Home / Animais / Como Ensinar o Cachorro a Dançar?

Como Ensinar o Cachorro a Dançar?

Os cães são grandes amigos das pessoas, ocupando uma posição privilegiada quando se trata dessa relação com o ser humano. Isso porque, na prática, nenhum outro animal consegue ser tão próximo das pessoas quanto os cachorros, seja pela capacidade de demonstrar emoção por parte desses animais ou, então, pela inteligência deles. Em todo caso, o certo mesmo é que as pessoas costumam adorar os cachorros.

Dessa forma, é bastante natural que os donos tentem o adestramento para os seus cães, já que querem ter um animal obediente e capaz de realizar as ações mais simples. Contudo, por vezes o objetivo não é apenas fazer com que o cachorro possa realizar as suas necessidades fisiológicas em determinado local ou que ele consiga obedecer às principais ordens das pessoas. Na realidade, o que muitos donos querem vai muito além disso, buscando transformar os cães em peças de alegoria para o lar.

Portanto, uma forma de fazer isso é ensinar o cachorro a dançar. Isso mesmo, pois o seu cão pode dançar, basta que você tenha as técnicas certas e saiba conduzir o aprendizado do animal. Veja abaixo como fazer isso, buscando ter um cachorro dançarino em seu lar.

Incentivo e Música Para Ensinar o Cão a Dançar

Ensinar o cão a dançar pode parecer muito complicado, mas a verdade é que isso não é tão difícil assim. Dessa forma, o cachorro pode ser ensinado de maneira mais ou menos fácil, a depender de como o dono guia essa aprendizado. Uma parte importante dessa questão é saber como motivar o seu cachorro, já que os animais não costumam fazer qualquer coisa sem um incentivo.

Dessa maneira, para saber qual incentivo utilizar com o seu cão, é preciso levar em conta, por exemplo, que o alimento precisa ser fácil de mastigar. Isso porque o cachorro deve ficar de pé, sobre apenas duas patas, enquanto estiver dançando.

Logo, é importante que o cão não precise colocar o petisco no chão para comer. Outro ponto importante é a música, que deve ser em um tom agradável para o cão. Porém, você pode estar se perguntando: como saber o tom preferido do meu cachorro? Em geral, sons constantes são bons para o cachorro, desde que não sejam muito agudos e não muito altos, pois dessa maneira o cachorro pode terminar por perder o foco e a atenção em relação ao que você está ensinando.

Ambiente Adequado e Alguns Truques

O ambiente adequado é bastante importante para que o cachorro possa manter o foco sobre o que está ensinando a ele.

Dessa maneira, é fundamental que seja escolhido um lugar calmo, tranquilo. Isso porque a calmaria é essencial para oferecer ao cachorro o ambiente ideal para o direcionamento do seu foco. O ambiente deve ser grande e amplo, mas não tão grande ao ponto de o animal correr para todos os lados, o que seria desastroso para as suas intenções. O local ideal também não deve ter muitas cadeiras ou mesas, para evitar que o cão se esconda. Ademais, após escolher tudo isso, é o momento de começar com os truques.

Tenha em mente que, no começo da relação de aprendizagem, os truques desenvolvidos pelo cachorro serão simples, sem muitas complexidades. Se o objetivo é fazer com que o cão possa girar, por exemplo, basta pegar o petisco de inventivo e girá-lo ao redor da cabeça do cachorro, fazendo com que ele possa girar junto. Contudo, ao mesmo tempo, trate de impedir que o cão volte ao posicionamento sobre as quatro patas, pois é preciso que o cachorro se mantenha apenas sobre as duas patas, o que dá um efeito visual muito melhor.

Faça Relações Para o Cachorro

O seu cachorro precisa que você facilite todo o processo para ele. Dessa maneira, é fundamental que o cão seja capaz de relacionar determinadas ordens a certas ações. Assim, o cachorro poderá entender o que você deseja a cada ação, o que é positivo para fazer com que o animal possa realizar os truques e, dessa forma, mostrar a todos a sua beleza. Quando você gritar “dança!”, pode ser positivo não estar com o petisco na mão, por exemplo, pois assim o cão entenderá que essa ordem é para dançar e, ademais, não será necessário ter o incentivo nas mãos para fazer com que ele dance.

Porém, o mais normal é que essa transição para a retirada do petisco seja calma, sem tanta pressa, pois isso pode atrasar um pouco o desenvolvimento do aprendizado do animal.

Uma dica importante para a dança, na verdade, é ter o petisco nas mãos e, assim, mover o alimento de um lado para o outro, na direção desejada para a dança do animal. Isso fará com que o cachorro aprenda a se movimentar de forma mais suave, facilitando o processo de aprender a dançar.

Adestramento de Cachorros

O adestramento de cachorros é muito importante para o desenvolvimento da relação do animal com as pessoas, até mesmo para que esse animal aprenda a realizar algumas coisas tidas como essenciais por parte das pessoas. Para a realização do adestramento, contudo, há algumas dicas que podem ajudar muito as pessoas.

Garotinha Adestrando seu Cachorro
Garotinha Adestrando seu Cachorro

As recompensas estão entre essas dicas, mas também é fundamental que o animal sinta que está realmente aprendendo algo. Em outras palavras, o cachorro não pode realizar as ações apenas pelo fato de estar recebendo algo em troca. Dessa maneira, com o tempo você deverá diminuir a oferta de petiscos, em uma transição, até que o cachorro deixe de pedir as recompensas para executar as ações. Ademais, o tempo é fundamental para que o cão possa receber o direcionamento correto.

Isso porque, caso o cão fique muito tempo no processo de adestramento, pode ser que esse processo não se mostre tão eficiente. Lembre-se que o foco dos cachorros muda de maneira muito rápida, então os treinamentos devem ser feitos também rapidamente, não levando mais do que 15 minutos. Essa velocidade ajuda a fazer com que o cachorro aprenda mais rápido, além de facilitar o cronograma do dono, algo que acaba por ser bom para as duas partes.

Veja também

Habitat do Pato: Onde Eles Vivem?

O pato é um animal curioso e cheio de particularidades. Ele está presente na família …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *