Home / Animais / Comportamento da Borboleta, Hábitos e Modo de Vida do Animal

Comportamento da Borboleta, Hábitos e Modo de Vida do Animal

Borboleta

Borboletas são insetos e ao contrário da grande maioria, elas não causam nojo e repulsa nas pessoas. Além disso as borboletas se alimentam de néctar encontrado nas flores, e somente algumas espécies sugam sangue de feridas de animais.

Assim como as libélulas, são insetos vistos na luz do dia, aliás, a luz do sol é muito importante já que suas asas dependem dela para baterem. São vistas em muitos programas que falam sobre a vida dos animais e insetos pois sua transformação de ovo até borboleta é algo que chama a atenção devido a beleza desse processo!

São vistas em grandes quantidades, já que depois dos besouros são os insetos que mais possuem membros no mundo. Inclusive borboletas podem ser vistas em borboletários, uma espécie de zoológico para a espécie, sendo muito comum em metrópoles e visitado por crianças com um especialista que fala sobre toda a sua diferenciação e curiosidades.

Borboletas
Borboletas

Aliás, está preparado para saber tantas curiosidades sobre a borboleta? Então continue acompanhando esse artigo feito pelo mundo ecologia!

Comportamento da Borboleta

A grande maioria das borboletas são ativas durante o período de sol, ou seja, de dia. Quase todas elas se alimentam de flores, ou seja, são insetos totalmente inofensivos e até mesmo benéficos para a espécie humana.

Durante seu processo de tirar das flores um ingrediente chamado néctar, o pólen dessas flores gruda em seu corpo, e depois ao voar e pousar em outra flor, esse pólen da primeira entra com contato com o da segunda, e assim as flores se reproduzem. As borboletas são as principais responsáveis no quesito ambiental, pela reprodução das flores, por isso são vistas em grandes quantidades.

Algumas borboletas costumam mudar  esse processo é chamado de migração. Esse processo acontece muito com uma espécie chamada de “Monarcas” que voam longas distâncias, mais ou menos do Canadá para o México. Isso ocorre pois depende de climas quentes para sobreviverem. Ou seja, saem do outono de um para o verão do outro e vice-versa.

No que se refere a comportamento sexual, a reprodução da maioria delas é sexuada, porém algumas espécies, elas possuem o sistema reprodutor feminino e masculino. Mesmo assim, são dependentes das relações para procriarem, no caso desses animais com os dois sistemas ocorre somente uma troca, como se ambas borboletas ao cruzarem ficassem grávidas.

Ciclo de Vida das Borboletas

Embora tenha grande beleza, esse é um inseto bem leve e nenhum um pouco resistente e por conta de suas cores, são muito fáceis de serem capturadas por seus predadores. A quantidade de dias vividos em habitat natural varia de um mês para algumas espécies e no máximo dez meses para outras.

Seu ciclo de vida é uma das características desses insetos que mais chamam atenção de seus pesquisadores, pois ao contrário da maioria dos animais possuem uma metamorfose bem complexa.

Ciclo de Vida das Borboletas
Ciclo de Vida das Borboletas

Elas nascem através de ovos. As larvas comem as cascas dos ovos e saem para fora. Durante esse período de larva sua fome é algo bem significativo já que elas precisam de uma quantidade enorme de comida para se transformarem em borboletas, por isso é muito comum verem larvas comerem muitos legumes, verduras, fazendo um certo “estrago” em plantações.

Sua pele conforme vai esticando, vai sendo trocada, até ficar mais dura e ela virar uma pupa, onde ficará hibernando e se transformando, até se quebrar novamente e sair uma borboleta jovem. Nessa transição suas asas ainda estão molhadas e por conta desse fato, ela não consegue voar, precisando que suas asas sequem com a luz do sol.

Depois que suas asas estão secas, ela começa seu processo de desbravar o ambiente, se alimentar de néctar, se reproduzir e ajudar também a flores nessa missão. Muito interessante, não?

Seu acasalamento ocorre no ar, enquanto voam, e seus ovos são depositados em até 24 horas. As larvas saem em um período de 5 dias e começa tudo de novo.

Modo de Vida e Características

Já sabemos de antemão que as borboletas gostam da luz do sol, estão presentes entre as flores, são insetos amigáveis e não transmitem nenhuma doença para os humanos.

Além do seu ciclo de vida ser algo que chama atenção, suas características que unem coisas comuns de todos os insetos até mesmo qualidades únicas é algo que abordaremos aqui.

  • Elas possuem seis patas assim como a maioria dos insetos. Sua visão também é privilegiada assim como das moscas, e além de enxergarem 360 graus, elas conseguem ver até mesmo raios ultravioletas. As cores que conseguem identificar são amarelo, vermelho e verde.
  • Suas semelhantes as reconhecerem como macho e fêmea através do cheiro. Porém são as cores de suas asas que passam essas informações para os outros insetos.
  • A larva passa por 7 trocas de peles antes de virar uma pupa e depois disso virar uma borboleta. Embora pareça demorado, isso ocorre em apenas alguns dias já seu ciclo de vida também é curto.
  • As borboletas conseguem voar por no máximo 20 quilômetros por hora, as mariposas possuem vantagem nesse quesito e sua velocidade pode chegar ao dobro.
  • Existem as mais variadas cores e tamanhos de borboletas, sendo de 3 até mesmo 30 centímetros. No Brasil, as mais comuns são as menores amarelinhas que podem ser vistas em muitos quintais que possuam jardins.
  • Não são encontradas em lugares frios como Antártida pois precisam que seu corpo esteja medindo 30 graus célsius para sobreviverem e conseguirem voar. Por conta disso são insetos que vem sofrendo bastante por conta da urbanização, aquecimento global e muitas espécies entraram em extinção e até mesmo foram extintas devido a essa dificuldade de sobrevivência pois não existe mais flores em grandes quantidades além de quedas e mudanças de temperaturas muitas vezes absurdas.
  • Outro fato muito interessante sobre esse incrível inseto é que as borboletas não defecam, pois transformam tudo que é consumido em energia. Muito legal!
  • Antes de saírem para conhecer o ambiente, elas comem o casulo pois nele existe uma grande quantidade de nutrientes que vão ser utilizados por ela em seu primeiro voo até mesmo aprender a capturar o néctar das flores.

Para saber mais sobre borboletas e outros tipos de animais, continue seguindo os artigos do mundo ecologia! Não esqueça de deixar seu comentário sobre a curiosidade que você mais gostou. 🙂

Veja também

Como Cuidar de um Basset Hound Filhote: Cuidados e Doenças

Você já ouviu falar do cão Basset Hound? Pois bem, esta raça possui cãezinhos bastante …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *