal

Comportamento da Jiboia, Hábitos e Modo de Vida do Animal

Hoje vamos falar sobre a jibóia, chamada cientificamente como Boa constrictor. Popularmente conhecida por alguns como boa cauda vermelha ou também como boa comum. É importante saber que esse não é um animal venenosa, inclusive é muito comum que esses animais sejam criados em cativeiro. Faz parte da família Boidae, é muito comum de ser vista nas Américas, especialmente do Sul, Central e do Norte. Também podem ser vistas em Ilhas do Caribe. Para os amantes de animais exótico essa jibóia é praticamente item de coleção. Ela possui uma grande variedades de cores. Até a data de hoje são relatadas ao menos 9 subespécies desse animal. Hoje vamos falar dessa espécie no geral.

Jiboia Envolta no Galho da Árvore
Jiboia Envolta no Galho da Árvore

Nomes Utilizados

Saiba que todas as jibóias são constritoras, apenas a espécie boids pode ser chamada corretamente de jibóia.

As nove subespécies desse animal são chamadas de jibóia, as suas subespécies são chamadas de B.c. constritor, mas seus nomes populares continuam sendo fortemente usados como o nome jibóia de cauda vermelha.

Nos locais onde animais silvestres são vendidos como pet, também são chamado de BCC que nada mais é que seu nome científico abreviado, pois dessa forma fica fácil de separar essa espécie das outras.

Outros nomes pelos quais esse animal pode ser conhecido:

  • Chij-Chan

Jiboia Encontrada no Quintal
Jiboia Encontrada no Quintal
  • Jiboia

Jiboia Enforcando um Rato
Jiboia Enforcando um Rato
  • Macajuel.

Jiboia Rastejando Pelos Galhos
Jiboia Rastejando Pelos Galhos

Comportamento da Jiboia

Esses animais costumam viver sozinhos, e não é comum que interajam entre si, somente no período de acasalamento. São animais de hábitos noturnos, mas durante o dia pode ser que saiam para equilibrar a temperatura corporal, principalmente em noites muito frias.

Essas jibóias são do tipo semi arbóreas, as mais novas podem procurar comida subindo em algumas árvores e também arbustos. Com a idade essa cobra começa a ter comportamentos cada vez mais terrestres, por conta do peso e da idade.

Ataque da Jiboia

Essa espécie pode atacar ser humano e animais caso se sintam ameaçadas. A picada de uma jibóia tende a dor muito, quanto maior o animal maior é a dor, mas fique tranquilo ela não oferece riscos a vida do ser humano. Algumas espécies se irritam com bastante facilidade,  como as encontradas na América Central. Ela pode produzir uma espécie de assobio muito alto e atacando muito rapidamente se forem perturbadas. As jibóias que habitam a América do sul são mais tranquilas.

Quando esses animais estão em período de troca de pele, assim como acontece com outras cobras pode ser um período mais perigoso. Nesse processo elas soltam uma substância que vai lubrificar a pele velha, e isso interfere muito na sua visão, e acabam não enxergando como deveriam. Ficando naturalmente mais arredias.

Alimentação da Jiboia

Jiboia Pronta Par o Ataque
Jiboia Pronta Par o Ataque

A jibóia pode comer uma infinidade de pequenos animais mamíferos, também animais de tamanho médio e algumas aves. Boa porcentagem da sua alimentação é conferida por roedores, mas outros animais maiores podem fazer parte dessa dieta como alguns lagartos, e até animais maiores que podem chegar do tamanho de uma jaguatirica.

Os animais mais jovens preferem os pequenos roedores, alguns anfíbios, pequenos lagartos, pássaros e morcegos. Quando maior e mais velhos, a sua presa tende a aumentar de tamanho.

Jiboias Caçadoras

Esses animais costumam armar emboscadas para as presas dos quais são predadoras, elas ficam entocadas só esperando a presa chegar para atacar. Também é comum que as jibóias sejam caçadoras ativas, principalmente em regiões onde o número de presas é menor, o período preferido para caça é o noturno.

O primeiro ataque da Jibóia é uma bela mordida onde consegue agarrar a sua presa, dessa forma ela pode apertar o animal até que ele morra e ela possa comer.

O animal logo fica inconsciente e morre em seguida, pois o fluxo de sangue do seu corpo é interrompido, dessa forma cérebro e coração param de funcionar, ao contrário do que algumas pessoas acreditavam que eles morriam por asfixia.

Dentes Fortes

Os dentes fortes da jibóia tem grande função nesse momento, quando agarra a presa pela garganta e apertar até que morra. Depois de uma grande refeição dessas a jibóia vai aguardar de 4 a 6 dias para que o alimento tenha sido digerido por seu estômago. Elas têm o metabolismo vem lento, portanto nesse período ela ficará sem comer por semanas ou até mesmo vários meses.

Habitat

O habitat desse animal vai depender de qual subespécie estamos falando, a Boa constrictor por exemplo é comum na América do Sul, em diversos países e ilhas dessa região.

Jiboia Amarela
Jiboia Amarela

Em alguns outros lugares elas foram introduzidas pelo humanos, como no sul da Flórida, também em Santa Cruz que fica nas Ilhas Virgens Americanas, que inclusive já está conseguindo se reproduzir na natureza.

Onde as Jiboias Gostam de Viver?

A jibóia vive bem em diversos locais, mesmo com ambientes com as quais não está muito acostumada, pode viver em florestas tropicais e também em regiões áridas de semi deserto. O ambiente preferido desse animal com certeza são as florestas tropicais, pois é um ambiente mais úmido e mais fresco, é onde o número de presas a disposição é maior.

Jiboia Amarela na Grama
Jiboia Amarela na Grama

É comum que esses animais sejam vistos próximos de riachos ou rios, inclusive nadam muito bem. Nesses lugares também podem se esconder de seus predadores utilizando toca de alguns mamíferos maiores.

Jibóias em Cativeiro

Jiboa no Fundo Branco
Jiboa no Fundo Branco

É um animal que costuma se dar muito bem em cativeiro, inclusive ela acaba ficando mais tranquila. É muito comum serem vistas em zoológicos, e na criação particular de algumas pessoas.  A alimentação das jibóias em cativeiro costuma ser com alguns ratos, também coelhos, galinhas e pintinhos, isso varia de acordo com o tamanho e idade da jibóia.

Expectativa de Vida

Quando criadas em cativeiro as jibóias podem viver de 20 a 30 anos, já foram registrados alguns animais que viveram mais de 40 anos. Portanto para as pessoas que realmente desejam ter como pet, pois vivem muito. 

A Jibóia Mais Velha

Jiboia com a Língua de Fora
Jiboia com a Língua de Fora

A jibóia mais velha descrita, foi uma criada em cativeiro e que viveu por 40 anos, 3 meses e 14 dias. O animal recebeu o nome de Popeye foi criada no zoológico da Filadélfia onde faleceu no ano de 1977.

Veja também

Pato Mergulhão: Características, Nome Científico, Habitat e Fotos

Você conhece o pato mergulhão? Quer aprender tudo sobre essa famosa e belíssima ave? Continue …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *