Home / Animais / Como Saber Se Seu Cachorro Tem Depressão?

Como Saber Se Seu Cachorro Tem Depressão?

Cachorros são os animais mais comuns em centros urbanos. Muitas pessoas têm cachorro como animal doméstico, companheiro ou melhor amigo. Essas pessoas que apreciam a companhia de um cachorro e prezam por um bom relacionamento com ele, sabem quando seu pet não está bem, conhecem seus hábitos e comportamento. Sabem que há momentos que ele pode até ficar triste (talvez por ficar preso, ou ficar sozinho uma hora ou outra) mas há momentos em que ele está plenamente feliz. E quando ele fica muito mais tempo triste do que feliz, o que fazer?

Depressão Canina Existe?

Uma das frases mais conhecida hoje em dia é “a depressão é o mal do século”. Isso porque ha alguns tempos atrás, muitas pessoas achavam que depressão era frescura, um comportamento anormal, vitimismo, ou até algo que as pessoas faziam para chamar atenção. Porém, hoje, já é comprovado cientificamente, que a depressão é uma doença, e é uma doença séria. Pode levar à morte se não for tratada com cuidado e sensibilidade.

Uma das coisas que muitos não sabem é que cães podem ter depressão assim como os humanos. Pois é, cães tem inúmeros sentimentos e são muito intensos. Por exemplo, a mesma substância liberada nos humanos que produz um sentimento de amor, paixão e devoção também é produzida nos cães, assim como a substância que produz alegria e satisfação também é produzida neles. A falta de afeto, falta de alegria, ambiente hostil, grandes perdas ou grandes mudanças, podem causar depressão em cachorros.

Cães não têm sabedoria e controle das situações como nós humanos, ele precisa que seu dono faça isso por ele, portanto, certifique-se de que a situações que são adaptáveis para você, sejam confortáveis para o seu cão. Veja os exemplos:

A mudança de uma casa para o outra pode ser muito estimulante, entusiasmante e uma experiência muito boa humanos, se não for tão bom assim, sabemos nos adaptar. Porém, os cães podem não entender o que está acontecendo. Para eles é uma situação estressante. São animais territorialistas, estão em um lugar novo, sem suas demarcações, sem seus cheiros, talvez menor, menos confortável, enfim, tudo isso interfere no dia-a-dia do cão. Essa empatia é necessária para entender o que ele precisa. Processos que para nós pode ser normal, para eles é muito complicado.

Como Saber Se O Cachorro Tem Depressão

Antes de qualquer coisa, lembre-se que os cães são espelhos da casa. Analise qual é o seu estado de espírito, antes de entender qual estado de espírito do cão. Normalmente, se você estiver triste, é capaz de que seu cão esteja passando por isso junto com você. Caso não seja isso, é hora de analisar as questões da vida dele. O dia-a-dia, como tédio, tristeza, perda de brinquedos, saudade, mudança de ambiente, falta de adaptação, enfim. Pode haver diversas questões envolvidas.

Alguns sintomas da depressão do cachorro:

  • Choro excessivo;
  • Semblante triste;
  • Auto mutilação (Machucando patas e rabo);
  • Manter-se isolado;
  • Dormir em lugares incomuns e reclusos;
  • Perda de apetite;
  • Mudança de comportamento;
  • Apatia e tristeza;
  • Não atende a comandos, nem ao próprio nome;
  • Recusa brincadeiras e passeios;

É necessário que o dono tome cuidado, porque muitas vezes, pensamos que esse comportamento do cão é só porque ele está calmo. Isso pode parecer até vantajoso para o dono considerando que em tempos normais, o cão pode fazer uma grande bagunça. Porém é necessário cuidar desses sintomas logo no início antes que quadro se agrave.

Depressão canina também é uma doença, muitas vezes os donos não vão conseguir estimular ou alegrar seu cão, por mais que tentem, em casa. Nesses casos, é necessário que encaminhem o pet para o veterinário. Ele saberá o tratamento correto.

Para tratar depressão canina já existem terapias, remédios e dicas que o veterinário saberá orientar do modo certo.

Prevenindo A Depressão Canina

Cachorro Recebendo Cuidados no Veterinário
Cachorro Recebendo Cuidados no Veterinário
  • Mantenha seu cão sempre confortável e seguro. Mostre para ele que ele pode confiar no seu dono, mesmo nas situações desconfortáveis, como a citada anteriormente.
  • Dobre a atenção e o cuidado caso haja mudanças na rotina, por exemplo, a chegada de um novo bebê, a chegada de um novo cachorro, a chegada de um novo parente ou visita, sempre demonstre que ele tem o espaço dele.
  • Desde filhote, estabeleça um relacionamento que você possa manter, se você passa o dia com seu cachorro dando atenção e carinho, tenha certeza que essa rotina poderá ser mantida. Mudanças bruscas em afeto e atenção podem causar depressão.
  • Portanto, caso precise trabalhar mais, viajar por um período, enfim, qualquer coisa que mude o tempo que você passa com ele, deve ser compensado de alguma forma, adote estratégias como passeadores de cão, creche canina, entre outros.

Como Alegrar Seu Cão

Existem uma série de cuidados básicos para que seu cão tenha uma boa saúde física e mental. Cães acumulou muita energia ela deve ser gasta de algum jeito. Aqui vão algumas dicas para manter seu cão saudável e feliz:

  • Comida e água: Certifique-se sempre de que seu cão tem comida o suficiente e água fresca sempre. Cães não podem dizer para nós “estou com fome”, e “estou com sede”. Por isso, devemos estar sempre atentos às necessidades do pet.
  • Espaço: certamente nós humanos não gostamos de dormir e viver em um lugar sujo. Os cães também não. Mantenha o lugar de seu cao sempre limpo e em boas condições.
  • Liberdade: seu cão deve ter espaço para correr se exercitar e brincar, não o mantenha preso durante muito tempo. Isso com certeza será ruim pra ele.
  • Passeios: Se até hoje os cães fossem selvagens, seriam animais exploradores, bons de caça, migratórios e ótimos predadores. Porém hoje, muitas espécies são domesticadas. Isso não significa que seus instintos desapareceram, mas que eles precisam ser estimulados. Durante um passeio o cão fica mais tranquilo e exerce seus melhores sentidos, por isso eles gostam tanto de passear. A exploração, faz muito bem para a saúde mental e física deles.
    Passeando Com o Cachorro
    Passeando Com o Cachorro
  • Carinho: O carinho tem hora certa, seu cão deve entender que o carinho é uma recompensa, por exemplo, se ele latir muito, e você dar carinho só para que ele pare, ele vai entender que: latindo ele consegue carinho. Esse não é o certo. Dê carinho quando ele apresentar um bom comportamento. Assim você cria laços e ele te entenderá melhor.

Veja também

Marreco de Pequim: Características, Hábitat e Nome Científico

O marreco de Pequim é considerado uma das principais raças atuais de marrecos, ao lado …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *