Home / Animais / Como Falar Com O Meu Cachorro? Qual Linguagem Devo Usar?

Como Falar Com O Meu Cachorro? Qual Linguagem Devo Usar?

A comunicação entre os homens e os cachorros não se trata apenas de dar comandos como “pega”, “senta” e “dá a pata”. Tutores e psicólogos de cães afirmam que não é nada incomum ter longas conversas com um cachorro. Este artigo vai te explicar qual é a maneira certa de falar com o seu cão e qual a opinião da ciência sobre este assunto.

Compreensão Canina

Os cães têm a capacidade de entender os nossos comandos e as nossas falas e uma das provas disso é que eles atendem quando são chamados pelo nome. Antigamente, era comum as pessoas acreditarem que os cachorros entendiam apenas a nossa entonação de voz. No entanto, hoje em dia a ciência já afirma que a capacidade cognitiva desse animal é muito maior que isso.

Sabe-se que os cachorros são muito inteligentes e costumam se comunicar por meio de sua própria linguagem corporal. Entretanto, fazer os cães nos compreenderem não é uma coisa tão simples.

Uma pesquisa feita na Universidade de Lórand, na Hungria, e publicada na revista Science, afirma que os pets tem a capacidade de compreender não apenas a entonação, mas também as nossas palavras. Durante esse estudo, alguns cães foram submetidos a uma série de estímulos auditivos por meio de uma ressonância magnética: os tutores diziam várias palavras com várias entonações diferentes para testar o entendimento dos cachorros.

A comunidade científica ficou surpresa ao saber que os cães conseguiram perceber a diferença entre as palavras que eram elogiosas, neutras ou negativas, independentemente da entonação utilizada. E o mais surpreendente: eles utilizaram o lado esquerdo do cérebro para interpretar as palavras, o mesmo lado que os seres humanos usam para fazer a interpretação da linguagem.

Isso mostra que, assim os homens, os cães também podem diferenciar vocabulários de um modo separado da entonação. Além disso, eles têm a capacidade de combinar os dois elementos para entender melhor o que as pessoas querem dizer para eles.

Conversa com os Cães

Por mais que o entendimento dos cães seja mais avançado do que muita gente pensa, ainda assim o tom de voz tem um papel importante. A Dra. Juliana Sanz, veterinária da loja Petz, afirma que os “estudos das últimas duas décadas comprovam que falar de maneira mais aguda faz com que o pet preste mais atenção nos comandos, o que facilita o adestramento”.

A boa notícia é que alterar o tom da nossa voz não é tão difícil quanto tentar entender um cão. Esses animais sempre arranjam um modo de expressar o que estão sentindo e demonstrar se conseguem entender ou não os nossos pedidos e os nossos comandos.

De acordo com as pesquisas, quando falamos com um cachorro nós utilizamos uma espécie de “linguagem dirigida aos cães”. Esse modo de falar consiste em usar frases mais curtas e simples, do mesmo modo que se faz ao se comunicar com uma criança. Entretanto, o tom de voz usado com um cão costuma ser mais agudo, o que normalmente facilita a compreensão do cachorro.

Sermões não Funcionam

Sermão no Cachorro
Sermão no Cachorro

Apesar dos cães terem um entendimento maior do que se imaginava, ele ainda é bastante limitado se comparado com a inteligência humana. Isso significa que os cães nem sempre conseguem acompanhar o raciocínio de um ser humano.

Se o pet fizer alguma coisa errada, a melhor maneira de educar esse pet não é punindo-o com chantagens ou lições de moral. O fato de você berrar ou falar algo de forma insistente não significa que o cão vai mudar o comportamento dele. O mesmo vale para as agressões físicas, que também não funcionam.

Agir de maneira brusca faz o cachorro se sentir ansioso e com medo, o que normalmente prejudica a saúde mental dele. A melhor forma de educar um cão é sendo consistente na hora de aplicar as regras e sempre comunicar ao cachorro o que se espera dele.

Vocabulário Canino

Apesar dos cachorros terem a sua inteligência, as frases curtas não devem ser totalmente descartadas. Veja algumas expressões que podem ser usadas na hora de se comunicar com o seu cão:

BOM CÃO / QUE BOM GAROTO: usada quando o cão age de forma correta, essa frase deve ser dita em um tom alegre de voz. Sua intenção é mostrar para o cachorro que o que ele fez foi maravilhoso e que ele deve continuar agindo dessa forma.

SENTA: é o mais básico de todos os comandos. Pode ser aplicado em situações cotidianas como antes de comer, paradas nas esquinas, nos elevadores e sempre que você precisar ter o controle ativo do seu cachorro.

DEITA/DEITADO: como o próprio nome já diz, isso significa que o cão deve deitar. É comando que representa uma posição de obediência e submissão, portanto, alguns cães mais “rebeldes” podem não obedecer tão facilmente. Esse comando pode ser usado quando você quiser que seu cachorro se sinta confortável ou quando precisar controlar algum ato de desobediência.

DE PÉ: use isso quando quiser que o cão fique com as quatro patas no chão. Isso é muito útil numa consulta ao veterinário ou durante o percurso em um dia chuvoso.

Cachorro de Pé
Cachorro de Pé

FIQUE: isso significa que o cão não deve se mover da posição em que ele está. Você também pode falar para o seu cão “ficar sentado”.

OK: o cão é liberado de qualquer posição que você pediu para ele assumir. Ele termina o que está fazendo até que o próximo comando seja dado.

VAMOS: este comando é usado para os momentos em que estiver em uma caminhada com seu cão. O cachorro até pode farejar e fazer as coisas dele, mas você não pode deixá-lo te arrastar pela rua ou tropeçar em você.

VEM: ao ouvir este comando, seu cachorro deve deixar o que estiver fazendo e sentar na sua frente. É recomendado que se use esta fala em tons mais alegres e convidativos, pois, dependendo da situação, ele pode ser muito útil. Evite usar esse comando para obrigar seu cão a fazer algo que ele não gosta.

SAI: use essa fala para quando seu cão pular em pessoas, móveis ou bancadas.

PEGA: use esse comando para ensinar seu cachorro a pegar comida ou brinquedos. O cão deve esperar até o momento em que você dê a ordem para poder colocar o objeto na boca.

Cachorro Atacando
Cachorro Atacando

SOLTE-O ou LARGA: isso significa que o cão deve cuspir o que estiver na boca. É importante ensinar esse comando usando um sistema de recompensa ou você pode criar um cão excessivamente possessivo.

DEIXAR: isso significa que o seu cão não deve nem fazer menção de pegar objetos ou pular em cima das pessoas. Esse comando é útil para momentos em que estiver passeando com o seu cachorro.

Veja também

Alimentação do Castor: O que Eles Comem?

Os castores são mamíferos, roedores, de hábitos semi-aquáticos, conhecidos pela curiosa habilidade para construção, inclusive …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *