Home / Animais / Como o Javali foi Introduzido no Brasil?

Como o Javali foi Introduzido no Brasil?

Uma espécie exótica e invasora, odiada por muitos, mas, ao mesmo tempo, bastante protegida por ambientalistas. O javali, causador de diversos estragos na natureza — tanto ambientais quanto econômicos — será o animal abordado neste artigo.

O que você sabe sobre este animal? Qual é a sua opinião sobre ele? Como ele foi introduzido no Brasil? Todas as suas dúvidas serão tiradas no decorrer deste texto. Vamos lá?

Como o Javali Invadiu a América?

Este animal, bem parecido com um porco selvagem, tem a sua origem no norte da África, Ásia e toda a Europa. A intenção inicial era fazer com que o javali fosse um animal de consumo humano, assim como temos as vacas e os porcos hoje em dia.

A primeira vez em que ele apareceu na América do Sul foi quando alguns exemplares foram importados da Europa e introduzidos na Argentina. O motivo era fazer com que a caça esportiva ganhasse mais popularidade no país, além de ter outra espécie para ser caçada nesse esporte peculiar.

No ano de 1904, um rei espanhol programou uma viagem para a Argentina. Nessa visita, ele mantinha um desejo insaciável de caçar os javalis. Porém, como ainda não havia nenhum exemplar deles no país, decidiram importar para satisfazer as necessidades do rei que tinha acabado de chegar.

A importação foi bem sucedida, entretanto, a visita do rei não foi.  Ele acabou desistindo de adentrar na América do Sul e os animais ficaram aos cuidados do primeiro ministro do país, que tinha acabado de importar os javalis.

O Que Aconteceu Depois Disto?

Houve um erro muito grande, no que se refere à proteção dos animais recém-chegados na Argentina. Alguns conseguiram escapar da propriedade em que estavam e invadiram os pampas. Sua velocidade de propagação foi tão rápida que, em poucos meses, alguns foram avistados no Uruguai.

Eles acabaram procriando, e, consequentemente, seu número aumentava. Durante os próximos 50 anos, a espécie se expandiu de uma forma muito grande.

Também, o aumento da caça esportiva contribuiu para que eles se espalhassem por toda a América do Sul.

E, para finalizar, o cruzamento com outros porcos foi muito rápido, a ponto de espécies híbridas se formarem na Argentina e no Uruguai.

Dentro desses 50 anos de expansão no território, os javalis foram considerados pragas nacionais na Argentina. Até hoje ele é um dos maiores males do país.

Do Uruguai Para Outros Países

Como se não bastasse a infelicidade de uma praga atingir alguns países da América do Sul, houve um incidente que facilitou ainda mais a vinda dos javalis para o Brasil.

Uma seca muito grande atingiu um dos maiores rios do Uruguai. Por este motivo, muitas espécies procuraram outro lugar para se refugiar. Afinal de contas, sem o rio não há alimento.

Javali no Meio da Estrada
Javali no Meio da Estrada

A seca desse rio importante acabou trazendo os javalis para o Brasil. A primeira aparição é registrada no ano de 1990, em algumas fazendas no Sul do país. Três anos depois do primeiro registro, já havia relatos de pelo menos 200 mortes de animais — como cordeiros — e plantações inteiras destruídas por este animal.

Em menos de 15 anos, apenas o Rio Grande do Sul já registrava um prejuízo de mais de 4 milhões de reais. Tudo causado por esta espécie intrusa. Mais de 1.800 propriedades particulares estavam sendo atingidas por esta praga. No ano de 2005, pelo menos 2.000 unidades moravam no estado.

Cultivo de Javalis Para o Consumo

Cultivo de Javalis
Cultivo de Javalis

Ao mesmo tempo em que eles se multiplicavam, alguns fazendeiros aproveitaram para que um negócio pudesse ser formado. Na década de 90, foram registradas as primeiras fazendas que cultivavam esses animais. Elas ficavam nos estados do Rio Grande do Sul e São Paulo.

No começo, como não havia nenhuma informação sobre os javalis, a reprodução acontecia com o cruzamento entre as espécies de javalis e porcos domésticos. Só mais tarde foram importadas unidades legítimas da Europa. Lá, o cruzamento híbrido é severamente condenado.

Capacidade de Propagação

Se outra espécie tivesse sido importada, talvez, o número alarmante não chegaria ao que é hoje. Para o azar das pessoas, os javalis possuem um senso de adaptação muito bom, além de não precisarem de mãos humanas para se reproduzir e se espalhar pelos lugares.

Prejuízos Para o País

No ano de 1998, uma lei foi criada para que a importação dos javalis fosse proibida. O prejuízo que eles causam é imenso!  Os fazendeiros que já possuíam os criadouros têm a permissão de continuar, mas nenhum outro pode ser aberto.

Anteriormente, a importação era feita sem nenhum registro, já que ele era considerado um animal doméstico.

A lei criada no ano de 1998 só piorou a situação em que o país se encontrava: Muitos fazendeiros soltaram seus exemplares na natureza, com medo de serem punidos. Essa soltura em massa fez com que o número de javalis aumentasse consideravelmente.

Outro fator que contribuiu para que o javali se estabelecesse no Brasil, foi que a época em que começaram a adentrar as fronteiras era muito favorável. As matas eram livres de predadores, as chances de uma epidemia ocorrer eram muito pequenas — como a peste suína, que foi erradicada de muitas regiões — e quase não tinham competidores dentro das florestas.

Infelizmente, ele ainda é considerado uma praga. Sua disseminação pelos estados está cada vez maior. Isso acontece porque o clima tropical brasileiro e suas densas florestas formam um ambiente propício para a sua habitação.

Curiosidades

O javali está na lista das 100 piores pragas exóticas que um país pode ter. Sua agressividade, sua facilidade de adaptação, sua reprodução descontrolada e a ausência de predadores naturais — com raras exceções — fazem com que os impactos ambientais e socioeconômicos sejam severos demais.

Em 2013, o controle populacional dos javalis foi autorizado pelo IBAMA, dado que as consequências maléficas deste animal estavam destruindo o meio ambiente e causando danos irreparáveis, principalmente para os pequenos produtores.

Veja também

História do Guepardo e Origem do Animal

Um dos felinos mais conhecidos do mundo, conhecido especialmente por sua velocidade, é o guepardo. …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *